Início Lazer e Cultura Tributo sinfônico faz releitura da obra da Legião Urbana

Tributo sinfônico faz releitura da obra da Legião Urbana

- continua após a publicidade -

Há praticamente 30 anos, em outubro de 1989, a Legião Urbana lançava o álbum As Quatro Estações, o mais vendido de seu repertório com 2,6 milhões de cópias.  O álbum foi um marco na discografia do rock dos anos 80 e, em 2019, por incrível que pareça, ainda é um dos mais tocados, atraindo fãs de todas as idades. Essa é mais uma das eternas coincidências da obra da Legião com os dias de hoje. Para homenagear todo o legado que a Legião Urbana construiu no rock brasileiro, a banda Somos Tão Jovens – Tributo Legião vem fazendo, há três temporadas, shows pelo país e, neste ano, lançou uma nova produção: o Legião Urbana – Symphonic Tribute. Agora, a turnê ganha o palco do Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto, no dia 26 de abril, às 21h.

 

O espetáculo, que teve estreia em São Bernardo do Campo (SP), no dia 7 de abril, é uma parceria das produtoras Live Co, Nova Digital e CMS Produtora com o Somos Tão Jovens e traz os sucessos inesquecíveis da banda acompanhada de uma orquestra.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

 

A nova formatação do tributo vai levar 15 músicos para os palcos da turnê sinfônica. Cinco são os músicos que compõe a banda Somos Tão Jovens: Sérgio Missão (vocalista), Evandro Grili (guitarra e violão), Eduardo de Lucca (contrabaixo), Sandro Rezende (guitarra) e Victor Grili (bateria) – todos de Ribeirão Preto e outros 10 músicos da orquestra divididos entre instrumentos de cordas e sopro – alguns deles com participação na Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto.

 

O vocalista da banda, Sérgio Missão, conta que a produção mostrará ao público um show com arranjos sofisticados e um som mais “aveludado”, sem perder a força do Rock e a expressão marcante da Legião Urbana. “Estamos trabalhando para apresentar um toque diferente aos fãs da Legião. É uma proposta mais elaborada e estilizada”. A   Legião Urbana original tocava Punk Rock em sua fase inicial. Depois mergulhou no Rock ‘N’ Roll e se aventurou por canções mais lentas. O tributo “traz uma releitura com uma proposta sinfônica de perpetuar essa obra”, destaca.

 

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O show tem cerca de 1h45 de duração. O cenário utilizado é clássico que já é uma marca registrada da banda, com o Congresso Nacional ao fundo, pois segundo o guitarrista e violonista do projeto, Evandro Grili, representa muito bem a essência do Rock de Brasília, que foi muito forte. “Foi onde surgiram outras bandas, como Plebe Rouge, Capital Inicial, Paralamas do Sucesso, junto com a própria Legião Urbana”.

 

Repertório valoriza hits pops

Uma das canções mais tocadas do álbum As Quatro Estações é um dos hinos desta nova turnê do tributo: Pais e Filhos. “A música clama por amor, quase um pedido desesperado para amarmos as pessoas como se não houvesse amanhã¨. E ela nos toca ainda mais porque as pessoas estão precisando muito deste sentimento nos dias de hoje”, é o que avalia o baterista da banda, Victor Grili.

 

Assim como no título de uma das músicas mais importantes da trajetória da Legião Urbana, Pais e Filhos, a banda Somos Tão Jovens – Tributo Legião, também tem em sua formação, um pai e um filho tocando junto, Evandro Grili e Victor Grili, respectivamente. Para o baterista do grupo, tocar com seu pai um som que ouvia desde pequeno é algo especial, principalmente por estar ligado à história da sua família, “muito conectada à música”, ele reforça.  Para o músico de 24 anos, o mais surpreendente do tributo é ver essa mesma relação de pais e filhos nas plateias por onde o tributo passa. “A cada show a gente reconhece duas a três gerações fazendo coro na plateia. Isso mostra a força da Legião Urbana e o quanto toda obra da banda ainda precisa ser revivida pelos fãs”.

