InícioTurismoCrise financeira muda hábitos de viagem de mais de 64% dos brasileiros

Crise financeira muda hábitos de viagem de mais de 64% dos brasileiros

- continua após a publicidade -

Para centenas de cidades no Brasil, o mês de novembro reserva três feriados, o dia de Finados (2), a Proclamação da República (15) e o Dia da Consciência Negra (20), com os dois últimos, formando uma super folga de seis dias. Com isso, temos várias oportunidades de relaxar e fazer uma viagem até mais comprida devido a essa conjunção de datas.

Mas, será que com a crise, o povo brasileiro mudou seus hábitos de viagens? Um estudo realizado pela Toluna, empresa fornecedora líder de insights do consumidor para a economia sob demanda, com 1.247 pessoas, mostra que 64% das pessoas afirmaram que sua rotina de viagens será alterada. Entre os que confirmaram as mudanças, 63% falaram que o fizeram devido a uma diminuição de renda da família, com 22% afirmando que decidiram investir em outras áreas e 15% perderam o emprego e priorizaram uma recolocação profissional.

Entre as medidas que as pessoas usam para economizar 50% disseram que trocaram a hospedagem por locais mais baratos e 33% afirmaram que não viajam mais.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

“Esse feriado de 2018 é uma grande oportunidade de se procurar ofertas tanto no transporte quanto na acomodação, mas, é preciso ficar atento para que isso não acabe estragando uma data que, se tudo correr bem, pode ser importante para o descanso e diversão. A pesquisa também mostra que os viajantes têm muito a aprender quando se trata de seus direitos, e que as companhias aéreas ainda podem atuar mais para atender melhor aos viajantes. A AirHelp existe há mais de cinco anos para educar e apoiar os passageiros, e continuamos a trabalhar arduamente para ajudar os viajantes a receber a compensação que lhes é de direito”, afirma Denis da Silva, analista de marketing da AirHelp.

Pessoas ainda viajam, mas estão trocando o meio de transporte

A crise não tirou a vontade de viajar de todos os brasileiros, tanto que 48% das pessoas viajaram em 2018 e 43% deles ficaram pelo menos uma semana em seu destino. Mas, a maioria deles (36%) decidiu ir de carro, que é geralmente uma alternativa mais barata do que avião, o escolhido por 35% das pessoas.

Link para a pesquisa completa: http://tolu.na/l/y3M9JnS

 Nota ao editor
(Pesquisa realizada no dia 31 de outubro de 2018 com 1.247 pessoas das classes A, B e C, segundo critério de classificação de classes utilizado pela Abep – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, onde pessoas da classe C2 tem renda média domiciliar de R$ 1.625 por mês).

Sobre a Toluna
A Toluna fornece informações sobre o consumidor para possibilitar o sucesso na economia global atual sob demanda. Impulsionada pela perfeita fusão de tecnologia, experiência e a maior comunidade global de influenciadores, a Toluna oferece percepções ricas, confiáveis e em tempo real para indivíduos e empresas de todos os tamanhos.

Nossa plataforma automatizada de insights do consumidor, o TolunaInsights™, sustenta tudo o que fazemos. Os clientes podem acessar a plataforma diretamente, utilizar os serviços gerenciados da Toluna ou criar programas de insights digitais totalmente personalizados por meio dos nossos serviços de engenharia.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Vacinação: Agendamento para pessoas com 43 a 59 anos será aberto nesta quarta-feira (23)

Serão disponibilizadas 21 mil vagas; vacinação acontecerá na sexta-feira, sábado e segunda-feira, dias 25, 26 e 28 de junho

Receitas de sopas e caldos para fortalecer a imunidade nesse inverno

Gripe, asma, bronquite, sinusite e até pneumonia costumam ser mais comuns nessa época do ano - além de ainda estarmos em pandemia, sempre com o risco de contaminação do vírus da Covid-19.

Brasil antecipou mais de 16 milhões de doses de vacinas

Tem governador de calça colada, fazendo campanha dizendo que esta adiantando a vacinação, só não conta que isso é possível por conta do governo federal

Pediatra ensina receitas criativas e saudáveis para uma Festa Junina em casa

Junho chegou e, com ele, a lembrança das Festas Juninas que, mais uma vez, precisaram ser adiadas devido à pandemia.

‘Araraquara vive situação de pós-guerra’, afirma presidente da Ceagesp

“Havia pessoas passando fome, tendo de comer animais domésticos”, lamentou. “A situação que eu vi, na cidade, é de pós-Guerra.
- PUBLICIDADE -