InícioFutebolBotafogoCom time fraco, Botafogo cai para serie C do Brasileiro

Com time fraco, Botafogo cai para serie C do Brasileiro

Depois de muitos erros de planejamento, contratações e dentro de campo, o Pantera sacramentou o descenso para o andar de baixo

- continua após a publicidade -

Nesta semana o Botafogo dependia de vitória para tentar se manter na serie B, mas como foi em todo o campeonato, o time não correspondeu e perdeu mais uma em casa.

A pífia campanha com 8 vitórias, 10 empates e 18 derrotas, até a 36ª rodada, não foi uma novidade para o clube. O erro de planejamento começou no Paulistão – campeonato em que o Botafogo escapou da degola somente na última rodada – e terminou de forma vexatória na Série B.

O Botafogo perdeu do CSA por 3 a 1, nesta terça-feira (19), no Estádio Santa Cruz, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. 

O gol botafoguense foi marcado pelo zagueiro Walisson Maia, aos 31 minutos do segundo tempo. Já o time alagoano marcou com Nadson, aos 38 minutos da etapa inicial. No segundo tempo, Rodrigo Pimpão, aos 26, e Pedro Júnior, aos 42, fizeram o segundo e o terceiro, respectivamente. 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Com o resultado, o Pantera continua na 19ª colocação com 34 pontos, cinco a menos do que o Náutico, primeiro clube fora da zona de rebaixamento e que possui um jogo a menos. O time pernambucano enfrenta o Oeste nesta quarta-feira em casa. 

Agora, o Tricolor pega o Vitória na próxima terça-feira (26), às 21h30, no Barradão, em Salvador, pela penúltima rodada do campeonato. 

Wellington Tanque - Botafogo de Ribeirão Preto
Wellington Tanque / Foto: Divulgação

O JOGO

O Botafogo entrou em campo com quatro novidades em relação ao empate diante do América-MG. No sistema defensivo, Martineli substituiu Romão, suspenso. No meio de campo, Matheus Anjos entrou no lugar de Ronald, que também cumpriu suspensão. Assim, Bady foi mantido e atuou ao lado do camisa 10. No ataque, Michel Douglas retornou na vaga de Judivan. 

No início da partida, o Tricolor teve dificuldades. Assim, o CSA dominou os 15 minutos iniciais. Mesmo assim, o goleiro Igor Bohn não foi exigido. 

Depois dos 15 minutos, o Pantera melhorou e chegou com perigo. No primeiro lance, Jeferson inverteu para Martineli, que segurou a bola e devolveu para o camisa 39. O lateral/ponta, porém, não conseguiu dominar. Três minutos depois, Jeferson teve um gol anulado por impedimento. 

Aos 26 minutos, após boa troca de passes no sistema ofensivo, Matheus Anjos colocou no ângulo, mas o goleiro Matheus Mendes saltou para evitar o gol. 

Quando o Botafogo estava melhor em campo, o adversário abriu o placar. Aos 39 minutos, Nadson completou de cabeça uma bola enfiada e colocou no canto: 1 a 0. 

Ainda na etapa inicial, o Pantera quase empatou. Val recebeu na intermediária e finalizou forte para outra boa defesa de Matheus Mendes. 

No segundo tempo, o Tricolor começou procurando o ataque, enquanto o CSA se defendia atrás da linha do meio de campo e apostava nos contragolpes. Desta forma, o time alagoano ampliou. Aos 27, após cruzamento da esquerda, a bola sobrou para Pimpão, que só tirou de Igor Bohn e fez: 2 a 0. 

O Botafogo não desistiu e conseguiu diminuir. Quatro minutos depois, Matheus Anjos cobrou escanteio e Maia subiu para cabecear e fazer: 2 a 1.

Pouco tempo depois, o Tricolor quase empatou. Após uma boa troca de passes, Ortega recebeu na grande área e mandou para fora. 

Moacir Júnior lançou o time para o ataque. Porém, Pedro Júnior, aos 42, definiu o marcador no contra-ataque. 

BOTAFOGO X CSA
LOCAL:
 Estádio Santa Cruz
DATA: 19 de janeiro, terça-feira
HORÁRIO: 19h15 (de Brasília)
ÁRBITRO: Wanderson Alves de Souza
ASSISTENTES: Marcos Vinicius Gomes e Ricardo Junio de Souza
CARTÕES AMARELOS: Róbson e Bolt (Botafogo); Paulo Sérgio (CSA)
CARTÃO VERMELHO: Rafinha (Botafogo)
GOLS: Nadson, aos 39 minutos do primeiro tempo (CSA); Rodrigo Pimpão, aos 26 minutos do segundo tempo (CSA), Walisson Maia, aos 31 minutos do segundo tempo (Botafogo); Pedro Júnior, aos 42 minutos do segundo tempo (CSA)
BOTAFOGO: Igor Bohn; Raniele (Cássio Ortega), Róbson, Walisson Maia e Martineli (Matheus Índio); Victor Bolt, Val Matheus Anjos e Bady (Judivan; Jeferson e Michel Douglas (Rafinha). Técnico: Moacir Júnior.
CSA: Matheus Mendes; Cedric (Rafinha), Cleberson, Luciano Castan e Diego Renan; Geovane, Yago (Andrigo), Nadson (Rafael Bilu) e Gabriel; Rodrigo Pimpão (Pedro Júnior) e Paulo Sérgio (Pedro Lucas). Técnico: Mozart

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Integra da carta de uma mãe que querem calar

A notícia incomoda, não sendo divulgada na grande mídia, mas tem o apoio dos médicos pela vida. Uma vitima entre quantas escondidas?

Fábrica clandestina de cigarros é fechada

O espaço era grande e tinha total estrutura para produção irregular dos cigarros e até mesmo para venda com "Caixas, maquinários, embalagens, uma estrutura completa.

Ipem-SP detecta fraude em veículo-tanque em Ribeirão Preto

A Polícia Militar foi acionada após a constatação da fraude

SÃO TOMÉ DAS LETRAS: O QUE FAZER NA CIDADE MÍSTICA DE MINAS GERAIS

Dica de turismo para você fugir da cidade e passar um final de semana ou se programar para o próximo feriado.

Museu Casa de Portinari promove Música no Coreto, neste sábado (18)

Realizada na praça Martim Moreira, a apresentação contará com repertório de música popular; gratuita e respeitando todos os protocolos de segurança
- PUBLICIDADE -