InícioSaúdeDoria deve implantar bandeira roxa ainda mais restritiva em São Paulo

Doria deve implantar bandeira roxa ainda mais restritiva em São Paulo

Não se fala mais em hospitais de campanha e mesmo com boa parte da população já imune, o governador segue sua saga de quebrar o estado.

- continua após a publicidade -

O governo de São Paulo estuda criar uma nova fase no Plano São Paulo, ainda mais restritiva, para conter a propagação do coronavírus.

A fase roxa ou preta, em avaliação pelo centro de contingência, teria medidas ainda mais rigorosas do que a fase vermelha.

“Estamos discutindo a possibilidade e a necessidade de uma fase ainda mais restritiva que a vermelha”, disse o coordenador do centro de contingência do estado, Paulo Menezes em entrevista.

Não se fala mais em hospitais de campanha e mesmo com boa parte da população já estar imune, pois já foram contaminados e muitos de forma assintomática, outros já vacinados, mesmo assim o governador segue sua saga de quebrar o estado.

“Isso implicaria talvez ter limitação de atividades, de algumas atividades que são classificadas como essenciais em determinados horários, especialmente nos horários noturnos e de madrugada. Estamos discutindo para ver a necessidade, quais indicadores levam a essa fase e quais seriam os resultados esperados. Estamos discutindo com o governo para ver se é o caso de adotar essa nova fase”, afirmou.

Menezes avaliou que este é o pior momento da pandemia no estado e no país. Ele afirmou que, em São Paulo, ainda há 2.500 leitos disponíveis e a ocupação geral da rede hospitalar é de 70%. “Mas já temos três regiões com ocupação altíssima, de cerca de 90%”, disse.

“Nós esperamos, sim que medidas anunciadas ontem comecem a fazer efeito e reduzir a propagação do vírus, reduzir a velocidade de aumento do número de casos e internações ao longo dos próximos dias. Ainda temos situação que permite pelo menos mais 2 semanas de aumento progressivo de internações, o que esperamos que não ocorra.”

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A Grande São Paulo e as regiões de Campinas, Sorocaba e Registro foram da fase amarela para a laranja. Marília e Ribeirão Preto saíram da fase laranja para a vermelha. Somente a região de Piracicaba apresentou melhora, progredindo para a fase amarela. O restante do estado permaneceu estável. A reclassificação entra em vigor na segunda-feira (1º).

Na quarta-feira (24), o governo já havia anunciado que o estado montará operações de fiscalização para tentar restringir a circulação de pessoas no estado entre as 23h e as 5h. Chamada de “toque de restrição” pelo governador João Doria, a medida será voltada sobretudo a aglomerações nas ruas, visto que, na prática, as atividades não essenciais só estão liberadas até as 22h. O decreto foi publicado hoje e valerá até 14 de março.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Prefeitura inaugura duas novas escolas de educação infantil

Uma Unidade conta com 319 vagas, sendo 135 para crianças e outra para receber 420 alunos

João Rock anuncia 19ª edição para 11 de junho de 2022

Evento apresentará line-up e iniciará pré-venda de ingressos no dia 26 de outubro

Prainha de Rifaina reabre dia 03 de Novembro

Fechada desde março de 2020, afetou o turismo e comercio, obrigando muitos fecharem em definitivo.

Bolsonaro cria auxílio gás para famílias carentes

Saiba quem tem direito ao beneficio e como solicitar.

Como sempre turminha do PT usam retorica e chama vereadores de ‘machista, racista e elitista’

Por ser mulher e do PT a vereadora exige que seus projetos caminhem mais rápido do que os demais. Com salario e mordomia que recebe ela não faz parte da elite?
- PUBLICIDADE -