InícioSaúdeCoronavirus: Metade da população de Ribeirão Preto já tomou a 1ª dose

Coronavirus: Metade da população de Ribeirão Preto já tomou a 1ª dose

Segundo o Vacinômetro do governo estadual, 362.517 moradores já receberam a primeira aplicação do imunizante, equivalente a 50,92%.

- continua após a publicidade -

Marca foi atingida após seis meses de campanha. Médicos afirmam que primeiros reflexos já aparecem na redução de óbitos e internações.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que a cidade tem 711.825 habitantes.
Segundo o Vacinômetro do governo estadual, 362.517 moradores já receberam a primeira aplicação do imunizante, equivalente a 50,92%.
As doses de reforço e as únicas somam 128.325, equivalentes a 18,02% da população.

Os primeiros reflexos, segundo especialistas, já podem ser vistos na queda do número de internados e, por consequência, na ocupação dos leitos de enfermaria e unidade de terapia intensiva (UTI).

Nas unidades de pronto atendimento (UPAs), dentre elas o Polo Covid da UPA Leste, nenhum paciente está intubado, assim como o Polo Covid 2, na unidade básica distrital de saúde Central (UBDS).

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Pior semana do ano
Ainda em meio ao processo de vacinação, o pico da segunda onda da Covid em Ribeirão Preto ocorreu em junho. Dados da Secretaria Municipal da Saúde apontam que entre os dias 7 e 11 a cidade contabilizou 3.890 casos e 114 mortes.

A segunda pior semana foi a seguinte, entre os dias 14 e 18, com 3.284 novos infectados e 111 óbitos. Nas internações, o pico também ocorreu em junho, quando a cidade atingiu o maior número de pacientes em UTIs: 325.

Variante delta preocupa?

Apesar de não haver confirmação de casos da variante delta, de origem indiana, em Ribeirão Preto, os médicos acreditam que é preciso sim ligar um sinal de alerta para a possível chegada dessa nova cepa na cidade e na região.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Menor NÃO: Ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Segundo Queiroga, foram identificados 1,5 mil eventos adversos em adolescentes imunizados. “A OMS não recomenda a vacinação de adolescentes

Teatro Municipal lança edital de ocupação do 1° semestre de 2022

Inscrições começaram dia 15 de setembro e vão até 15 de outubro

Avenida Thomaz Alberto Whately tem nova interdição para obras

Bloqueio ocorre para obras do trecho 1 do corredor de ônibus Norte-Sul pelo programa Ribeirão Mobilidade

IMPORTANTE COMPARTILHE: Anvisa e Min. da Saúde NÃO Recomendam a vacinação para Menores de 18 Anos

Não se vê veículos de imprensa ou governantes falando sobre o assunto, muito pelo contrario continuam incentivando a vacina que não tem teste para menores de 18 anos

Vacinados já são 81,7% dos internados em SP

Do total de hospitalizados, 51,6% (325 doentes) já foram totalmente imunizados, com as duas doses, (34,6%) com Coronavac.
- PUBLICIDADE -