Início Educação Como os pais podem ajudar os filhos para o ENEM e Vestibulares?

Como os pais podem ajudar os filhos para o ENEM e Vestibulares?

Não esqueça de comentar que é apenas uma prova e diga que, se tiver dedicação, independente do resultado, vocês estarão sempre com ele.

- continua após a publicidade -

Leonardo Chucrute, diretor geral do Colégio e Curso Progressão

As provas do Enem 2019 serão aplicadas nos dias 03 e 10 de novembro. É de extrema importância a participação da família nesse momento em que os candidatos, muitas vezes, sentem-se pressionados e inseguros.

A participação dos pais nesse processo é fundamental. Nessa época, os jovens se sentem pressionados e confusos em relação à profissão. O grande suporte precisa ser na motivação e na orientação. Portanto, não deixe o jovem desanimar.

Para isso, o diálogo é essencial. Mantenha um bom canal de comunicação aberto com os filhos. Entenda que esse momento, em alguns casos, é o período de angústia. Compreenda o lado dele. Muitos jovens têm dúvidas sobre qual carreira seguir. Essa é uma questão de grande importância, porque vai determinar o futuro de cada um. Por isso, é preciso ter cautela.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Além da motivação, os pais podem auxiliar mostrando a realidade financeira do país, ajudando-os a pesquisar as áreas que vêm crescendo no mercado, onde vai ter mais demanda e possibilidades de atuação, onde faltará profissionais qualificados e verificar as profissões mais concorridas ou com pouco emprego.

É importante ressaltar que o mercado mudou e está em constante mudança. O empregador não procura especialistas e, sim, “multiespecialistas”, onde o gestor observa o espírito de equipe, liderança, dentre outras coisas. Claro que é preciso levar em consideração as habilidades vocacionais. Não adianta o jovem desejar uma profissão que cresce e querer ir por esse caminho, mas não suporta a profissão. Ele precisa se identificar e ver quais suas preferências.

Em relação à cobrança, vale destacar que ela é necessária. Devemos cobrar de nossos filhos. Mas isso deve ser feito com sabedoria. Eu falo sempre que devemos repreender e ao mesmo tempo dar carinho. O segredo é como dosamos isso. Expressões como, por exemplo, “fique tranquilo”, “você vai conseguir, pois você está estudando”; “quem planta, colhe; assim como quem planta vento colhe tempestade”. São formas de incentivar, mas, ao mesmo tempo, mostrar a importância do esforço.

Já em relação ao dia das provas, a família pode ajudar fazendo com que os filhos tenham hábitos saudáveis. Para um bom desempenho, é aconselhável que não se ingira nada muito pesado, para não correr o risco de passar mal na véspera ou no dia. A mente é reflexo do seu corpo e de seus hábitos. Mostre para ele que a disciplina, em todos os aspectos, é fundamental para conseguir êxito em concurso vestibular ou concurso.

Acima de tudo, os pais devem mostrar que estão do lado de seus filhos, torcendo e apoiando. Por isso, use sempre palavras de incentivo. Não esqueça de comentar que é apenas uma prova e diga que, se tiver dedicação, independente do resultado, vocês estarão sempre com ele.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Confira discurso do presidente Bolsonaro na Cúpula do Clima

O presidente Jair Bolsonaro participou hoje (22) da Cúpula do Clima. O evento virtual, que começou hoje (22) e vai até amanhã

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em agosto

Também hoje, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de dígito final 4 poderão sacar o benefício.

Onda de frio chega ao Brasil na próxima semana

Uma frente fria avança para o Brasil no próximo fim de semana, 23 e 24 de abril, e traz uma massa de ar frio, de origem polar, com intensidade moderada a forte.

Sertãozinho abre processo seletivo para estágio em serviço social

Serão selecionados 15 estagiários. Inscrições devem ser feitas até 27 de abril.

COVID-19 leva a escalada de mortes e colapso de hospitais no Peru

Uma onda brutal da doença atingiu o país nas últimas semanas, resultando em hospitais superlotados, enquanto o acesso à vacinação continua sendo um grande desafio
- PUBLICIDADE -