InícioPolíticaOperação Lava Jato já recuperou R$ 1,1 bi de réus confessos.

Operação Lava Jato já recuperou R$ 1,1 bi de réus confessos.

O Ministério Público Federal ressalta que esse montante não inclui acordos de leniência firmados por empresas ou colaborações homologadas em outras instâncias judiciais.

- continua após a publicidade -

Dados extraídos do Sistema de Monitoramento de Colaborações (Simco) apontam que R$ 1,1 bilhão já foi ressarcido aos cofres públicos devido ao pagamento de multas e perdimento de bens resultantes dos acordos de delação premiada firmados pelo Ministério Público Federal e homologados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Esse valor inclui multas já quitadas e bens que foram alvo de perdimento – quando o delator perde a propriedade em favor dos entes lesados pela ação criminosa. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria.

As multas somam R$ 737,2 milhões, e os perdimentos alcançam R$ 385,6 milhões, entre montantes em moedas estrangeiras – que estavam ocultas em paraísos fiscais – e objetos, como joias, imóveis e veículo, apreendidos pela Justiça por terem sido comprados com dinheiro ilícito.

O Ministério Público Federal ressalta que esse montante não inclui acordos de leniência firmados por empresas ou colaborações homologadas em outras instâncias judiciais.

A procuradora-geral, Raquel Dodge, explica que o balanço dos acordos de colaboração é um avanço proporcionado pelo Simco.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O sistema permite o controle e a fiscalização do cumprimento das cláusulas de todos os termos que tramitam na PGR.

“Com o sistema, o cumprimento das condições e dos prazos estabelecidos nos acordos tem sido feito à risca, elevando a eficiência da atuação do Ministério Público Federal contra a corrupção e na devolução do dinheiro desviado aos cofres públicos”, ressalta a procuradora.

Até aqui, R$ 437,66 milhões recuperados pelos acordos de colaboração homologados pelo Supremo já foram restituídos aos entes lesados.

Desse montante, a Petrobras recebeu a maior parte, R$ 193,8 milhões, seguida da União e da Transpetro, que receberam R$ 157,9 milhões e R$ 79,9 milhões, respectivamente.

Ao todo, 217 delatores acertaram acordos com o Ministério Público Federal e tiveram os termos homologados pela Suprema Corte.

Atualmente, 31 estão inadimplentes e somam dívidas de R$ 120,8 milhões.

Na última semana, a procuradora-geral enviou ao Supremo 32 manifestações indicando providências a serem tomadas para garantir o efetivo cumprimento de acordos e cobrar eventuais dívidas de colaboradores com a Justiça.

“É imperativo cobrar do colaborador a devolução dos valores desviados, seja os que estão no Brasil, seja os que se encontram no exterior, além do pagamento na multa penal”, destaca Raquel.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Confira a programação cultural do fim de semana em Ribeirão Preto

As Belezas Belezas meu Brasil um espetáculo de dança da EDALA, tem ainda Workshop Ho'oponopono, Sarau literário e muito mais confira.

Atlético-MG vence Bahia e volta a ser campeão brasileiro após 50 anos

O Atlético, já como campeão brasileiro de 2021, volta a campo no domingo (5), às 16h, para receber o Red Bull Bragantino no Mineirão, em Belo Horizonte, onde poderá celebrar o título ao lado da torcida.

Passaporte Não: Sob pressão da população Câmara arquiva projeto

Luís Antonio França (PSB) que é contra a liberdade pessoal, tentou emplacar este absurdo, mas a maioria votou pelo arquivamento.

Novas interdições atrapalham o transito na região norte e sul

Nas duas interdições, a Transerp orienta aos condutores que redobrem a atenção e diminuam a velocidade de seus veículos a fim de evitar acidentes.

27 cidades da região já decidiram cancelar o carnaval

Em Ribeirão se depender de alguns vereadores o carnaval devera ser cancelado, mas 8 deles querem o carnaval para comemorar as 3 mil mortes pela doença. Veja quem são.
- PUBLICIDADE -