InícioClimaCelulares atrasam uma hora mesmo sem horário de verão; veja como corrigir

Celulares atrasam uma hora mesmo sem horário de verão; veja como corrigir

Você não conseguiu acertar seu relógio? Veja na matéria o passo a passo para corrigir o horário. A partir de 2020 o horário não muda.

- continua após a publicidade -

Horário de verão revogado

Revogado por decreto assinado em abril de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro, o horário de verão caiu após o governo considerar estudos que analisaram a economia de energia no período e como o relógio biológico da população é afetado.

No ano passado, o Google publicou um anúncio oficial recomendando que usuários de Android no Brasil alterassem as configurações automáticas de data e hora; saiba como fazer isso. O Google sugeriu manter a desativação até este domingo, dia 16 de fevereiro.

foto arquivo

Veja como corrigir o relógio do seu celular.

Aparelhos Android:

– Toque em “Configurar”;
– Toque na opção “Data e hora”;
– Desmarque a opção “Data e hora automáticas”
– Configure manualmente a hora correta

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Aparelhos iPhone:

– Entre na opção “Ajustes” da tela principal
– Toque na opção “Geral”
– Toque na opção “Data e Hora”
– Desabilite a opção de configuração do relógio “Automaticamente”
– Configure manualmente o horário correto

foto arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -