Início Economia Bolsonaro entrega à Câmara projeto para privatização dos Correios

Bolsonaro entrega à Câmara projeto para privatização dos Correios

Cabide de emprego, serviço prestado ruim e caro, os correios tem um custo muito alto para o contribuinte. O que o mercado precisa é de concorrência.

- continua após a publicidade -

O governo federal avançou na noite desta quarta-feira, 24, na proposta de desestatização dos Correios. Acompanhado dos ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Fábio Faria (Comunicações), o presidente Jair Bolsonaro entregou o projeto de lei (PL) à Câmara dos Deputados. O documento foi deixado diretamente nas mãos do presidente da Casa legislativa, Arthur Lira (PP-AL).

O projeto entregue pelo Executivo ao Poder Legislativo não se resume à desestatização dos Correios.

De acordo com a equipe de comunicação do Palácio do Planalto, o PL em questão propõe a criação do Marco Regulatório para o serviço postal no país. Com a privatização da atual companhia estatal — e que tem a premissa de atuar sozinha na área —, a ideia é abrir possibilidades para empresas atuarem no segmento, sob o futuro acompanhamento da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a funcionar como órgão regulador.

Em nota, o governo pontua ainda que o trabalho em relação ao futuro dos Correios vai além da entrega do PL a Lira. Fala-se nesse sentido em realizar estudos e debates para analisar qual seria a melhor forma de desestatização no caso. Como exemplos, o Palácio do Planalto citou a possibilidade de venda direta de todos os ativos da companhia. A venda do controle majoritário da União ou até mesmo a venda de apenas parte da empresa também foram mencionados.

“Participação da sociedade e do mercado por meio de audiências públicas”

“O processo inclui a análise pelo Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) e a participação da sociedade e do mercado por meio de audiências públicas. Por fim, o edital será remetido ao Tribunal de Contas da União (TCU) e liberado para a realização do leilão tão logo seja aprovado pela Corte”, informa o governo no comunicado enviado à imprensa.

arquivo pessoal
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Correios na agenda desestatizante

O PL entregue à Câmara é mais um passo dado pelo governo federal rumo ao desinchaço do Estado. Conforme registrado anteriormente, parques nacionais e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) foram incluídos em programas de privatizações (também denominado de parceria público-privado).

Nesta semana, sinalizou-se positivamente em relação à privatização da Eletrobras

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

COVID-19 leva a escalada de mortes e colapso de hospitais no Peru

Uma onda brutal da doença atingiu o país nas últimas semanas, resultando em hospitais superlotados, enquanto o acesso à vacinação continua sendo um grande desafio

Prefeito Greca sofre derrame mas não tem nada com a coronavac

Este é o que criou projeto de lei para multar quem distribuir comida a sem-teto sem autorização em Curitiba. Esperamos que ele esteja se alimentando no Hopital.

Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra a covid-19

estes medicamentos apresentaram uma redução de 70,4% na hospitalização e mortes.

Feriado de Tiradentes: veja o que abre e o que fecha em Ribeirão Preto

Serviços essenciais estão mantidos, assim como a vacinação contra a Covid-19 seguirá normalmente.

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em julho

Trabalhadores informais nascidos em julho começam a receber hoje (20) a nova rodada do auxílio emergencial.
- PUBLICIDADE -