Início Saúde Governador comunista vai ao STF para que estados usem vacina não aprovadas...

Governador comunista vai ao STF para que estados usem vacina não aprovadas pela Anvisa

Ele não deixou claro se pediu também a liberação da aplicação das vacinas.

- continua após a publicidade -

Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, anunciou hoje que entrou com uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal) por causa das vacinas contra covid-19.

O objetivo dele é liberar a aquisição de imunizantes que não estejam aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas tenham autorização de agências sanitárias internacionais.

Ele não deixou claro se pediu também a liberação da aplicação das vacinas.

“Ingressei ontem com ação judicial no Supremo. Objetivo é que estados possam adquirir diretamente vacinas contra o coronavírus autorizadas por agências sanitárias dos Estados Unidos, União Europeia, Japão e China. Com isso, estados poderão atuar, se governo federal não quiser”, publicou Dino no Twitter.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Distribuição de vacinas da AstraZeneca/Oxford deve começar neste sábado em todo o Brasil.

Brasil receberá 2 milhões de doses da vacina produzida na índia. Instituto FioCruz vai conferir e distribuir as doses para todo o país.

João Dória mente para a população e coloca todo o estado na Fase Vermelha.

Para o aprendiz de ditador e sua equipe a culpa é apenas da população. Ribeirão Preto entra para a fase vermelha aos finais de semana e após às 20hs durante a semana.

João Dória deve definir lockdown aos finais de semana e após às 20hs em dias de semana.

João Dória deve anunciar medidas com mais restrições para o estado aos finais de semana e toque de recolher durante a semana.

Startup de Ribeirão Preto tem apoio da ANVISA para avançar estudo de vacina contra COVID-19.

Empresa de Ribeirão Preto recebe o apoio da ANVISA para submeter os estudos no desenvolvimento de uma vacina contra o Coronavírus.

Mega-Sena pode pagar R$ 22 milhões neste sábado (23)

sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias CAIXA, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.
- PUBLICIDADE -