Início Mundo Ex-ditador Fidel Castro morre aos 90 anos de idade. Grande líder para...

Ex-ditador Fidel Castro morre aos 90 anos de idade. Grande líder para alguns Assassino para outros

- continua após a publicidade -

Números da ditadura cubana, de 1959 até 2004:

“Fuzilados: 5.621. Assassinados extrajudicialmente: 1.163. Presos políticos mortos no cárcere por maus tratos, falta de assistência médica ou causas naturais: 1.081. Guerrilheiros anticastristas mortos em combate: 1.258. Soldados cubanos mortos em missões no exterior: 14.160. Mortos ou desaparecidos em tentativas de fuga do país: 77.824. Civis mortos em ataques químicos em Mavinga, Angola: 5.000. Guerrilheiros da Unita mortos em combate contra tropas cubanas: 9.380. Total: 115.127 (não inclui mortes causadas por atividades subversivas no exterior).” FONTE

O Ex-ditador e líder da revolução cubana, Fidel Castro, morreu anos 90 anos de idade, confirmou na madrugada de hoje (26) seu irmão e sucessor, Raúl Castro. As informações são da agência Ansa.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Em um anúncio na televisão, Raúl disse que era “com profunda dor” que confirmava a “morte do comandante Fidel Castro Ruz”, falecido às 22h29 de Havana do dia 25 de novembro de 2016.

“Em cumprimento da expressa vontade do companheiro Fidel, seus restos mortais serão cremados”, afirmou Raúl, demonstrando emoção ao ler o breve comunicado.

Fidel Castro foi o herói histórico da esquerda moderna, o homem que mais desafiou os Estados Unidos. Mas, na opinião de líderes de centro-direita, Fidel era um ditador sanguinário e o culpado por isolar a ilha de Cuba por quase 60 anos de todo o mundo.

Conhecido como “Comandante” pelos cubanos, Fidel era personagem de várias histórias e boatos. “Ele não dorme”, “ele não esquece de nada”, “é capaz de te penetrar com o olhar e descobrir quem você é”.

Fidel sempre teve uma saúde de ferro, até quando enfrentou uma hemorragia intestinal durante uma viagem à Argentina aos 80 anos de idade. Em 31 de julho de 2006, os problemas de saúde provocados pelo avanço da idade o fizeram delegar temporariamente o poder a seu irmão Raúl.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em fevereiro de 2008, Fidel renunciou oficialmente ao cargo de presidente cubano e, desde então, era o principal conselheiro do Partido Comunista e do novo governo.

A era Fidel Castro vem se dissolvendo pouco a pouco, enquanto uma nova Cuba surge devido a uma série de reformas econômicas e da retomada das relações bilaterais com os Estados Unidos, rompidas há mais de meio século.

Fidel assistia a tudo isso de longe, mas não deixava de fazer suas análises em artigos publicados no jornal oficial cubano Granma. A fragilidade da sua saúde já tinha provocado boatos sobre sua morte várias vezes nas redes sociais.

Cubanos exilados comemoram a morte do ditador.

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Assustadora e gravíssima carta do Arcebispo Vigano a Trump

'Este momento histórico vê as forças do mal alinhadas em uma batalha sem quartel contra as forças do bem.' Entenda e compartilhe com todos

Ala Bolsonarista do PSL declara apoio oficial a Chiarelli

Grupo político comandado por Rodrigo Junqueira, optou por unir a direita em apoio ao candidato do PATRIOTA

Fies: inscrição para não matriculado pode ser feita até terça-feira

Serão disponibilizadas 50 mil vagas remanescentes. Ao ter a inscrição concluída, o candidato terá dois dias úteis para validar as informações declaradas

Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1 bi para ampliar Bolsa Família

Medida integra projeto de manutenção do auxilio emergencial de afetados por pandemia, dinheiro deverá beneficiar pelo menos 1,2 milhão de novas famílias

Dória dobra o ICMS para diversos setores no Estado de São Paulo para 2021

Serão centenas de setores impactados com esse aumento do ICMS que chega a até 207% (veículos usados).