 

Além de Pais e Filhos, o show traz outras canções que também são do álbum As Quatro Estações. Há Tempos que sinaliza dor e redenção; Quando o Sol Bater na Janela do Teu Quarto renova uma mensagem de inocência e sabedoria. Monte Castelo traz Camões e Bíblia com melodia de tempos imemoriais.  Além destas canções, o tributo sinfônico traz releituras para outros hits que também continuam atuais, de outros álbuns da banda, como Tempo Perdido, Quase sem Querer, Ainda é Cedo, Eduardo e Mônica, Que país é este, Índios, Faroeste Caboclo, Monte Castelo e muitas outras. “São todas cantadas por fãs de diferentes idades. Para quem está no palco é mágico perceber e poder acompanhar até onde e quando essa obra da Legião pode alcançar eco”, comenta Evandro Grili.

 

Para os músicos do Tributo, “o sucesso de público da turnê se deve à grande quantidade de amantes da banda liderada por Renato Russo”. Apesar de fazer mais de 20 anos que a música brasileira e milhares de fãs perderam Renato Russo e os shows da Legião Urbana, as canções se perpetuaram e se consagraram como verdadeiros hinos da juventude – que, no dizer de Renato, “tem seu próprio tempo”, independente das gerações.

 

Tributo

Legião Urbana Symphonic Tribute é estrelado pela banda Somos Tão Jovens – Tributo Legião e por uma orquestra de 10 músicos, incluindo projeções, iluminação especial e som de primeira qualidade.

 

O tributo “Somos Tão Jovens – Legião Urbana” já fez mais de 30 apresentações. A banda já percorreu cidades no Estado Ribeirão Preto (SP), Franca(SP), Barretos (SP), Batatais (SP), Bebedouro (SP), Uberaba (MG), Pirassununga(SP), Araras (SP), Serrana (SP), Jaboticabal (SP), Cerquilho (SP), Botelhos (MG), Bandeiras do Sul (MG), Limeira (SP), Sertãozinho (SP), São Paulo (capital) e Palmas, no Tocantins. Em todas as cidades sendo um grande sucesso de bilheteria. A expectativa da banda é ter o mesmo resultado para a nova turnê sinfônica.

 

Em 2019, o Legião Urbana Shymponic Tribute vai ganhar palcos de grandes cidades brasileiras. O espetáculo tem a produção da Live Co, da Nova Digital e da CMS Produtora.

 

Serviço

Show em Ribeirão Preto:

Onde: Theatro Pedro II, Ribeirão Preto – SP

Quando: 26 de abril de 2019, às 21h

Venda online de ingressos: www.ingressorapido.com.br

Venda Física: Bilheteria do Theatro Pedro II

Valor: De R$ 40,00 a R$ 120,00

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Se­gre­gação: Ma­ga­zine Luiza só contratará ne­gros

Imagine uma loja dizendo “não contratamos negros, apenas brancos”. Isso é crime!, lei 7.716/89 art. 4º,§ 1º.

Lives do final de semana (19 e 20 de setembro)

Os shows presenciais e casas noturnas ainda estão proibidas, então a opção e separar a bebida e os petiscos e escolher a melhor opção

Nasce o Aliança o partido de Bolsonaro

Confira os documentos de petição e despacho. Vem ai o partido de direita que a esquerda tanto teme.

Hospital de Câncer de Ribeirão Preto inicia campanha para compra de novo mamógrafo

Equipamento atual tem mais de 10 anos e precisa de constantes manutenções que tem alto custo

Quais interesses estão em jogo? Lincoln Fernandes é mais um a desistir da prefeitura

Algo estranho e forças ocultas estão agindo nos bastidores, normalmente a luta é para ser candidato, mas este ano vários abandonam o barco. A pergunta é quais interesses?