InícioCulinariaMaioria dos restaurantes Bom Prato abrirão na segunda-feira de Carnaval e na...

Maioria dos restaurantes Bom Prato abrirão na segunda-feira de Carnaval e na quarta-feira de Cinzas

- continua após a publicidade -

Dos 52 restaurantes Bom Prato do Estado de São Paulo, 31 estarão abertos na segunda-feira de Carnaval, dia 12 de fevereiro. Na quarta-feira de Cinzas, dia 14, somente cinco unidades estarão fechadas. Já no dia 13, feriado nacional, todos os restaurantes fecharão.

FUNCIONAMENTO DAS UNIDADES

CARNAVAL DE 2018

Unidades Segunda-feira (12/02) Terça-feira de Carnaval (13/02) Quarta-feira (14/02)
25 de Março SIM NÃO SIM
Araraquara SIM NÃO SIM
Bauru SIM NÃO SIM
Botucatu NÃO NÃO SIM
Brás NÃO NÃO SIM
Brasilândia NÃO NÃO SIM
Campinas SIM NÃO SIM
Campo Limpo SIM NÃO SIM
Campos Elíseos SIM NÃO SIM
Capão Redondo SIM NÃO SIM
Carapicuíba SIM NÃO SIM
Cidade Ademar SIM NÃO SIM
Ferraz SIM NÃO SIM
Franca SIM NÃO SIM
Grajaú SIM NÃO SIM
Guaianases NÃO NÃO SIM
Guarujá NÃO NÃO SIM
Guarulhos NÃO NÃO SIM
Heliopólis SIM NÃO SIM
Itaim Paulista NÃO NÃO SIM
Itaquaquecetuba SIM NÃO SIM
Itaquera NÃO NÃO SIM
Jundiai SIM NÃO SIM
Lapa NÃO NÃO SIM
Limão NÃO NÃO SIM
Limeira SIM NÃO NÃO
Marilia SIM NÃO SIM
Mogi das Cruzes SIM NÃO SIM
Osasco SIM NÃO SIM
Paraisópolis SIM NÃO SIM
Perus SIM NÃO SIM
Quarentenário NÃO NÃO NÃO
Ribeirão Preto NÃO NÃO NÃO
Rio Claro* SIM

*somente almoço

NÃO SIM

*somente almoço

Santana SIM NÃO SIM
Santo Amaro SIM NÃO SIM
Santo André SIM NÃO SIM
Santos NÃO NÃO SIM
Santos III NÃO NÃO SIM
Santos ZN NÃO NÃO SIM
São Carlos SIM NÃO SIM
São José do Rio Preto SIM NÃO SIM
São José dos Campos SIM NÃO SIM
São Mateus SIM NÃO SIM
São Miguel Paulista NÃO NÃO NÃO
São Vicente NÃO NÃO NÃO
Sorocaba NÃO NÃO SIM
Suzano NÃO NÃO SIM
Taboão da Serra SIM NÃO SIM
Taubaté* NÃO NÃO SIM

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

*somente almoço

Tucuruvi SIM NÃO SIM
Vila Nova Cachoeirinha NÃO NÃO SIM

Sobre o Bom Prato

Criado há 17 anos, a rede de restaurantes populares oferta alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã) com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No Estado de São Paulo, o Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e atende diariamente mais de 87 mil refeições. Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 193 milhões de refeições e investiu mais de R$ 530 milhões no programa. Além disso, serviu 300 mil toneladas de alimentos e 200 milhões de frutas.

Há 52 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, nove na Grande São Paulo, seis no litoral e 15 no interior. O almoço tem custo de R$ 1,00. A alimentação é balanceada com 1.200 calorias, composta por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa.

O café da manhã é oferecido leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário. Em setembro de 2011, o café da manhã foi implantado em todos os restaurantes. Crianças até seis anos têm a refeição gratuita.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Organização IYF e empresas parceiras adotam como missão o desenvolvimento social e econômico do país

A essência da responsabilidade social está em adotar atitudes benéficas e proativas para a sociedade e o meio ambiente.

Cerca de 40 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19

Dados são Vigilância Epidemiológica, que conclama a população a procurar os postos de vacinação e manter o controle da doença

“Concertos Internacionais” apresenta homenagem a Astor Piazzolla

Concerto será transmitido no dia 23 de outubro, às 19h, como parte das comemorações de 91 anos do Theatro Pedro II

Nogueira quer que você receba agua do Rio Pardo nas torneiras

Hoje a agua do DAERP é do aquífero guarani, uma agua mineral será substituída por aguas do Rio Pardo. Você aprova esta mudança?

Atenção: Alerta para tentativa de golpe contra aposentados

Instituto de Previdência orienta beneficiários a não informar dados pessoais ou bancários
- PUBLICIDADE -