InícioFutebolBotafogoDepois de 5 jogos sem vitória na raça Botafogo 1 x 0...

Depois de 5 jogos sem vitória na raça Botafogo 1 x 0 Ypiranga

- continua após a publicidade -

Dar um chega pra lá na zika o jogo contra o Ypiranga-RS, no estádio Santa Cruz, pela 11ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, valeu mais do que três pontos na tabela de classificação.
Com a vitória o Fogão manteve a permanência no G4 e Valeu na raça a reabilitação após cinco jogos consecutivos sem vitórias na competição.

Foi suado, mas enfim o Botafogo pôs fim a sequência sem vitórias na Série C do Brasileiro que já durava cinco jogos. Com gol do meia Zotti, o Tricolor passou pelo Ypiranga-RS, por 1 a 0, em duelo realizado na noite deste domingo (31), no Estádio Santa Cruz.

O time mostrou muita aplicação e vontade dentro de campo para superar os problemas das saídas de diversos titulares, como no caso de Danilo Bueno e Samuel Santos, que foram jogar na Europa. O Pantera soma agora 19 pontos e se manteve na terceira colocação do Grupo B.

O próximo compromisso do Botafogo pelo Campeonato Brasileiro da Série C será neste domingo (7), às 11h00, contra o Boa Esporte-MG, no Estádio Dilzon Melo, em Varginha-MG. Para este jogo, o técnico Márcio Fernandes já sabe que não poderá contar com os atacantes suspensos Serginho, pelo terceiro cartão amarelos, e Isac, que foi expulso.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Pantera soma agora 19 pontos e se mantém na 3ª colocação do Grupo B do Nacional.

O JOGO
O Botafogo mostrou desde o começo que estava disposto a fazer as pazes com a torcida e afastar qualquer tipo de desconfiança. Logo aos 4 minutos, Deli deu ótimo passe para Daniel Borges, que ganhou na velocidade do marcador e fez o cruzamento. A bola encontrou Zotti, livre na grande área, e o camisa 10 pegou de primeira para estufar a rede dos gaúchos.

Derli apareceu muito bem logo na sequência. Em boa jogada individual, o volante costurou no meio do sistema de marcação do Ypiranga-RS e deu assistência na medida para Isac. O camisa 7 arrematou da entrada da área e a bola passou muito perto da trave do gol defendido por Carlão.

Depois disso, o Botafogo se preocupou em botar a bola no chão e valorizar a posse de bola. Os visitantes cresceram, mas tiveram dificuldades para entrar na área botafoguense e decidiram apostar em chutes de longa distância. Mesmo assim, Neneca não chegou a ser exigido.

Já na etapa complementar, o jogo passou a ficar mais quente. O que mais contribuiu para isso foi a arbitragem confusa de José Woshington da Silva, que passou a distribuir vários cartões para jogadores do Botafogo e também fez uma série de marcações confusas de faltas.

Túlio Renan teve duas oportunidades para finalizar para os gaúchos, mas esbarrou em Neneca e também em sua falta de pontaria. A única alternativa do Ypiranga-RS foi jogar a bola na área do Tricolor e Neneca e os zagueiros estavam espertos para cortar os lançamentos.

O jogo ficou ainda mais dramático para os botafoguenses quando Isac foi expulso, já aos 41 minutos. O time se fechou na defesa e conseguiu, com muita valentia, segurar o resultado dentro do Estádio Santa Cruz.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO
Neneca; Daniel, Matheus Mancini, Filipe (Mirita) e Diego Pituca; Derli, Rodrigo Thiesen, Helton Luiz e Zotti (Serginho); Diogo Campos e Isac – Técnico Márcio Fernandes

YPIRANGA
Carlão; Negretti, Laerte e Carlos Farias; Marcio, Daniel, Marcelo Labarthe, Danilinho e Sander; João Paulo e Túlio Renan – Técnico Leocir Dall’Astra

ÁRBITRO – José Woshington da Silva (PE)
ESTÁDIO – Santa Cruz
CIDADE – Ribeirão Preto (SP)
HORÁRIO – 19h

foto agencia Botafogo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020

Com apenas 13 anos atleta é a mais jovem na história a conquistar uma medalha para o país

De virada Fogão vence o Ituano e cola no G-4

Com a vitória, o Pantera chegou a 16 pontos —mesma pontuação do Ituano, quarto colocado

Olimpíadas de Tóquio: Oitavas do surfe começam neste domingo com quatro brasileiros

Medina, Italo, Silvana e Tatiana caem na água a partir das 22h

Olimpíadas de Tóquio: Rebeca Andrade dá show e se classifica para três finais

Ginasta vai brigar por medalhas no solo, individual geral e salto, Flávia Saraiva conseguiu a vaga na final na trave.

Universidade federal terá cotas para detentos, ex-presidiários e refugiados

Ser bandido virou bom negocio no Brasil, com aplauso do PSOL a decisão penaliza o cidadão de bem
- PUBLICIDADE -