Início Economia Servidores que embolsaram auxílio emergencial serão demitidos

Servidores que embolsaram auxílio emergencial serão demitidos

Servidores que embolsaram os R$600 serão demitidos a bem do serviço público e responderão por crimes como peculato e falsidade ideológica.

- continua após a publicidade -

Após constatar que impressionantes 396.316 servidores fraudaram o auxílio emergencial de R$600 pagos pelo governo a pessoas pobres, o próximo passo do governo, por meio da Controladoria Geral da União (CGU) será “separar o joio do trigo” para depois “literalmente, cortar cabeças”, segundo o ministro Wagner Rosário afirmou à coluna.

Serão poupados só aqueles cujos nomes e CPFs foram usados por golpistas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Servidores que embolsaram os R$600 serão demitidos a bem do serviço público e responderão por crimes como peculato e falsidade ideológica.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Entre os 396.316 agentes públicos que afanaram quase R$280 milhões (exatos R$279.674.400,00) estão 17.551 militares da União.

A CGU também identificou um total de 7.236 servidores federais, mas a grande maioria (371.529 servidores) está no DF, estados e municípios.

O ministro-chefe da CGU afirmou que tem como identificar os servidores que cometeram fraude para se apropriar do dinheiro público do auxílio.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Ação do Dia Mundial da Limpeza recolheu 5 toneladas de resíduos sólidos em Ribeirão Preto

Centenas de pessoas participaram do evento. Material recolhido foi encaminhado para destinação adequada

Da ala bolsonarista raiz Rodrigo Junqueira traz o PSL para disputa real a prefeitura

Entenda o que esta em jogo nas eleições de 2020, e quais os reais interesses para o futuro de Ribeirão Preto

O desespero do “Fique em Casa”, impediu a visão dos mais humildes ou desinformados

A politica da "reclusão" do povo, exemplificando o Estado de São Paulo, com a impossibilidade de tratamento antecipado de muitas pessoas, atrapalhou um resultado promissor

O preço do arroz subiu, e agora? Bora substituir o cereal em grande estilo

O chef Melchior preparou uma receita saborosa com um acompanhamento ideal para substituir o arroz e salvar o seu bolso em grande estilo.

Mortes no trânsito sobem na região de Ribeirão Preto

Vítimas fatais aumentam em 17% no mês de agosto segundo o Infosiga SP. Índices reduziram em todo o Estado