InícioTurismoRIBEIRÃO PRETO TEM AUMENTO DE 15,5% NA OFERTA DE VOOS, DIZ ESTUDO

RIBEIRÃO PRETO TEM AUMENTO DE 15,5% NA OFERTA DE VOOS, DIZ ESTUDO

Segundo levantamento do Centro de Inteligência da Economia do Turismo, aéreas bateram em 38% a meta de novas frequências em todo o Estado de São Paulo após redução do ICMS sobre o querosene

- continua após a publicidade -

O aeroporto de Ribeirão Preto teve aumento de 15,5% na oferta de voos no segundo semestre de 2019 em comparação com o mesmo período de 2018, como efeito da redução do ICMS sobre o querosene de aviação no Estado de São Paulo. A região fechou o semestre com 3.922 frequências aéreas (uma média de 20 por semana), ante 3.396 de julho a dezembro de 2018. É o que mostra levantamento feito pelo Centro de Inteligência da Economia do Turismo (CIET), da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, em parceria com a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR) e a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Hoje, o aeroporto de Ribeirão opera voos para 14 cidades brasileiras em dez estados. Com exceção dos principais aeroportos paulistas – Congonhas, Guarulhos e Viracopos – o de Ribeirão tem a maior conectividade do Estado.

Em todo o Estado, as companhias Azul, Gol, Latam e Passaredo abriram 676 novas frequências aéreas semanais a partir dos aeroportos paulistas. O resultado ultrapassou em 38% o compromisso assumido inicialmente pelas empresas de criar 490 novas frequências após a redução do imposto.

“Esse resultado demonstra a correção da medida adotada pelo Governo do Estado, que está distribuindo desenvolvimento por todas as regiões”, disse Vinicius Lummertz, secretário estadual de Turismo.

O aumento da oferta teve impacto em todo o Brasil, com novas frequências para 21 estados e o Distrito Federal. No interior paulista, três novos aeroportos passaram a receber voos regulares: Araraquara, Barretos e Franca, totalizando dez regiões atendidas, sem contar Campinas, Guarulhos e a capital. Mais três estão em previsão para 2020: Guarujá, São Carlos e Votuporanga – todas dependendo de obras de infraestrutura a serem feitas pelas prefeituras ou pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp).

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Sete novos aeroportos de outros estados passaram a receber voos de São Paulo: Guarapuava (Paraná), Montes Claros e Uberaba (Minas Gerais), Rio Branco (Acre), Macaé e Jacarepaguá (Rio de Janeiro) e Sinop (Mato Grosso).

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Dois lotes de parques municipais serão administrados por iniciativas privadas

Gestão e encerramento do contrato (até cinco anos de contrato com a possibilidade de prorrogação por mais cinco anos).

Ribeirão Preto estende abertura do comércio a partir desta sexta-feira, dia 30

Medida se antecipa ao Plano São Paulo. Veja como ficam os horários.

GCMs realizam doação de sangue em Ribeirão Preto

Ação contribuiu com o estoque de sangue do hospital São Lucas; tipos O-, O+ e A - são os mais críticos, com menos da metade das bolsas necessárias

Brasil gera 309 mil empregos formais em junho

Governo deve lançar programas para inclusão de jovens no mercado

Anvisa alerta sobre casos de Guillain-Barré após vacinação

A Anvisa explica que a SGB é um distúrbio neurológico autoimune raro, no qual o sistema imunológico danifica as células nervosas.
- PUBLICIDADE -