InícioTecnologiaMercado global de mídia e entretenimento vai movimentar US$ 2,23 trilhões em...

Mercado global de mídia e entretenimento vai movimentar US$ 2,23 trilhões em 2021

- continua após a publicidade -

O mercado global de mídia e entretenimento crescerá a uma média anual de 4,2% nos próximos cinco anos e, em 2021, chegará a US$ 2,23 trilhões – é o que mostra a 18ª Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia 2017-2021, da PwC. O levantamento analisou 17 segmentos do setor em 54 países, representando cerca de 80% da população mundial. No Brasil, o faturamento do setor de mídia e entretenimento deve chegar a US$ 43,7 bilhões em 2021.

As projeções sofreram uma redução em relação à edição anterior da pesquisa, no Brasil e no mundo. Em 2016, esperava-se que o mercado brasileiro crescesse a taxa média anual de 6,4%. Este ano, a expectativa é que o faturamento do setor aumente 4,6% ao ano no país até 2021. No mundo, também houve um recuo em relação às estimativas para o resultado projetado para os próximos anos. Globalmente, o mercado de mídia e entretenimento deve crescer 4,2% ao ano até 2021, um índice menor do que os 4,4% anuais previstos na edição anterior do estudo.

Instabilidades geopolíticas e econômicas em vários países são alguns dos motivos que explicam a redução das expectativas mundiais de crescimento do setor. No Brasil, a desvalorização do real em relação ao dólar e a recessão na economia contribuíram para esse cenário. Mas, mesmo diante dessas dificuldades, o Brasil continua ocupando a 9ª posição no mercado global. Os Estados Unidos seguem em primeiro lugar, seguidos pela China, Japão, Alemanha e Reino Unido. Os mercados emergentes, formados por países como a China, Índia, Rússia e Turquia, devem liderar a expansão mundial do setor, com uma taxa de crescimento anual média de 8,3%.

Crescimento no Brasil

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Em 2016, o mercado brasileiro de mídia e entretenimento movimentou US$ 35 bilhões, US$ 3 bilhões a menos do que o estimado na última edição do estudo. Entre os segmentos mais afetados no ano passado estão TV por assinatura, revista, livro, jornal e rádio. Esses setores também são impactados pela transformação digital no Brasil, em que o maior acesso à internet e levam o usuário a utilizar novas mídias e buscar novas experiências online de consumo.

O crescimento da banda larga móvel e mudanças de comportamento do consumidor têm beneficiado outros setores. Alguns dos principais segmentos que se destacam nas projeções para 2021 são o de games (crescimento previsto de cerca de 17% ao ano), publicidade na internet (12% ao ano) e vídeos na internet (9% ao ano).

No país, o consumo de dados em dispositivos móveis deve crescer 28% ao ano nos próximos cinco anos, passando de 7 trilhões de megabytes em 2016 para 24 trilhões de mb em 2021 – 77% da utilização de dados deverá ser direcionada para vídeos online. Nos próximos cinco anos, 177 milhões de pessoas deverão ser assinantes de internet móvel no país. O total de consumo de dados no país ultrapassará a marca de 42 trilhões de mb nos próximos cinco anos, o que representa um crescimento de 23% até 2021.

“Esse cenário deverá impulsionar o crescimento das plataformas digitais, com reflexos positivos nos mercados de games, música e publicidade na internet”, diz Estela Vieira, sócia da PwC Brasil e especialista em Mídia e Entretenimento.

Em 2021, os gastos com streaming de música deverão ser dez vezes maiores em relação aqueles com a mídia física. O consumidor, no entanto, continuará comprando ingressos para shows ao vivo, segmento que deverá crescer a uma taxa média anual de 5% no país até 2021 – o Brasil é líder no segmento de música na América Latina.

O país também se tornou um importante polo do mercado de games para dispositivos móveis, com um crescimento estimado de 26% ao ano e uma receita projetada de US$ 712 milhões em 2021 – em 2016, o faturamento do setor foi de US$ 220 milhões. Outro mercado de destaque no Brasil em relação aos demais países da América Latina é o de TV por assinatura. A expectativa é que os gastos do consumidor com assinatura de canais de TV aumentem 2,4% ao ano até 2021. O faturamento do setor saíra de US$ 6,2 bilhões em 2016 para US$ 7 bilhões daqui a cinco anos – o Brasil representa, hoje, o maior mercado da América Latina no que se refere a gastos do consumidor com TV por assinatura. O segmento de vídeo na internet também continua em crescimento – a estimativa é que o setor tenha um crescimento de 8,8% ao ano até 2021, quando deverá movimentar US$ 276 milhões.

Em relação à publicidade, os gastos totais com, online e off-line, chegaram a US$ 10 bilhões em 2016. Cerca de 80% desse montante foram destinados às mídias tradicionais. A TV aberta continua dominando a preferência dos anunciantes – o setor obteve uma receita de US$ 5,2 bilhões em 2016. Em 2021, deverá chegar a US$ 6,9 bilhões. Nos próximos cinco anos, o faturamento projetado do setor é de US$ 13 bilhões, com um crescimento de 5,5% ao ano até 2021.

Com a crescente demanda dos consumidores por novas mídias, a atenção dos anunciantes têm se voltado para as plataformas digitais, embora os meios tradicionais continuem concentrando os investimentos. Os gastos com publicidade na internet devem crescer 11,9% ao ano até 2021, chegando a US$ 3,6 bilhões. Nas mídias tradicionais, a expansão esperada é mais modesta, de 3,5% ao ano.

“O crescimento do acesso à internet e das mídias digitais são expressivos no Brasil, com tendência de expansão no futuro”, diz Vieira. “Para conquistar um crescimento sustentável, no entanto, as empresas de mídia e entretenimento no país precisarão observar atentamente as novas demandas do usuário, além de utilizar estrategicamente a tecnologia e a análise de dados para levar a melhor experiência para o consumidor.”

 

Sobre a PwC
Na PwC, o nosso propósito é construir confiança na sociedade e resolver problemas importantes. Somos um Network de firmas presente em 157 países, com mais de 223.000 profissionais dedicados à prestação de serviços de qualidade em auditoria e asseguração, consultoria tributária e societária, consultoria de negócios e assessoria em transações. Saiba mais sobre a PwC e nos diga o que é importante para sua empresa ou carreira, visitando nosso site: www.pwc.com

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Agora sem o que fazer camara de Ribeirão Preto oferece titulo de cidadão Ribeirão-pretano a melancia

Homenagem a oficial do Exército teve desfile de blindados e banda militar, mas a pergunta é o que o senhor General Amin Naves fez de efetivo para nossa cidade a não ser trair a confiança daqueles que adimiravam a instituição?

Finalistas do Concurso de Bandas do João Rock se apresentam neste sábado em novo local

Evento será na Arthouse em Ribeirão Preto e, além da grande final, terá shows da Banda Chavala e do coletivo Tutu Djs

Eisenbahn monta megaoperação de chope para o João Rock 2024

Patrocinadora master do festival, a marca premium do Grupo HEINEKEN levará 50 mil litros de chope para o evento

Ouro, prata e bronze: 3.483 estudantes da região de Ribeirão Preto são medalhistas da primeira edição da Olimpíada de Matemática de SP

Mais de 127 mil alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio foram premiados em todo Estado

Centro universitário promove mutirão gratuito no próximo domingo para declaração do imposto de renda da população

Realizado no Parque Über Sul no dia 26, das 9h às 12h, evento realizado pela Estácio também vai oferecer orientações de carreira, elaboração de currículos, atividades pedagógicas, nutricionais, físicas, entre outras
- PUBLICIDADE -