InícioSaúdeCoronavírus: primeira leva de ‘vacinas do Doria’ virá da China

Coronavírus: primeira leva de ‘vacinas do Doria’ virá da China

Segundo Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, a chegada deste material é uma prioridade absoluta.

- continua após a publicidade -

O governo paulista também encomendou a matéria-prima para a fabricação de outras 40 milhões de doses

A, CoronaVAc, vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, está sendo testada no Brasil em parceria com o Instituto Butantan.

A instituição brasileira fabricará o imunizante no país, mas a primeira leva dele virá da China. Serão 6 milhões de doses que devem desembarcar no aeroporto de Guarulhos (SP) na segunda quinzena de novembro.

Segundo a revista Época, o governo paulista também encomendou a matéria-prima para a fabricação de outras 40 milhões de doses.

Segundo Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, a chegada deste material é uma prioridade absoluta. “Nossa prioridade absoluta é que essa matéria-prima chegue ao Brasil o quanto antes para que a vacina comece a ser produzida”, disse.

arquivo
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O Maior Encontro das Tribos de Ribeirão Preto e região vem aí!

Serão três palcos com 22 atrações confirmadas! Quem quer ingresso na faixa diz eu ai.

AstraZeneca prazo entre as doses cai de 12 semanas para 8

Com isso, fica a cargo dos municípios o ajuste dos calendários de segunda dose a partir da disponibilidade do imunizante.

Fórmula 1 anuncia temporada 2022 com recorde de 23 corridas

Bahrein abre calendário em março e Abu Dhabi encerra em novembro

Eliminatórias: com brilho de Neymar e Raphinha, Brasil goleia Uruguai

Seleção vence por 4 a 1 em reencontro com torcida brasileira

Agendamento aberto para 1ª, 2ª e 3ª dose aberto. Confira

CADA GRUPO ESTA DESCRITO ABAIXO. VEJA OS GRUPOS E CONFIRA SUA PROGRAMAÇÃO. São 3 grupos distintos.
- PUBLICIDADE -