InícioPolicialConcurso de grafites mobiliza presos da Fundação Casa em Ribeirão Preto

Concurso de grafites mobiliza presos da Fundação Casa em Ribeirão Preto

Deveriam aprender a pintar paredes e quem sabe ajudar em reformas de escolas e praças publicas.

- continua após a publicidade -

Projeto prevê reprodução de grafites feitos pelos educandos nas paredes internas do refeitório e, segundo diretor regional, pode ser replicado para outras unidades

Os 65 educandos da Fundação Casa de Ribeirão Preto conheceram, na última semana, o projeto Civilidade nas Ruas – Sustentabilidade, que prevê um concurso de desenhos que serão reproduzidos nas paredes internas dos quatro refeitórios da unidade.

A ideia foi da professora de História e socióloga Giany Amary de Alencastro Pereira.

foto arquivo

“Pensei em unir a arte e a pedagogia de forma lúdica para embelezar o espaço interno, onde os meninos vivem, e aproveitar para tratar de um tema atual, a sustentabilidade, que é um desafio para toda a nossa sociedade”, explica.

Rogério José da Silva, coordenador pedagógico da Fundação Casa, conta que o projeto foi recebido com entusiasmo pelos educandos.

“Temos aqui meninos de 15 a 19 anos de idade. Um dos nossos maiores desafios é incentivar os talentos para que esses meninos voltem à sociedade não somente integrados a ela, mas gerando valor e este é um dos papéis da arte”, comenta.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Os educandos tiveram uma palestra de sensibilização para o tema do concurso, preparada pela arquiteta Patricia Caliento Paiva voluntária neste projeto.

Foto TODODIA

Os quatro melhores desenhos, escolhidos por um júri popular, que será anunciado brevemente pela Fundação Casa de Ribeirão Preto, serão reproduzidos nas paredes internas dos refeitórios.

O material para a pintura foi oferecido por voluntários do projeto que receberam doações de amigos e casas de material de construção da cidade.

“Achei uma ótima ideia. Gostamos de mudar o visual de onde estamos vivendo, assim nosso ambiente fica agradável. Os familiares vêm e veem um clima de mais alegria e isso é importante para todos nós”, disse um dos educandos da unidade que já está preparando seu grafite para o concurso.

“Lançamos um desafio para os meninos que é dizer, em desenho, o que ele entende por sustentabilidade e como ele pode contribuir com a civilidade nas ruas como cidadão”, conta a professora Giany.

Ação pode ser replicada

Flavio Figueiredo, diretor de unidade – Casa Ribeirão Preto, onde o projeto está sendo realizado, diz que o projeto “motiva os educandos, incentiva a criatividade, transforma o debate interno e é uma ação que mobiliza todo mundo, pauta as conversas e cria um clima positivo de expectativas em que no final todos ganham”.

Reinaldo Almazan, diretor regional da DRN-Divisão Regional Norte Fundação Casa, fala sobre a importância do projeto. “A ação abre portas não apenas na área de socioeducação, mas para a interação dos adolescentes com o meio externo. Eles precisam vivenciar outras experiências, além daquelas que viveram anteriormente e esta é uma oportunidade interessante para isso”, comenta. Segundo o diretor, a partir desta experiência, há possibilidade de replicar o projeto para outras unidades.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O sonho acabou: Doria foi chutado pelo PSDB

@jdoriajr se o sonho acabou, procure a próxima padaria, de preferencial na China.

Varíola do macaco: O que é essa doença?

Ao todo são 80 casos confirmados em 12 países, argentina já tem caso e todos os continentes foram atingidos. Como se proteger e quais os riscos. Confira aqui

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

Você pode ser atendido sem fila, sem sair de casa e com acompanhamento medico, evitando assim o uso de medicamentos desnecessários

Oportunidade: 143 vagas de emprego abertas nesta semana

Entre as oportunidades estão cargos como cozinheira, motorista, auxiliar de escritório, vendedor, barista, garçom, cabeleireiro, nutricionista, entre outros.

60 anos esperando titulo Comercial pode sair da fila

Com acesso garantido, Comercial busca 1º título de uma divisão de Paulista em 64 anos. O time terá força máxima no primeiro jogo da final, sábado às 19h, em Bauru
- PUBLICIDADE -