InícioSaúdePediatras lançam o Agosto Dourado – mês para estimular e apoiar o...

Pediatras lançam o Agosto Dourado – mês para estimular e apoiar o aleitamento materno no Brasil

- continua após a publicidade -

A partir de 2017, todo mês de agosto será dourado para a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), que elegeu o período como para sua campanha de estímulo ao aleitamento materno. Serão 31 dias, a partir desta terça-feira (1º), em que a entidade que congrega os pediatras do País, estará buscando a sensibilização de profissionais e da população em geral para a importância do ato de amamentar, buscando o apoio e o estímulo a esse gesto.

Em mensagem de vídeo encaminhada aos profissionais, a presidente da SBP lembrou da oportunidade ímpar que o Agosto Dourado, como passou a ser chamado pela entidade, trará para o debate sobre este tema.

“Convocamos os médicos brasileiros e todos que defendem uma saúde de qualidade para crianças e adolescentes a apoiarem essa iniciativa. Diariamente, durante o Agosto Dourado, a SBP reforçará essa mensagem. Mas nossas ações em favor do aleitamento não se limitarão a esses dias. Faremos muito mais, todos os meses, pelo bem-estar de nossos bebês e das famílias”, exortou.

 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

CAMPO POLÍTICO – Como parte das comemorações para o Agosto Dourado, a SBP também planeja uma série de ações. Na esfera política, será feito um corpo-a-corpo junto aos tomadores de decisão, de diferentes setores – governos, Congresso Nacional, Poder Judiciário, segmento empresarial, sindicatos, associações – pedindo a criação de condições para que a mulher possa amamentar seu filho. Uma das preocupações é que sejam oferecidos ambientes adequados, em especial nos locais de trabalho.

Além disso, a SBP quer apoio à mudança na legislação para que seja ampliado o período de licença-maternidade, o que possibilitaria à mulher praticar o aleitamento de seu filho. Segundo dra. Luciana, estudos científicos comprovam a eficácia do leite materno na redução de morbidades, mortalidades, desigualdades, violência, danos ambientais bem como na prevenção de diversas doenças, além de fortalecer o vínculo afetivo entre mãe e filho.

COMPARTILHAR INFORMAÇÕES – Outra preocupação da SBP será dividir com os médicos e a população, em geral, dados como científicos e epidemiológicos, de forma simplificada. Ao ampliar o acesso às informações, de maneira didática, espera-se reforçar o papel do aleitamento na vida das crianças e das mulheres.

Por outro lado, as pílulas de informação, na forma de cards para os meios digitais, serão produzidos e distribuídos todos os dias de agosto. Serão mostradas 31 razões para as mães amamentarem, a partir de orientações de especialistas do Departamento Científico de Aleitamento Materno.

A primeira dessas razões, anunciada nesta terça-feira (1º), diz respeito ao impacto da amamentação na diminuição da mortalidade de crianças. Estimativas recentes sugerem que a amamentação, se fosse ampliada para níveis universais, poderia prevenir cerca de 12% das mortes de crianças menores de cinco anos de idade a cada ano, ou cerca de 820 mil mortes em países de média e baixa renda. 

No campo do conhecimento, a SBP oferecerá aos médicos e à população quatro novos documentos científicos, produzidos pelo seu Departamento de Aleitamento Materno, com informações atualizadas e relevantes para o apoio e o estímulo a essa prática. De forma complementar, também será produzido, em agosto desse ano, uma nova edição do boletim AmamentAÇÃO, com conteúdo específico sobre o tema, como sínteses de artigos e outros tópicos de interesse.

SIMPÓSIO – Ainda como parte do esforço contínuo de dar visibilidade a este gesto simples, mas com repercussões para toda a vida do recém-nascido, a SBP prevê a realização do I Simpósio de Aleitamento Materno da SBP, que ocorrerá junto ao Congresso Brasileiro de Pediatria, de 10 a 14 de outubro de 2017, em Fortaleza (CE). Serão dois dias dedicados à apresentação, análise e debate sobre diversos aspectos relacionados ao aleitamento materno.

“Procuraremos priorizar as situações mais comuns no cotidiano do pediatra e também abordar as últimas novidades relacionadas ao assunto, como a importância do leite materno para o microbioma saudável intestinal da criança, favorecendo a imunidade e o desenvolvimento cerebral”, lembrou a presidente da SBP, dra Luciana Rodrigues Silva.

