InícioRegiãoPradopolisEmpresa de Pradópolis doa ferramentas para projeto de alunos da Escola de...

Empresa de Pradópolis doa ferramentas para projeto de alunos da Escola de Engenharia de São Carlos

- continua após a publicidade -

Com o intuito de estimular e apoiar o aprendizado dos alunos da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), da USP, Universidade de São Paulo, a Mabore Ferramentas, com sede na cidade de Pradópolis, é uma das empresas patrocinadoras do projeto Formula SAE do Brasil.

A Fórmula SAE estimula a criação, construção e testes de veículos reais, avaliando aspectos como segurança, estabilidade, velocidade e o consumo de combustível. A equipe da EESC, tem o intuito de projetar um carro no estilo fórmula totalmente elétrico visando a competição nacional para em seguida, conquistar uma vaga no mundial que acontece uma vez por ano na cidade de Michigan nos EUA na qual competem as melhores equipes do mundo.

A Mabore Ferramentas participa com a doação das ferramentas utilizadas pelos estudantes no projeto. De acordo com Thiago Dourado, gestor da empresa, além de incentivar o aprendizado, ajudar e melhorar o desenvolvimento do carro, a Mabore decidiu apoiar os alunos também por causa dos benefícios que o projeto traz para a sociedade. “A Fórmula SAE estimula a diminuição de gases poluentes emitidos pelos veículos à combustão e a mudança para uma matriz energética que pode ser obtida através de fontes renováveis. Além disso, trata-se de uma ótima oportunidade de integração com as faculdades e seus alunos. Queremos ajudar a mostrar o talento dos futuros engenheiros brasileiros para o mundo. Estamos muito felizes em poder apoiar este projeto”, declara Thiago. 

Mais informações pelos telefones 16 3981.3964, 16 3981.4489 ou pelo site www.mabore.com.br.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020

Dirigente do Botafogo esquece a tradição e coloca o time entre os da várzea

Agora a torcida vai precisar trocar os bumbos e tambores por rosário, bíblia e agua benta, se não quiser estar ao lado do Leão

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
- PUBLICIDADE -