InícioAtualidadesRéveillon 2022: Veja o que abre e o que fecha na véspera...

Réveillon 2022: Veja o que abre e o que fecha na véspera e no feriado

O horário de funcionamentos dos serviços públicos e do comércio sofre alterações nesta sexta-feira (31) e sábado (1º).

- continua após a publicidade -

Comércio

  • 30/12: das 9h às 18h
  • 31/12 (sexta-feira, véspera de Ano Novo): das 9h às 18h
  • 1º/1/22 (Ano Novo): comércio fechado
  • 2/1/22: comércio fechado
Calçadão de Ribeirão Preto
Calçadão de Ribeirão Preto. / Foto: Arquivo.

Shopping Iguatemi

  • 30/12: lojas e quiosques funcionam das 10h às 22h. Os restaurantes e a praça de alimentação abrem das 11h às 22h;
  • 31/12 (sexta-feira, véspera de Ano Novo): lojas e quiosques funcionam das 10h às 16h. Os restaurantes e a praça de alimentação abrem das 11h às 16h;
  • 1º/1/22 (Ano Novo): lojas e quiosques não funcionam. Os restaurantes e a praça de alimentação abrem de forma opcional das 11h às 22h.

Novo Shopping

  • 31/12 (sexta-feira, véspera de Ano Novo): lojas, quiosques, restaurantes e a praça de alimentação funcionam das 10h às 18h.

Ribeirão Shopping

  • 30/12: abertura normal
  • 31/12 (sexta-feira, véspera de Ano Novo): lojas, quiosques, restaurantes e a praça de alimentação funcionam das 10h às 18h.
  • 1º/1/22 (Ano Novo): lojas fechadas e áreas de alimentação e lazer têm abertura facultativa;
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Shopping Santa Úrsula

  • 30/12: abertura normal
  • 31/12 (sexta-feira, véspera de Ano Novo): lojas, quiosques, restaurantes e a praça de alimentação funcionam das 10h às 18h.
  • 1º/1/22 (Ano Novo): lojas fechadas e áreas de alimentação e lazer têm abertura facultativa;

O horário de funcionamentos dos serviços públicos e do comércio sofre alterações nesta sexta-feira (31) e sábado (1º).

  • Repartições públicas: permanecem fechadas de sexta-feira até domingo (2), voltando à normalidade na segunda-feira (3)
  • Saúde: a UBDS Vila Virgínia e as UPAs Leste, Oeste e Norte funcionam 24 horas
  • Bosque Fábio Barreto: funciona normalmente durante os dias 30 e 2 de janeiro. Já na sexta e no sábado não abre para visitação
foto divulgação
  • Transporte: as centrais de vendas da Rua São Sebastião fecham de sexta-feira até domingo. Já o posto da Praça da Bandeira funciona na sexta das 7h às 15h, fechando sábado e domingo. O terminal Dra. Evangelina de Carvalho Passig funciona sexta e sábado das 6h às 20h, e no domingo em expediente normal, das 6h às 23h. O terminal do Ribeirão Shopping funciona das 6h às 18h na sexta e no sábado e domingo, funciona das 6h às 14h. Já o terminal do Hospital das Clínicas atende das 6h às 12h na sexta, e permanece fechado sábado e domingo. Os terminais urbanos do Jardim São José, Vila Abranches, Ribeirão Verde, José Sampaio e Bonfim Paulista funcionam das 6h às 14h na sexta-feira e permanecem fechados no fim de semana.
  • Guarda Civil Municipal: funciona 24 horas. O telefone é o 153
  • Defesa Civil: atende 24 horas para casos de enchente, calamidades públicas ou desabamentos. O telefone é o 199

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O nosso adeus a Miguel Liporassi

Ribeirão Preto perde Miguel Liporassi: Não era polêmico nem agressivo, era respeitado pela qualidade, voz e equilíbrio nos comentários. E pela postura com os colegas, leal, ficava longe das intrigas de bastidores.

PREVISÕES DO TAROT EM JULHO DE 2022

As previsões para Julho de 2022, trazem transformação nas finanças, amor, relação familiar

Vice de Lula tem novamente bens bloqueados pelo Ministerio Publico

Justiça Eleitoral determina bloqueio de R$ 11,3 milhões em bens de Geraldo Alckmin no caso Odebrech

Multas no corredor de onibus da Vargas começa nesta Segunda-feira (4)

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, transitar pela faixa exclusiva de ônibus é considerada infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Congresso mundial online reunirá milhões de pessoas para falar sobre “paz”

Como sentir paz e tranquilidade apesar dos desafios provocados pelo aumento do custo de vida, da violência, dos desastres naturais, do ódio e das guerras?
- PUBLICIDADE -