InícioSaúdeDoria deve implantar bandeira roxa ainda mais restritiva em São Paulo

Doria deve implantar bandeira roxa ainda mais restritiva em São Paulo

Não se fala mais em hospitais de campanha e mesmo com boa parte da população já imune, o governador segue sua saga de quebrar o estado.

- continua após a publicidade -

O governo de São Paulo estuda criar uma nova fase no Plano São Paulo, ainda mais restritiva, para conter a propagação do coronavírus.

A fase roxa ou preta, em avaliação pelo centro de contingência, teria medidas ainda mais rigorosas do que a fase vermelha.

“Estamos discutindo a possibilidade e a necessidade de uma fase ainda mais restritiva que a vermelha”, disse o coordenador do centro de contingência do estado, Paulo Menezes em entrevista.

Não se fala mais em hospitais de campanha e mesmo com boa parte da população já estar imune, pois já foram contaminados e muitos de forma assintomática, outros já vacinados, mesmo assim o governador segue sua saga de quebrar o estado.

“Isso implicaria talvez ter limitação de atividades, de algumas atividades que são classificadas como essenciais em determinados horários, especialmente nos horários noturnos e de madrugada. Estamos discutindo para ver a necessidade, quais indicadores levam a essa fase e quais seriam os resultados esperados. Estamos discutindo com o governo para ver se é o caso de adotar essa nova fase”, afirmou.

Menezes avaliou que este é o pior momento da pandemia no estado e no país. Ele afirmou que, em São Paulo, ainda há 2.500 leitos disponíveis e a ocupação geral da rede hospitalar é de 70%. “Mas já temos três regiões com ocupação altíssima, de cerca de 90%”, disse.

“Nós esperamos, sim que medidas anunciadas ontem comecem a fazer efeito e reduzir a propagação do vírus, reduzir a velocidade de aumento do número de casos e internações ao longo dos próximos dias. Ainda temos situação que permite pelo menos mais 2 semanas de aumento progressivo de internações, o que esperamos que não ocorra.”

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A Grande São Paulo e as regiões de Campinas, Sorocaba e Registro foram da fase amarela para a laranja. Marília e Ribeirão Preto saíram da fase laranja para a vermelha. Somente a região de Piracicaba apresentou melhora, progredindo para a fase amarela. O restante do estado permaneceu estável. A reclassificação entra em vigor na segunda-feira (1º).

Na quarta-feira (24), o governo já havia anunciado que o estado montará operações de fiscalização para tentar restringir a circulação de pessoas no estado entre as 23h e as 5h. Chamada de “toque de restrição” pelo governador João Doria, a medida será voltada sobretudo a aglomerações nas ruas, visto que, na prática, as atividades não essenciais só estão liberadas até as 22h. O decreto foi publicado hoje e valerá até 14 de março.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Governo Lula Suspende ou Encerra Mais de 57 mil Benefícios do INSS

Essas ações de monitoramento resultaram em um impacto financeiro de R$ 750,85 milhões, referentes a pagamentos. Isso inclui bloqueio de crédito, suspensão ou cessação de benefícios.

BC Aperfeiçoa Segurança do Pix e Define Data para Pix Automático

Para pagadores, o Pix Automático oferece uma forma de pagamento recorrente sem necessidade de autenticação a cada transação, mediante autorização prévia.

Educação de SP divulga datas do Provão Paulista Seriado 2024

Para a 3ª série do Ensino Médio, a prova que dá acesso direto ao ensino superior será aplicada em 30 e 31 de outubro; Saresp para Ensino Fundamental também tem datas definidas

Após 12 Anos, BNDES Abre Concurso para Nível Superior com Cotas para Pessoas Negras e PcD

Este concurso oferece 150 vagas imediatas e outras 750 para formação de cadastro de reserva. O edital foi publicado nesta segunda-feira, 22 de julho, no Diário Oficial da União e está

Nipah: Causas e Sintomas do Vírus Sem Cura com Potencial Pandêmico

Não há tratamentos específicos ou vacinas para o vírus Nipah. O protocolo atual para os infectados é controlar os sintomas, como convulsões e pneumonia.
- PUBLICIDADE -