InícioLazer e CulturaBailarinas da Fundação Cultural de Serrana vão participar do festival "Demi Pointe...

Bailarinas da Fundação Cultural de Serrana vão participar do festival “Demi Pointe em Dança”, em Ribeirão Preto

- continua após a publicidade -

No próximo sábado (8), as alunas de Dança do Ventre da Fundação Cultural de Serrana vão se apresentar no festival “Demi Pointe em Dança”, que será realizado no Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto. O espetáculo tem início às 19h30.

As 12 bailarinas, que fazem parte do projeto “Arte de Dançar”, vão mostrar ao público presente duas coreografias da Dança Oriental.

Os ingressos podem ser trocados por um pacote de fraldas geriátrica ou infantil. Todo o material arrecadado pelo festival será doado ao Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Preto.

O Theatro Pedro II fica localizado na Rua Álvares Cabral, 370, Centro.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Sobre o projeto

Desde março deste ano, o projeto “Arte de Dançar” promove aulas de quatro modalidades de dança: Balé Clássico e Contemporâneo, Dança de Rua, Dança de Salão e Dança do Ventre. A iniciativa conta com a participação de cerca de 700 pessoas, entre elas alguns alunos da APAE de Serrana. As aulas são realizadas na sede da Fundação Cultural de Serrana.

As atividades do “Arte de Dançar” acontecem com recursos de incentivo fiscal da Pedra Agroindustrial S/A. O projeto é realizado através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), que destina parte do imposto de renda das empresas e pessoas físicas a projetos incentivados e aprovados pelo Ministério da Cultura.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

😢 Sob Aplausos e Forte Comoção, Corpo de Nahim é Enterrado em Miguelópolis 😢

🕊️ Família Atende Pedido Especial do Cantor em Seu Último Adeus 🕊️

Multinacional abre vagas para auxiliar de logística em Cravinhos

Candidaturas vão até o dia 30 de junho; não é necessário experiência anterior na função

USP Filarmônica apresenta a estreia mundial da ópera O Jovem Rei de Lucas Galon

"Como é estranho estar aqui", pensou o Jovem Rei, cuja mente estava em conflito ao descobrir o luxo e a responsabilidade de sua nova posição. A história fascinante de Oscar Wilde em O Jovem Rei nos transporta para o dilema
- PUBLICIDADE -