Durante o I Simpósio de Aleitamento Materno da SBP também devem ocorrer discussões de casos e a criação de um espaço no qual os pediatras participantes poderão apresentar suas próprias experiências. Dentre os palestrantes, estão previstos especialistas renomados do Brasil e do exterior para contribuir com as abordagens a serem realizadas.

MOBILIZAÇÃO – Como parte do plano estratégico para o Agosto Dourado,  a SBP quer estimular a mobilização dos profissionais em torno do tema. A presidente da SBP, em mensagem de vídeo enviada por e-mail aos pediatras, os convida a compartilhar as ações desenvolvidas junto aos seus pacientes e familiares no sentido de estimular e apoiar o aleitamento materno. Os interessados em contar suas históricas, como forma de dividir experiências, podem enviar seus cases para o e-mail sbp@sbp.com.br.

No vídeo, dra Luciana Rodrigues Silva, destaca o papel da amamentação no Brasil e a importância de cada médico neste processo.  “Contamos com o protagonismo de cada pediatra nesta campanha. Esse envolvimento deve ser perene para todo profissional devotado, pois amamentar vale ouro para o presente e o futuro das nossas crianças”, defendeu a dra. Luciana.

PARCERIA – Em paralelo às ações coordenadas diretamente pela SBP, a entidade também dará seu apoio institucional à campanha da Semana Mundial do Aleitamento Materno de 2017, cujo tema desse ano é “Trabalhar juntos para o bem comum”. No Brasil, a iniciativa está sendo desenvolvida pelo Ministério da Saúde, com lançamento previsto para o dia 4 de agosto (sexta-feira), em Curitiba (PR).

Para a dra. Amal Omer-Salim, codiretora-executiva da Aliança Mundial para as Ações de Aleitamento Materno (Waba), as atividades da Semana do Aleitamento Materno, em nível global, mostram a importância da sociedade, em especial dos médicos e outros profissionais da saúde, de “trabalhar juntos para identificar o que funciona e superar os desafios comuns na promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno”.

 A Semana Mundial do Aleitamento Materno vem sendo comemorada desde 1992. A cada edição, uma temática relevante é selecionada para servir de mote para as diferentes atividades desenvolvidas no período. A importância do aleitamento materno exclusivo; a existência dos hospitais Amigo da Criança; o apoio ao aleitamento materno; o aleitamento materno para a mulher trabalhadora; a amamentação no contexto dos objetivos de desenvolvimento sustentáveis; integram a lista de assuntos já abordados.

 Para a presidente do Departamento Científico de Aleitamento Maternos da SBP, dra Elsa Giuliani, nesta aliança, a presença do pediatra é fundamental, pois, com frequência, são os profissionais a quem as mães e suas famílias recorrem quando enfrentam dificuldades para iniciar e manter a amamentação. “Mas, para poder apoiar essas mães e famílias, os pediatras têm que estar preparados, o que nem sempre ocorre. Atitudes positivas, conhecimentos e habilidades relacionadas ao aleitamento materno são indispensáveis”, explicou.

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

STF julga liberação de crininosas para prender manifestantes de 8 de janeiro

Vão soltar criminosas para sobrar lugar para prender senhoras que se manifestavam dentro da constituição e acreditaram em um capitão e alguns generais

As críticas do New York Times a Moraes

O jornal norte-americano New York Times voltou a falar sobre o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Uma reportagem publicada neste domingo, 22,...

5 depredações da esquerda contra o patrimônio público

“Nunca vocês leram alguma notícia sobre um movimento ou partido de esquerda invadir o Congresso Nacional, a Suprema Corte ou o Palácio do Planalto”,...

Valor bloqueado de manifestantes sobe para R$ 18,5 milhões

A Justiça Federal autorizou hoje (21) novos bloqueios de bens de suspeitos de financiar os atos que resultaram na depredação dos prédios dos Três Poderes...

José Dirceu propõe reestruturar papel dos militares no Brasil

Militares precisam voltar para os quartéis e sair de órgãos do governo, sugere. José Dirceu de Oliveira e Silva, ex-ministro da Casa Civil de Lula,...
- PUBLICIDADE -