InícioLazer e CulturaTheatro Pedro II recebe tradicional limpeza do lustre

Theatro Pedro II recebe tradicional limpeza do lustre

Obra “Gota D’água”, da artista plástica Tomie Ohtake, passará por manutenção nos próximos três dias

- continua após a publicidade -

Verdadeiro símbolo da restauração do Theatro Pedro II, o lustre de cristal “Gota D’água” foi baixado na manhã desta quarta-feira, dia 10 de fevereiro, para passar pelo serviço anual de limpeza e manutenção. O procedimento foi acompanhado pelo prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, e pelo presidente da Fundação D. Pedro II, Nicanor Lopes, além de outras autoridades municipais.


A descida da peça permite mais que a retirada da poeira ou a substituição das lâmpadas: aproxima a obra de arte de Tomie Ohtake, uma das maiores artistas plásticas brasileiras, dos funcionários que acompanham atentos o “ritual”.

Por ser uma obra de arte importante para o Theatro, todo o cuidado é pouco para a preservação da peça, por isso, o trabalho de limpeza requer a realização de uma operação que leva cerca de três dias, desde a retirada do lustre, sua limpeza, troca de lâmpadas e restauro necessários até ser içado novamente ao teto.


Ao todo, são 1.400 quilos de lâmpadas, fios, metais e lâminas que significam, na verdade, uma gota d’água invertida. A obra remete ao incêndio que acometeu o Theatro na década de 1980.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

De acordo com o presidente da Fundação D. Pedro II, a descida do lustre é promovida de forma cuidadosa, sendo limpas, uma a uma, as placas de cristal. “Todo esse trabalho conta com muita responsabilidade, carinho e atenção por parte dos funcionários do próprio Theatro, que são especializados nessa limpeza”, destacou.


Ao verificar pessoalmente a ação de manutenção, o chefe do Executivo comentou sobre o futuro do calendário de atividades do terceiro maior teatro de ópera do Brasil. “Como não temos expectativa de realizar eventos presencialmente, a agenda do Theatro Pedro II está suspensa, mas esperamos que com o calendário de vacinação nós consigamos ter uma estabilidade maior no controle da COVID-19, uma redução de casos e menos internações e óbitos, para assim pensar em uma retomada neste segmento artístico”, afirmou. 

Coberto por uma cúpula de gesso

O lustre de cristal “Gota D’água” é coberto por uma cúpula de gesso estrutural, com a fixação de lâmpadas especiais que fazem a luz passar por entre os recortes, criando um efeito escultural único. O lustre tem 2,7 metros de altura por 2,2 metros de largura e possui mais de 80 lâmpadas, que são todas trocadas durante o serviço de manutenção.


A descida do lustre é um ritual muito esperado e encerra os trabalhos de limpeza do espaço. Antigamente, a descida do lustre era feita de forma manual, um ato simbólico, pois envolvia o esforço de muitas pessoas, e hoje é feito de forma elétrica.

Preservação

Por não ter apresentações devido à pandemia, o teatro tem recebido diversos serviços de limpeza, manutenção e reparos em toda a sua estrutura. O local é tombado como Patrimônio Cultural pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat), para que possa ser preservado e ter mantidas todas as suas características.

foto arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

MST já fala em ‘distribuição de terras de latifúndios’

Movimento quer ainda a 'agroecologia' no Brasil

Não vai acontecer mas: Secretaria da Cultura e Turismo abre cadastro para Grupos Carnavalescos

Até o carnaval estaremos novamente com tudo fechado e eles já sabem, mas fazem de conta que nada sabem.

Departamento de Saúde e Serviços Humanos de Joe Biden é cúmplice na prostituição de crianças migrantes

Diz que o governo é cúmplice porque 'não somos processados ​​por traficantes'... Criança migrante: minha patrocinadora 'me prostituiria para homens'

CARTA DOS OFICIAIS SUPERIORES DA ATIVA AO COMANDANTE DO EXERCITO BRASILEIRO

Covardia, injustiça e fraqueza são os atributos mais abominados para um Soldado. oficiais superiores da ativa do Exército  Brasileiro, que o fazem de livre e espontânea vontade.
- PUBLICIDADE -