InícioPolíticaProjeto da dep. Leticia Aguiar para implantar o Colegio Publico da Polícia...

Projeto da dep. Leticia Aguiar para implantar o Colegio Publico da Polícia Militar no estado de SP é aprovado na CCJ

O projeto de lei dos Colégios Públicos Militares, visa aumentar a qualidade de ensino, retomar o controle e coibir a criminalidade nas escolas estaduais do Estado de São Paulo.

- continua após a publicidade -

O projeto de lei 295/19, de autoria da Deputada Estadual Leticia Aguiar, que autoriza a criação de Colégios Públicos Militares foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

“Hoje avançamos mais um passo para melhorar a educação no Estado de São Paulo. Vamos seguir acompanhando a tramitação do projeto e trabalhando para que vire lei o quanto antes.”

Em julho de 2017, a parlamentar visitou o estado de Goiás, um dos estados brasileiros com o maior número de colégios deste modelo de ensino para conhecer a estrutura organizacional das escolas militares e adaptar o modelo a realidade paulista. Após elaborar um projeto de implantação do Colégio Público administrado pela Polícia Militar para o estado de SP, Leticia Aguiar registrou uma sugestão de lei e iniciou uma árdua caminhada coletando assinaturas de apoio a IDÉIA LEGISLATIVA em diversos munícipios do estado. Após ser eleita Deputada Estadual, uma das primeiras atividades da parlamentar foi registrar o PL e apresenta-lo ao governador de São Paulo.

O projeto de lei dos Colégios Públicos Militares, visa aumentar a qualidade de ensino, retomar o controle e coibir a criminalidade nas escolas estaduais do Estado de São Paulo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O PL 295/19 autoriza a criação, pelo Poder Executivo Estadual, dos Colégios Públicos Militares da Polícia Militar de São Paulo (CMPM) na Rede Pública de Educação, utilizando a estrutura organizacional da PM.

Segundo o PL295/19, os CMPMs oferecerão ensino infantil, fundamental e médio, com educação integral, e além das disciplinas normais previstas pelo Ministério da Educação (MEC), o Comando da PMSP poderá adicionar disciplinas complementares voltadas a formação do cidadão que ensinam valores como o civismo, a compreensão e respeito às leis, os direitos e deveres do cidadão, ideais da família, o patriotismo, música, educação física militar, ordem unida, prevenção às drogas, Constituição Federal, etc.

Os professores e os integrantes da estrutura acadêmica ingressarão através de concurso público e farão parte do quadro da Polícia Militar de São Paulo.

Serão selecionadas escolas estaduais que atendem a determinadas características para tornar-se uma CMPM, como as instituições de ensino com índices elevados de evasão escolar e reprovação, localizados em periferias e regiões com elevados índices de criminalidade.

O objetivo da CMPM é retomar o “controle” na rede estadual de ensino, coibindo a violência, o tráfico de drogas, entre outros problemas recorrentes.

A metodologia de ensino vai contemplar a valorização da hierarquia e da disciplina, ensinando o respeito aos professores; a meritocracia, valorizando os melhores alunos; terão regras claras e bem definidas para incentivar a competitividade; a melhora expressiva na qualidade do ensino e no desempenho dos alunos e consecutivamente, o aumento no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

“A MELHORA IMEDIATA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO E DO RESPEITO DOS ALUNOS EM SALA DE AULA, COM COLEGAS E PROFESSORES, A DIMINUIÇÃO DO TEMPO OCIOSO, SOMADOS A METODOLOGIA DE ENSINO DO COLÉGIO PÚBLICO MILITAR VAI TRANSFORMAR A REALIDADE DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ESTADUAL NO BRASIL. UM BOM EXEMPLO É UMA ESCOLA QUE OCUPAVA AS ÚLTIMAS POSIÇÕES EM RELAÇÃO AO IDEB, O COLÉGIO WALDOCKE FRICKE DE LYRA, NO BAIRRO TARUMÃ, EM MANAUS, UMA REGIÃO PERIGOSA COM CRESCENTE ÍNDICE DE CRIMINALIDADE. APÓS A MILITARIZAÇÃO, O COLÉGIO ATINGIU MÉDIA 7.7 (1º AO 5º ANO) E MÉDIA 5.9 (6º AO 9º ANO), A MÉDIA NACIONAL NAQUELE ANO FOI DE 5.5 E 4.5, RESPECTIVAMENTE, ULTRAPASSANDO-A COM EXCELÊNCIA”

conclui a deputada Leticia Aguiar.

LETICIA AGUIAR Resende Alves

arquivo

-Casada, 38 anos, mãe, cristã, mulher conservadora
-Ativista pró vida e pró família
-Defensora das forças de segurança
-Idealizadora da Caminhada em Defesa da Família.
-Foi voluntária da Pastoral da Comunicação 2014 a 2016
-Idealizadora da Ideia Legislativa de Colégios Públicos Militares em cidades com mais de 30 mil habitantes em todo o Brasil
-Comunicadora, atuou durante 11 anos na área de comunicação, publicidade, propaganda e marketing
-Gestora Pública, foi convidada a contribuir com seu trabalho junto à Diretoria na Secretaria Especial de Defesa do -Cidadão (equivalente a secretária de segurança pública a nível municipal) na cidade de São José dos Campos, onde atuou até abril de 2018.
-Atualmente DEPUTADA ESTADUAL (1º mandato) pelo estado de São Paulo, eleita com 60.909 votos.
-Presidente do PSL MULHER DO ESTADO DE SP.
-Membro da diretoria executiva estadual do PSL SP.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -