InícioLazer e CulturaSinfônica de Ribeirão Preto comemora 100 anos com concerto ao ar livre

Sinfônica de Ribeirão Preto comemora 100 anos com concerto ao ar livre

Apresentação será na Praça Carlos Gomes e recriará cenário do teatro que foi palco da estreia da orquestra ribeirão-pretana há um século

- continua após a publicidade -

Apresentação será na Praça Carlos Gomes e recriará cenário do teatro que foi palco da estreia da orquestra ribeirão-pretana há um século

O aniversário de 100 anos da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto será comemorado com um concerto histórico neste sábado, dia 29 de outubro, às 18h, na Praça Carlos Gomes, sob regência do maestro titular Reginaldo Nascimento.

O palco que receberá orquestra e coro será montado no mesmo local onde foi construído, em 1897, o antigo Teatro Carlos Gomes e terá, ao fundo, a fachada do teatro onde a orquestra estreou há um século. “Tentamos recriar o cenário para evocar uma atmosfera de época que muitos conhecem pelos livros”, comenta o arquiteto Silvio Contart, presidente da Sinfônica. O Teatro Carlos Gomes funcionou até 1944 e foi o primeiro grande teatro da cidade, onde foram realizados os primeiros de muitos concertos.

Para a secretária da Cultura e Turismo de Ribeirão Preto, Isabella Pessotti, a Orquestra Sinfônica é incontestavelmente um rico patrimônio cultural da cidade. São 100 anos arte, educação e trabalho social através do ensino da música. “A história da nossa Orquestra se entrelaça à história da cidade, tanto nos momentos severos em que se demoliu o Teatro Carlos Gomes, primeiro palco do concerto da Sinfônica, bem como nos momentos áureos da reconstrução do Theatro Pedro II. A Orquestra Sinfônica representa perenidade, resiliência e a força da cultura e da arte”, disse.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O maestro Reginaldo Nascimento selecionou um programa que faz várias homenagens. A abertura da ópera será O Guarany, uma homenagem ao compositor Carlos Gomes e ao teatro de mesmo nome. Obras do cravinhense Homero Barreto e do italiano Ignazio Stabile, que dirigiu a Sinfônica, foram escolhidas para celebrar o centenário da Orquestra.

O Hino da Independência e a 9ª Sinfonia de Beethoven foram escolhidos como homenagem ao Bicentenário da Independência do Brasil. E a Semana de Arte Moderna de 1922 será homenageada com o compositor Villa-Lobos, nome de destaque no movimento Modernista brasileiro.

O Concerto do Centenário, como está sendo chamado, contará com palco de 15m x 10m para 55 músicos, 50 coralistas e quatro solistas, 700 cadeiras, quatro telões de LED, banheiros químicos, seguranças e bombeiro civil.

Criação da Orquestra

De acordo com Gisele Laura Haddad, professora, pesquisadora, musicóloga, mestre e doutora em Música e arquivista histórica da Orquestra, até 2006 acreditava-se que ela havia sido criada em 1938, mesmo ano de fundação de sua mantenedora, atualmente chamada Associação Musical de Ribeirão Preto. Porém, pesquisas constataram que sua formação foi idealizada em 1921 e o concerto inaugural aconteceu em outubro de 1922, no extinto Teatro Carlos Gomes.

arquivo

De acordo com ela, em 2013 foi localizado, no arquivo pessoal de José dos Reis Miranda Filho (1901-1956), de propriedade de sua neta Dirce Maria Miranda Ribeiro, recorte do jornal Diário da Manhã, datado de 23 de fevereiro de 1961, com foto da orquestra identificada com a seguinte legenda: “A primeira orquestra sinfônica de Ribeirão Preto em 1921 e os elementos remanescentes, ainda aqui residentes vão comemorar nesse ano (1961) o quadragésimo aniversário de sua instalação”.

Na verdade, o que ocorreu foi uma iniciativa do maestro Carlos Nardelli em prol de colegas músicos da Orquestra do Teatro Polytheama, que perderam partituras e instrumentos em incêndio ocorrido no local em 16 de março daquele ano. Houve um concerto inaugural da Sociedade de Concertos Symphonicos (fundada para manter a orquestra que se formava nesse contexto do incêndio) e um festival, ambos no Teatro Carlos Gomes, com cadeiras lotadas, o que mereceu do jornal A Cidade, em edição do dia 21 de maio de 1921, o lançamento da ideia de se realizar concertos do gênero a cada dois meses na cidade.

O próximo recorte decisivo para confirmação da real data de criação da orquestra foi localizado durante pesquisas ao arquivo hemerográfico do jornal A Cidade: que divulgou o concerto inaugural da Sociedade de Concertos Symphonicos, em 31 de outubro de 1922, no Teatro Carlos Gomes, com 35 músicos sob a regência dos maestros Carlos Nardelli e Homero Barreto. Na ocasião, foi executado programa com peças de autores nacionais e estrangeiros. Esta passou a ser a data oficial de fundação da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto.

“Até então não se tinha uma data de fundação, apenas indícios temporais que, apesar de serem acatados pela Associação, serviram de caminho para que se pudesse chegar à contextualização social e às necessidades que fizeram com que a orquestra pudesse existir em Ribeirão Preto, cidade do interior do país, sem precedentes de produções que envolvam a música erudita”, escreveu Gisele.

Serviço

Concerto do Centenário

Data: 29 de outubro

Horário: 18h

Entrada: Gratuita

Local: Praça Carlos Gomes

Maestro: Reginaldo Nascimento

Solistas: Alan Faria, Carla Barreto, Cristina Modé e Wladimyr Carvalho

Programa:

Francisco Manuel da Silva (1795–1865) Hino Nacional Brasileiro

Diva Tarlá de Carvalho (1914-1993) Hino a Ribeirão Preto

Dom Pedro I (1798-1834) Hino da Independência

Antônio Carlos Gomes (1836-1896) Abertura da Ópera O Guarani

Ignazio Stabile (1889-1955) Canção Mouresca

Heitor Villa-Lobos (1887-1959) Bachianas Brasileiras nº 2

IV. Tocatta (O Trenzinho do Caipira)

Homero Sá Barreto (1884-1924) Romance Op. 11

L. V. Beethoven (1770-1827) Sinfonia nº 9, em ré menor Op. 125

IV. Presto

Serviço:

Aniversário de 100 anos da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto

Sabado dia 29 de outubro

18h00

Local Praça Carlos Gomes

Regência do maestro titular Reginaldo Nascimento.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Cuidado com eliminação da seleção o corona esta liberado para infectar novamente

Com o fim do circo a globo agora voltara a colocar panico na sociedade para voltar a ser centro das atenções entre os imbecis.

Lula anuncia cinco ministros do novo governo

Fernando Haddad e Flávio Dino estão entre os nomes

Brasil tenta manter escrita diante da Croácia para chegar à semifinal

Seleção brasileira nunca perdeu para a equipe europeia em uma Copa

Hoje tem jogo da seleção e bancos alteram horarios; Confira

A partir das 12 horas, Seleção Brasileira entra em capo para enfrentar a Croácia, em jogo válido pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2022

Sextou: Veja a programação do fim de semana

diversos gêneros musicais, apresentações natalinas, peças teatrais, visitação a museus e varios eventos para todas idades incluindo gratuito
- PUBLICIDADE -