Início Lazer e Cultura Teatro Sábado tem espetáculo "Alguma coisa a ver com uma missão" na Praça...

Sábado tem espetáculo “Alguma coisa a ver com uma missão” na Praça XV

- continua após a publicidade -

Acontece, neste sábado (31/03), às 19h, na Esplanada do Teatro Pedro II, na Praça XV, região central de Ribeirão Preto, o espetáculo “Alguma coisa a ver com uma missão”, uma criação livremente inspirada no texto “Lembrança de uma revolução: A Missão” de Heiner Müller. O espetáculo, e posterior debate, é incentivado via lei estadual, Programa de Ação Cultural (ProAC), e tem apoio da Secretaria Municipal da Cultura.

Release do espetáculo

Duas mulheres – Uma auxiliar de enfermagem e uma gari – são convocadas, através de sonho, a viajar no tempo pelas águas da Calunga (palavra banto que significa mar, oceano e grande cemitério). Elas fazem o trajeto guiadas por uma barqueira que lhes transmite uma missão. Cada parada no percurso é um enigma que as personagens devem desvendar para cumprir seus destinos. Por intermédio desta alegoria, Os Crespos transportam o público para uma viagem que remonta as revoltas e os levantes negros responsáveis por nossa liberdade e símbolos da resistência de um povo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O espetáculo se inspira na musicalidade banto para criar músicas próprias, além de fazer arranjos para alguns vissungos originais. Os músicos acompanham o público e os atores em todo o trajeto.

Sobre o Espetáculo

O projeto de criação do espetáculo investigou as evoluções locais e revoluções políticas latino-americanas a partir dos levantes negros no Brasil e no Caribe, tendo em vista a construção imaginária de uma revolução poética a favor da abolição do racismo.

Através de uma viagem na qual passado e futuro se encontram, personagens movimentam-se dentro da nossa sociedade compreendendo as lutas por liberdades diversas como tochas acesas para o estopim das transformações sociais antirracistas.

O espetáculo acontece nas ruas do Centro e busca intervir no cotidiano da cidade, dialogando com o espaço público. A travessia do Atlântico se confunde com os caminhos de pedra das ruas e praças, os contornos da paisagem viram cenário e personagens na trama. Passado e presente se encontram, dialogam com o dia-a-dia dos transeuntes e do comércio e, desse encontro, surgem espaços hipotéticos de possíveis sociabilidades e confrontos, conquistas e transformações.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Pessoas reais, atores e não atores, vivendo por alguns minutos uma nova ordem de coisas, onde o cerceamento das liberdades e do acesso aos direitos pode ser questionado, revisto, revolucionado.

Sobre a Cia

Os Crespos é um coletivo teatral, composto por atores negros, que realiza pesquisas cênica e audiovisual, além de promover debates e intervenções públicas. Formado na Escola de Arte Dramática EAD/ECA/USP, está em atividade desde 2005, tendo realizado excursões por diversas regiões do Brasil e também Alemanha e Espanha. A Cia também realizou, ao longo desses 12 anos, 2 edições da Mostra Cinematográfica “Faz lá o Café”, a 1.a Mostra de Teatro Negro de São Paulo, os premiados curtas “D.O.R”, “Nego Tudo” e “Ser ou Não Ser” e está na edição do 2º número da revista de Teatro Negro “Legítima Defesa”.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Coronavírus: primeira leva de ‘vacinas do Doria’ virá da China

Segundo Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, a chegada deste material é uma prioridade absoluta.

Coronavírus: UTIs administradas pelo Estado a custaram três vezes mais que as terceirizadas em SP

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de SP, chegaram a custar R$ 58 mil por dia. Isso explica muita coisa?

Ribeirão Preto tem instituto referência em terapia ABA para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Organização oferece apoio para pacientes com atrasos no desenvolvimento intelectual, de linguagem, e também capacitação e consultoria para as pessoas envolvidas com esse público

Elei­ções: can­di­datos agora só podem ser presos em fla­grante

Já elei­tores não po­derão ser presos cinco dias antes das elei­ções, ou seja, a partir do dia 10, ex­ceto em fla­grante de­lito

Assustadora e gravíssima carta do Arcebispo Vigano a Trump

'Este momento histórico vê as forças do mal alinhadas em uma batalha sem quartel contra as forças do bem.' Entenda e compartilhe com todos