InícioLazer e CulturaSinfônica de Ribeirão apresenta Missa de Mozart na Igreja Santo Antônio

Sinfônica de Ribeirão apresenta Missa de Mozart na Igreja Santo Antônio

Local: Igreja Santo Antônio (Rua Paraíba 747)

- continua após a publicidade -

A série Música nas Igrejas, com apresentação da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto (OSRP), apresenta a última missa escrita por Mozart, na Igreja Santo Antônio, nesta quarta-feira, 13, às 20h, uma realização do Sistema Social de Comércio (Sesc) junto com a ORSP, com entrada gratuita para adultos e crianças.

A Missa em Dó menor, também conhecida como Grande Missa em dó menor, é a maior de todas as missas compostas pelo gênio austríaco. Foi apresentada pela primeira vez em 1783 na igreja São Pedro em Salzburgo. Trata-se de uma obra inacabada. Mozart deixou rascunhos, mas não completou o trabalho. A grandiosidade desta missa se deve não somente à sua extensão, mas no corpo musical que inclui coro duplo e solistas, além da orquestra.

“É uma obra realmente grandiosa, que exige muita técnica da orquestra e cantores, e é uma viagem à virtuosidade de Mozart no mundo das composições sacras”, comenta o maestro titular da OSRP, Reginaldo Nascimento.

O concerto terá participação dos solistas Janaina Lemos (soprano), Anita Furlan (soprano), Pedro Coelho (tenor) e Luis Felipe Sousa (baixo) que também integram o coro ao lado de Mariana Cunha e Flávia Gattás (sopranos), Felipe Rissatti e Vitória Coimbra (altos), Vinícius Simião (tenor), Gianlucca Braghin e (baixo).

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

PROGRAMA

W.A. Mozart (1756-1791) Missa em Dó Menor

W.A. Mozart (1756-1791) KV 427

AGENDA – Série Música nas Igrejas

Local: Igreja Santo Antônio (Rua Paraíba 747)

Data: 13/11/2019

Horário: 20h

Entrada: gratuita

Regente: Reginaldo Nascimento

Solistas: Janaina Lemos (soprano), Anita Furlan (soprano), Pedro Coelho (tenor) e Luis Felipe Sousa (baixo)

Coro: Mariana Cunha, Janaina Lemos, Anita Furlan e Flávia Gattás (sopranos), Felipe Rissatti e Vitória Coimbra (altos), Vinícius Simião e Pedro Coelho (tenores), Gianlucca Braghin e Luis Felipe Souza (baixos).

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Universidade federal terá cotas para detentos, ex-presidiários e refugiados

Ser bandido virou bom negocio no Brasil, com aplauso do PSOL a decisão penaliza o cidadão de bem

A importância dos Bandeirantes para o desenvolvimento do Brasil

A historia dos Bandeirantes estão diretamente ligada ao desenvolvimento do Brasil. Não fossem estes bravos desbravadores estaríamos vivendo até hoje apenas no litoral brasileiro. Defendem genocidas e ditadores e atacam verdadeiros herois.

Contações de histórias compõem a programação do final de semana do Museu Casa de Portinari

Conheça também a faceta poética de Candido Portinari no Pela Janela (25); on-line e gratuita

Terceira via discute impeachment de Bolsonaro como única forma de derrotar Lula

Com economia e empregos em recuperação, falta de escândalos no governo e popularidade nas ruas em alta, os concorrentes enxergam no impeachment a única forma de barrar Bolsonaro em 2022

Olimpíada de Tóquio: saiba quem são os brasileiros favoritos ao ouro

Judô? Vôlei? Natação? Atletismo? Futebol? De onde virão as medalhas de ouro para o Brasil?
- PUBLICIDADE -