InícioSaúdeEspecialistas questionam eficácia de vacina apresentada por João Dória.

Especialistas questionam eficácia de vacina apresentada por João Dória.

Afinal de contas, o que o João Dória tanto esconde por trás desta vacina? Números são contestados por especialistas.

- continua após a publicidade -

O Governador João Dória vem batendo incisivamente na tecla da “Vacina do Brasil”, desde que assinou o acordo de estudo e produção da CoronaVac com a chinesa SinoVac e o Instituto Butantan. A intenção de João Dória é muito clara, ter ganhos políticos ao tentar aparecer como o “Salvador da Pátria”, o dono da vacina que está imunizando o Brasil.

O fato é que, como sempre, João Dória coloca seus interesses políticos e muito provavelmente pessoais, a frente dos interesses da população. Prova disso é a estratégia utilizada pelo Governo de São Paulo junto com o, até então isento, Instituto Butantan. Depois de muito marketing, propagandas, brigas em redes sociais, depois de adiar 02 vezes a apresentação dos dados obtidos nos testes, o Governo apresentou números que para muitos especialistas não condizem com a realidade. Ou seja, são números “maquiados” para conseguir a confiança da população e tentar reduzir o índice de rejeição com a vacina chinesa.

Se você pesquisar no google por matérias relacionadas a apresentação dos resultados da vacina, muitos sites de notícias, alguns de Ribeirão Preto, que recebem verbas publicas, terão em seus títulos termos como: “CoronaVac tem 100% de eficácia”, o que lendo o contexto não pode ser considerada “Fake News”, mas uma verdade contada de um ponto de vista que visa exaltar os resultados, que estão sendo contestados por diversos especialistas.

De acordo com Stéfano de Leo, professor da Universidade de Campinas (UNICAMP), a eficácia global da vacina seria de aproximadamente 63%, 14% abaixo da eficácia apresentada pelo Governo de São Paulo. O mesmo percentual é compartilhado entre outros cientistas que ao analisar a apresentação do Butantan, começaram a questionar o número apresentado para a população.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -
João Dória - Vacina Corona Vírus
João Dória apresenta a CoronaVac / Foto: Divulgação

Uma estratégia simples do ditador Governador, recortar do estudo dados que sejam mais atraentes para convencer a população, jogar para a mídia e brigar para que a ANVISA aprove sua vacina rapidamente sem analisar o que foi apresentado. O número que o Governo apresentou não representa a eficácia global da vacina e sim resultados dos estudos em pessoas que tomaram a vacina, ignorando o percentual geral, que deve incluir os voluntários que tomaram um “placebo”.

O ponto é que o Governo de São Paulo apresentou os seus dados com vídeos de comemorações em redes sociais, mas são dados recortados, são números “pela metade”, enquanto os outros imunizantes que já estão sendo aplicados em diversos países no mundo apresentaram seus dados reais, percentuais globais, João Dória passa uma maquiagem para tentar empurrar sua vacina. Até o momento, Pfizer-BioNTech, tem 95% de eficácia, a Moderna apresenta 94,5%, 91,4% é a taxa da Sputnik V e até 90% da Oxford/AstraZaneca.

Afinal de contas, o que João Dória tanto esconde por trás desta vacina?

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

🏅 Olimpíadas: Seleção feminina de handebol estreia com vitória sobre a Espanha! 🇧🇷

A Seleção Brasileira feminina de handebol teve uma estreia impressionante nos Jogos Olímpicos de Paris, vencendo a Espanha por 29 a 18.

🚗 Dia de São Cristóvão: conheça a origem e a história do santo padroeiro dos motoristas 🌟

São Cristóvão é venerado como protetor dos motoristas e viajantes, com uma história que remonta ao século XIII.

Tomate retorna ao RP Folia com show especial após arrastar foliões em 2023

Cantor baiano se prepara para nova apresentação que promete agitar o público. Micareta será realizada no dia 14 de setembro, no Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto

Jornada do Patrimônio chega a 40 municípios em todo o Estado

Recuperando a memória sobre as ferrovias de São Paulo, evento abre as comemorações do Dia do Patrimônio Histórico

🌡️ Brasil inabitável em 50 anos? A verdade por trás do estudo da Nasa ☀️

Um estudo citado pela Nasa e liderado pelo cientista Colin Raymond prevê que, até 2070, áreas do Brasil podem se tornar inabitáveis devido ao calor extremo causado pelas mudanças climáticas.
- PUBLICIDADE -