InícioSaúdeMorre aos 41 anos Bruno Covas

Morre aos 41 anos Bruno Covas

Quem é Bruno Covas Lopes ? Se essa pergunta fosse feita dez anos atrás, a resposta provavelmente seria “é o neto do Mário Covas”

- continua após a publicidade -

Bruno Covas Lopes é um advogado, economista e político brasileiro.

Filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira, é o atual prefeito da cidade de São Paulo. É formado em direito pela Universidade de São Paulo e em economia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Bruno Covas: Conheça a história e a carreira do prefeito reeleito de São Paulo

Quem é Bruno Covas Lopes ? Se essa pergunta fosse feita dez anos atrás, a resposta provavelmente seria “é o neto do Mário Covas”. Se o questionamento fosse de quatro anos atrás, seria “é o vice do João Doria”.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A partir de agora, ele talvez seja mais associado a um epíteto que o agrade mais: “É o prefeito de São Paulo”.

Carreira

Filiado ao PSDB, partido fundado pelo avô, desde 1998, aos 18 anos, Bruno Covas exerce cargos públicos há uma década e meia. 

Não foi bem sucedido na primeira tentativa, quando concorreu a vice-prefeito de Santos em 2004, mas de lá para cá não perdeu mais.

Em 2006, foi eleito para a Assembleia Legislativa de São Paulo, reeleito em 2010. 

No ano seguinte, licenciou-se do mandato de deputado estadual para ser secretário do Meio Ambiente de São Paulo, escolhido pelo então governador Geraldo Alckmin (PSDB).

foto divulgação

Desde a segunda eleição, Covas planejava se lançar ao Executivo. Ele se inscreveu para as prévias tucanas em 2012, mas desistiu depois da entrada do ex-governador José Serra, que perderia aquela eleição para Fernando Haddad (PT) no segundo turno.

Em 2014, Bruno Covas subiu mais um degrau, eleito deputado federal por São Paulo. 

E dois anos depois, voltou a se colocar como pré-candidato a prefeito da capital, mas retirou a postulação.

Dessa vez, a predileção de Alckmin por João Doria criou insatisfações dentro do PSDB. Tensões essas que levaram até a saída de nomes históricos do partido, como Andrea Matarazzo, que também queria concorrer e acabou migrando para o PSD.

Após as prévias confirmarem o desejo de Alckmin de que Doria fosse o candidato tucano a prefeito, a escolha de Bruno Covas como postulante a vice visava pacificar o partido. 

O sobrenome “Covas” dava à chapa do empresário a grife de que ali era mesmo uma candidatura do PSDB.

A posse como prefeito veio em abril de 2018. Muito ligada à Covas, a juventude do PSDB engrossou os clamores para que Doria fosse o candidato a governador. 

Não só pelo discurso de que “o PSDB não pode deixar o Neymar no banco da Copa do Mundo”, como disse então o deputado estadual e aliado Cauê Macris, mas também pelo fato de que uma parte considerável do partido queria ver Bruno Covas se tornar prefeito. 

O então vice foi fortemente aplaudido durante a convenção dos tucanos de São Paulo naquele ano, falando sobre como ele, na Prefeitura, poderia fortalecer as pautas do partido e os então candidatos Doria e Alckmin. 

Agora reeleito, em uma campanha na qual não fez tanta questão de evidenciar João Doria, Bruno Covas ganha outro status e a oportunidade de impor a sua marca no cargo. 

Ele também se junta ao panteão dos tucanos que possuem uma caneta na mão. Grupo que já foi mais amplo e hoje conta, principalmente, com ele, com Doria e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

A doença

Bruno Covas tem piora, e estado de saúde é considerado muito gravíssimo

Com piora Bruno Covas decide se licenciar do cargo para tratar câncer

Novos exames mostram que câncer se espalhou pelo corpo de Covas

Bruno Covas teve Covid, mas se recuperou bem apesar do tratamento contra o câncer.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Aquário Municipal é reaberto para visitação em Ribeirão Preto

Para a reabertura, além de nova decoração externa, foi feita a substituição da iluminação interna

Ribeirão Preto terá Centro de Saúde Mental com atendimento 24 horas

Projeto foi apresentado e aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde; serviço será implantado no prédio da UBDS Central

Olimpíada: em treze dias, Brasil soma 15 medalhas, sendo 4 de ouro

Com Ana Marcela, Brasil bate recorde de mulheres medalhistas, e provavel que Brasil bata recorde de medalhas em todas participações.

Buraco, vazamento de esgoto e pedidos de roçada figuram entre principais reclamações de munícipes

Fica evidente a quantidade de problemas a resolver em Ribeirão Preto e a grande expectativa do cidadão em obter resposta e solução para suas demandas"

Serrana: 100% vacinada em adultos suspende aulas por contaminação de crianças

Os casos positivos são de crianças e adolescentes que foram infectados fora do ambiente escolar.
- PUBLICIDADE -