InícioSaúdeHospital de Câncer de Ribeirão Preto promoverá 'Pedágio Solidário'

Hospital de Câncer de Ribeirão Preto promoverá ‘Pedágio Solidário’

A ação que acontecerá no dia 6 de fevereiro, das 9h às 13h, busca arrecadar recursos para contribuir com a manutenção da instituição

- continua após a publicidade -

No dia 6 de fevereiro, sábado, o grupo de voluntários e profissionais que integram a equipe de atendimento do Hospital de Câncer de Ribeirão Preto (SP) vão se unir para realizar o ‘Pedágio Solidário’. A ação acontece das 9h às 13h, no cruzamento das Avenidas Presidente Vargas e Professor João Fiúsa, e visa angariar fundos para a manutenção da instituição.

De acordo com o presidente do conselho curador do Hospital de Câncer de Ribeirão Preto, Antonio Carlos Maçonetto, os mutirões para arrecadar doações se fazem cada vez mais necessários, principalmente devido a crise sanitária provocada pelo coronavírus.

“Os reflexos da pandemia atingem diretamente o hospital por conta da impossibilidade de realizar eventos para ajudar a custear as despesas, impactando diretamente nas receitas de forma proporcional. Esse cenário por si, já retrata as dificuldades, e se não bastasse, soma-se a redução das doações”, explica.

Durante a ação diversos produtos personalizados pelo hospital serão comercializados.

arquivo

Mais informações sobre o ‘Pedágio Solidário’ podem ser obtidas através das redes sociais do Hospital, no Facebook pelo link www.facebook.com/hospitaldecancerrp/ e no Instagram por meio do link www.instagram.com/hospitaldecancerribeirao/, ou pelo telefone (16) 3878-9700. A sede do Hospital, está situada na Rua Octávio Martins Braga, n° 50 no Residencial Flórida.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Sobre o Hospital do Câncer de Ribeirão Preto | Fundação SOBECCan

O Hospital de Câncer de Ribeirão Preto, mantido pela Fundação SobecCan, é o único hospital exclusivamente oncológico da região metropolitana de Ribeirão Preto (SP) e atua nas áreas de pesquisa, prevenção e assistência do câncer. A instituição realiza cerca de 800 atendimentos por mês, abrangendo, gratuitamente, 27 cidades da região.

É uma fundação de direito privado, sem fins lucrativos que existe há mais de 25 anos e conta com a ajuda da comunidade e de iniciativas privadas para manter todos os serviços para os pacientes, que recebem atendimento nas seguintes áreas: ginecologia, mastologia, oncologia, fisioterapia, psicologia (pacientes e familiares), odontologia e assistência social.

Todo trabalho é respaldado por voluntários identificados com a causa da instituição, por um quadro de funcionários envolvidos com a fundação e por um corpo clinico voltado aos pacientes que aqui são atendidos. Todos os membros da Diretoria Executiva, do Conselho Curador e Conselho Consultivo trabalham sem qualquer remuneração.

Serviço

Pedágio Solidário

Quando: 6 de fevereiro, das 9h às 13h

Onde: Cruzamento das Avenidas Professor João Fiúsa e Presidente Vargas 

Informações: (16) 3878-9700

arquivo pessoal

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -