InícioSaúdeHospital de Campanha será fechado na próxima segunda-feira

Hospital de Campanha será fechado na próxima segunda-feira

Prefeitura atribui encerramento do hospital à queda nos índices de ocupação de leitos destinados ao tratamento de Covid-19. Hospital custou R$ 23 milhões.

- continua após a publicidade -

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou que o Hospital de Campanha do Pacaembu, criado para atender vítimas do novo coronavírus, será fechado na próxima segunda-feira (30).

Menos de 90 dias aberto

O hospital começou a receber pacientes em 6 de abril e custou cerca de R$ 23 milhões. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes nesta sexta-feira (26).

O contrato firmado com o Albert Einstein para a administração do hospital instalado dentro do estádio foi firmado em abril com duração de 120 dias, o que permitiria o funcionamento do hospital até o final de julho

Nos últimos dias, a ocupação do hospital estava em cerca de 15%.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

STF julga liberação de crininosas para prender manifestantes de 8 de janeiro

Vão soltar criminosas para sobrar lugar para prender senhoras que se manifestavam dentro da constituição e acreditaram em um capitão e alguns generais

As críticas do New York Times a Moraes

O jornal norte-americano New York Times voltou a falar sobre o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Uma reportagem publicada neste domingo, 22,...

5 depredações da esquerda contra o patrimônio público

“Nunca vocês leram alguma notícia sobre um movimento ou partido de esquerda invadir o Congresso Nacional, a Suprema Corte ou o Palácio do Planalto”,...

Valor bloqueado de manifestantes sobe para R$ 18,5 milhões

A Justiça Federal autorizou hoje (21) novos bloqueios de bens de suspeitos de financiar os atos que resultaram na depredação dos prédios dos Três Poderes...

José Dirceu propõe reestruturar papel dos militares no Brasil

Militares precisam voltar para os quartéis e sair de órgãos do governo, sugere. José Dirceu de Oliveira e Silva, ex-ministro da Casa Civil de Lula,...
- PUBLICIDADE -