Início Saúde Empresa de Ribeirão Preto busca investimento para produção de vacina contra o...

Empresa de Ribeirão Preto busca investimento para produção de vacina contra o Covid-19

No momento, a empresa possui recursos apenas para realizar os testes em camundongos, cuja previsão é que sejam feitos no mês de julho

- continua após a publicidade -

A busca por uma vacina para combater o Covid-19 mobilizou diversas empresas no mundo todo a investir em estudos e testes para conseguir, no mais curto espaço de tempo, uma solução para frear a pandemia. Empresas como a Farmacore, situada em Ribeirão Preto e especializada no desenvolvimento de produtos biotecnológicos e imunobiológicos, já apresentou o projeto de vacina ao Ministério da Ciência, Tecnologia , Inovações e Comunicações (MCTIC) em parceria com a Faculdade de Medicina da USP/Ribeirão Preto e a PDS Biotechnology, buscando os recursos necessários para complementar as pesquisas, inclusive estudos clínicos em humanos.

No momento, a empresa possui recursos para realizar os testes em animais, cuja previsão é que sejam feitos no proximo mês de julho. “Para conseguirmos realizar todas as etapas antes da produção para testes em humanos, nossa estimativa é de um investimento de US$ 2 milhões”, explica Célio Lopes, consultor científico da Farmacore.

foto ebc

A Farmacore está utilizando uma tecnologia em que um veículo  “ativador” do sistema imunológico que carrega o produto e faz o corpo se defender do vírus. Este veículo é patenteado e exclusivo, desenvolvido pela PDS Biotechnology, uma empresa parceira americana que está fazendo ensaios clínicos aprovados pelo Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora de saúde nos EUA.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Essa combinação também será única e patenteada, por ser uma inovação que pode gerar um produto muito eficaz na prevenção e tratamento do Covid-19. O veículo tem como grande diferencial não ter a toxicidade normalmente observada em todos os produtos que agem no sistema imunológico.

“Além de contar com expertise científica e tecnologia de ponta, temos muita experiência no desenvolvimento de vacinas, sendo que nossa principal e mundialmente reconhecida foi para a tuberculose,”, diz Helena Faccioli, CEO da Farmacore. Vale ressaltar que a iniciativa trará grandes benefícios ao país, uma vez que fará o Brasil entrar no rol das nações em que o setor privado se encontra em grande atividade para o desenvolvimento de vacinas contra o COVID-19. Além disso, uma produção dessa vacina em escala global pode trazer muitos benefícios para a Ciência e Tecnologia do Brasil.

foto ebc

Sobre a Farmacore

A Farmacore foi fundada em 2005 como uma empresa Start Up na área de Biotecnologia, com foco em P&D de produtos imunobiológicos inovadores para uso no setor da saúde humana e veterinária. É uma empresa de base tecnológica que realiza pesquisa e desenvolvimento de produtos e processos biotecnológicos para os setores humano e veterinário. Desenvolve produtos biotecnológicos e imunobiológicos inovadores e agrega valor a eles em todas as fases de desenvolvimento, desde a concepção de projetos até a produção de biomoléculas.

Site: www.farmacore.com.br

Sobre a PDS Biotechnology

A PDS Biotechnology é uma empresa de desenvolvimento de produtos nas áreas de oncologia e doenças infecciosas em estágio clínico. Possui uma plataforma tecnológica para delivery de imunobiológicos, denominada Versamune® . Esse sistema já foi aprovado pelo FDA e testado com sucesso, em parceria com a MERCK and Co., e com o National Cancer Insitute (NCI) dos EUA, em ensaios clínicos de fase I e II em humanos como vacina terapêutica contra o HPV16 (PDS0101, NCT02065973) e influenza.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Site: www.pdsbiotech.com

foto divulgação

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Do real para o virtual: atividades do Museu Casa de Portinari encantam o público pelas redes sociais

Mesmo com a flexibilização da visita presencial, a programação continuou on-line com sucesso de público.

130 milhões podem receber vacina de Oxford em 2021

A Fiocruz deve protocolar o último bloco de documentos em janeiro do ano que vem, quando também deve começar a produzir a vacina

Professor da Cava do Bosque é preso por pedofilia em Ribeirão Preto

O homem foi preso em flagrante e prestou depoimento. Logo depois, foi encaminhado à cadeia de Serra Azul.

Prefeitura recorre de decisão judicial contra maior flexibilização em Ribeirão Preto

Mas até o julgamento do recurso, a cidade se mantém na fase amarela. Eles fazem que nos enganam e nós fazemos que acreditamos

Filho de Kátia Abreu, senador é acusado de estupro em SP

Seu Irajá é filho da Kátia Abreu. E agora militância lacradora, o que vão vão fazer com esta atitude "errática" ?