Home » Cidades » GCM recebe curso de capacitação para uso de armas menos letais

GCM recebe curso de capacitação para uso de armas menos letais

32 guardas civis municipais recebem treinamento de 12 horas e passarão a portar equipamento a partir de agora

foto divulgação

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Ribeirão Preto finalmente poderá utilizar em serviço as armas menos letais (Spark) recebidas do governo federal em 2014. São 100 kits com (dispositivos elétricos e incapacitantes) e 300 espargidores, além de dois micro-ônibus, quatro motocicletas e quatro viaturas. Todos foram recebidos como parte de um pacote do programa “Crack é possível vencer” do Ministério da Justiça.

Os veículos já vêm sendo utilizados, porém as armas não letais necessitavam de uma autorização da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) que, após muitos esforços, saiu há alguns dias.

foto divulgação

“Só agora tivemos o aval por escrito da Senasp para darmos andamento ao curso”, disse a superintendente da GCM de Ribeirão Preto.

Dessa forma, o comando da GCM pode contratar o curso de capacitação para os profissionais receberem o treinamento e a partir desta quinta-feira, dia 20, já estão aptos a utilizar as armas menos letais.

O curso de 12 horas é dividido em duas partes: teórica e prática, e oferecido por um profissional da Guarda Civil Municipal de Limeira, cidade a 179 quilômetros de Ribeirão Preto e que já utiliza as armas menos letais desde 2004.

“No trabalho do Guarda Civil Municipal, ele não faz uso diário de um armamento letal, têm situações que requer o quê? Conversa e algumas técnicas de mobilização não letais. Então a Spark é para diminuir esse conflito com arma de fogo, porque ele vai usar um equipamento que pode conter alguém sem causar maiores danos”, explica o diretor operacional da GCM de Limeira, Tarciso Alegre.

Segundo Mônica Noccioli, agora são 32 GCMs da corporação fazendo o curso, mas o objetivo é capacitar até 190 guardas.

“Na verdade, é o primeiro treinamento, um curso-piloto. Nós selecionamos equipes que fazem patrulhamento nas UBSs, parques municipais e escolas, uma de cada setor, mas consequentemente todos farão”.

foto divulgação

Comente

Deixe uma resposta