InícioFutebolBotafogoMirassol x Botafogo - Casa cheia para o jogo decisivo

Mirassol x Botafogo – Casa cheia para o jogo decisivo

- continua após a publicidade -

A torcida de Ribeirão Preto mobilizou uma caravana com 28 ônibus e lotou o setor visitante.
Já o time da casa aderiu ao projeto Futebol Sustentável para também fazer a sua parte em Mirassol.

CASA CHEIA

Três mil ingressos foram disponibilizados para a torcida do Botafogo, que deve fazer a sua parte fora de casa. O clube vem de vitória por 2 a 1 contra o Bragantino e chegou a sete pontos, dependendo apenas de si para escapar.

O Mirassol está logo a sua frente, com nove pontos, e também em situação complicada. O clube colocou cinco mil ingressos para Futebol Sustentável, mas espera passar de 10 mil pessoas no estádio.

Local –José Maria de Campos Maia – Mirassol (SP)
Árbitro –Luiz Flavio de Oliveira
Assistentes –Daniel Paulo Ziolli e Miguel Cataneo Ribeiro
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Gols = Mirassol 01 x Botafogo 01

Mirassol: Wilson 6′ 1T
Botafogo: Naylhor 46′ 1T

Mirassol

Matheus Aurélio;
Daniel Borges, Riccieli, Leandro Amaro e Alex Ruan; Léo Baiano, Wellington Simião, Jean Carlos (Yuri) e Maílton;
Rodolfo (Felipe Augusto) e Carlão.
Técnico: Moisés Egert.

Botafogo

Darley;
Ednei (Denilson), Naylhor e Plínio; Willian Oliveira, Marlon Freitas, Bruno José, Pará e Nadson; Erick Luís e Rafael Costa.
Técnico: Roberto Cavalo.

O Botafogo entrou da décima-primeira rodada do Paulistão com um só objetivo para o time e para a torcida: escapar do rebaixamento e respirar mais tranquilo no campeonato. A motivação era grande, e essa animação se traduziu nos cerca de 3 mil torcedores que viajaram até Mirassol para acompanhar o Tricolor contra o time da casa.

Mas o jogo não começou como o planejado para o Pantera. Logo aos 6 minutos Alex Ruan cruzou, Wilson cabeceou e abriu o placar para o Mirassol. Com o 1 a 0, o Mirassol adotou uma postura mais defensiva, já que o resultado livrava matematicamente o time do rebaixamento.

O Botafogo pressionava e criava oportunidades de gol, aos 20 minutos Pará cruzou e encontrou Bruno José, que testou consciente, mas a bola parou no travessão; aos 40 Erick Luis fez linda jogada, driblou o zagueiro mas a finalização não passou do goleiro. Aos 47, no último lance do primeiro tempo, veio a redenção. Nadson cobrou escanteio e Naylhor apareceu na área para cabecear e colocar o 1 a 1 no placar.

O segundo tempo continuou no mesmo ritmo, e aos 4 minutos quase veio a virada. Pará cobrou falta no ângulo esquerdo e o goleiro do Mirassol foi buscar na gaveta. O time da casa também levava perigo com Carlão e Rodolfo. Mas apesar do jogo movimentado, a partida terminou mesmo em 1 a 1.

Agora o Botafogo depende apenas das próprias forças na última rodada, contra o Santos, para se manter no Paulistão e garantir uma vaga no Troféu do Interior. Em caso de derrota do São Caetano para o São Paulo, o Pantera automaticamente se mantém na elite do futebol paulista. Botafogo e Santos se enfrentam na quarta-feira, às 21h30, no Estádio Santa Cruz.

Com o empate a decisão fica para a ultima rodada, onde o Botafogo jogara contra o São Paulo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Anvisa alerta sobre risco de miocardite e pericardite pós-vacinação

A Anvisa informa que os Estados Unidos (EUA) relataram a ocorrência de casos de miocardite (inflamação do músculo cardíaco) e de pericardite (inflamação do tecido que envolve o coração) após a vacinação

Campeonato Esportivo movimenta mais de mil alunos das escolas municipais

Cirem será realizado até a 2a quinzena de dezembro

Assistência Social realizará “V Caminhada Mulher Maravilha” neste domingo

Evento promovido pelo NAEM acontece em referência aos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres

Projeto Guri está com inscrições abertas

Crianças e adolescentes de seis a 18 anos podem aprender a tocar um instrumento musical, sem a necessidade de conhecimento prévio

Fogos de artifício: veterinário explica como proteger os animais durante as comemorações

Especialista explica as possíveis reações dos pets e o que pode ser feito para amenizar o pânico e transtornos causados pelas explosões
- PUBLICIDADE -