InícioEducaçãoComo consultar o seu local para as provas do Enem 2020.

Como consultar o seu local para as provas do Enem 2020.

INEP divulgou nesta terça-feira (05) as datas e locais para realização das provas impressas e digitais do Enem 2020.

- continua após a publicidade -

A partir da manhã desta terça-feira (05), os estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), podem consultar o seu cartão de confirmação de inscrição, por onde poderão consultar o local onde devem fazer a prova.

Para ter acesso ao cartão e consultar o local de sua prova os estudantes devem acessar a página do participante no site do INEP ou através do aplicativo oficial do Enem disponível na Play Store e na App Store. No cartão de confirmação também consta o número de inscrição, o registro da data e hora do Enem e a confirmação caso tenha solicitado atendimento especializado para o dia da prova.

É recomendado que você imprima o documento e leve no dia da realização da prova, junto com um documento oficial com foto além de sua caneta preta.

Segundo o Inep, o sistema tem funcionado sem problemas e algumas reclamações em redes sociais sobre dificuldade de acesso podem ter sido causadas por tentativas de acesso durante a madrugada, quando o cartão de confirmação ainda não estava disponível.

Datas do Enem 2020

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Pela primeira vez, além das provas impressas o Enem terá uma versão da prova aplicada virtualmente. A edição impressa do Enem será nos dias 17 e 24 de janeiro, a versão digital será aplicada para 100 mil inscritos, desta vez nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Ao todo, 5.783.357 inscritos foram confirmados.

Em alguns casos específicos, como quando houver problemas estruturais no local das provas, o exame poderá ser reaplicado. As datas para isso são 24 e 25 de fevereiro. Nessas datas, as provas serão aplicadas também para as pessoas que estiverem privadas de liberdade. Em todas as situações, o resultado do Enem está marcado para ser divulgado em 29 de março.

As datas da atual edição do Enem foram divulgadas em junho, após o Ministério da Educação anunciar o adiamento do exame, que seria realizado em novembro, em razão da pandemia de covid-19. À época, estudantes fizeram campanha para que o governo ou o Congresso adiassem as provas.

Reaplicação por doença

Também poderá pedir para participar da reaplicação da prova em fevereiro quem estiver diagnosticado com covid-19, nas primeiras datas de realização das provas. A solicitação poderá ser feita na Página do Participante do Enem.

O mesmo serve para outras doenças infectocontagiosas. São elas: coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, e varicela.

O Inep orienta o participante que seja acometido por sintomas de qualquer dessas doenças no dia ou na véspera da realização do Enem a entrar em contato também pela Central de Atendimento, no número 0800-616161, de modo a agilizar a análise do caso.

Como será o Enem Digital

Apesar de ser anunciado como novidade para 2020, a aplicação digital da prova já é debatido pelo MEC desde 2015. Esse ano, no entanto, a aplicação de forma digital ao invés dos tradicionais cadernos impressos será feita em formato piloto, para apenas 2% dos mais de 5 milhões de estudantes esperados nos dias de provas.

E não há motivo para grandes preocupações. A migração das provas para o formato digital será gradual. De acordo com os planos do Inep, o ENEM só será totalmente digital em 2026. São seis anos para escolas e alunos poderem se adaptar.

Como funciona o Enem Digital na prática?

Basicamente, o Enem Digital é a versão informatizada do Enem.

Os participantes farão as provas diretamente nos computadores de laboratórios de informática em diversas faculdades e escolas brasileiras, ou seja, as provas serão realizadas com segurança e monitoramento, assim como as impressas, a versão digital da prova não significa que as provas poderão ser feitas de casa, por exemplo.

Os computadores utilizados para a versão digital do Enem serão fornecidos pelos locais de prova e durante a aplicação do exame, não terão acesso à internet.

As provas aplicadas no formato impresso e no Enem Digital serão diferentes, mas o tempo para resolução e a dificuldade das questões serão as mesmas. Dessa forma, a igualdade será garantida pela Teoria da Resposta ao Item, a TRI, que é usada para fazer o cálculo da nota do Enem.

O Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) avalia o desempenho do estudante e colabora para:

  • Acesso à educação superior: Sisu | Prouni | instituições portuguesas.
  • Acesso a financiamento e apoio estudantil: Fies | Prouni.
  • Autoavaliação
  • Desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.

Dividido em dois dias, os estudantes farão 04 provas objetivas, com 45 questões de múltipla escolha cada dos seguintes temas:

  • Linguagens, códigos e suas tecnologias.
  • Ciências humanas e suas tecnologias.
  • Ciências da natureza e suas tecnologias.
  • Matemática e suas tecnologias.

Os estudantes também precisam desenvolver uma redação de no máximo 30 linhas. Um texto dissertativo-argumentativo desenvolvido a partir de uma situação-problema (tema), sugerido.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -