Início Saúde Odontologia da USP cria serviço de emergência

Odontologia da USP cria serviço de emergência

- continua após a publicidade -

A partir desta quinta-feira, 1º de setembro, passa a funcionar na Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP) da USP, o Serviço de Emergência Odontológica (SEO).

Serão atendimentos pacientes portadores de quadro agudo de dor, para a remoção dos sintomas da dor. O coordenador do serviço, professor Antonio Miranda da Cruz Filho, lembra que, como em todo serviço de emergência, não será realizado nenhum tipo de tratamento definitivo.

O atendimento será por ordem de chegada e os pacientes devem se dirigir ao setor de triagem da FORP, de segunda à sexta-feira (exceto feriados e pontos facultativos), das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A FORP fica na Avenida do Café, s/nº, campus da USP em Ribeirão Preto.

Mais informações: (16) 3315.3968 (Ademir); 3315-4084 (Karina); 3315-3967 (Renata).

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Assustadora e gravíssima carta do Arcebispo Vigano a Trump

'Este momento histórico vê as forças do mal alinhadas em uma batalha sem quartel contra as forças do bem.' Entenda e compartilhe com todos

Ala Bolsonarista do PSL declara apoio oficial a Chiarelli

Grupo político comandado por Rodrigo Junqueira, optou por unir a direita em apoio ao candidato do PATRIOTA

Fies: inscrição para não matriculado pode ser feita até terça-feira

Serão disponibilizadas 50 mil vagas remanescentes. Ao ter a inscrição concluída, o candidato terá dois dias úteis para validar as informações declaradas

Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1 bi para ampliar Bolsa Família

Medida integra projeto de manutenção do auxilio emergencial de afetados por pandemia, dinheiro deverá beneficiar pelo menos 1,2 milhão de novas famílias

Dória dobra o ICMS para diversos setores no Estado de São Paulo para 2021

Serão centenas de setores impactados com esse aumento do ICMS que chega a até 207% (veículos usados).