InícioSaúdeColírio tecnológico corrige problemas na visão sem a necessidade de cirurgia

Colírio tecnológico corrige problemas na visão sem a necessidade de cirurgia

- continua após a publicidade -

Nem todos se adaptam ao uso de óculos e muitas buscam por tratamentos e até cirurgia que corrigia o problema ocular. A boa notícia é que agora vai ficar mais fácil deixar de lado o acessório, sem precisar investir em lentes de contato ou cirurgias.

Pesquisadores desenvolveram um colírio que possui nanopartículas, um novo método que pode curar problemas na visão. Saiba mais!

O colírio tecnológico foi desenvolvido por pesquisadores e, embora o estudo ainda esteja em fase inicial, o paciente vai precisar frequentar o consultório do oftalmologista algumas vezes.

Isso porque ele dispõe de uma técnica que deve evoluir com o tempo, mas que traz uma melhora dentro de dois anos. O controle pelo médico oftalmologista deverá ser regular para que o mesmo possa adaptar os olhos para o bom funcionamento do colírio para evitar possíveis problemas.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

De acordo com os pesquisadores, o médico fará a medição da refração em cada olho e utilizará um laser para criar curvas para dentro, conforme o problema que o paciente apresentar.

Passando por essa etapa inicial, o paciente estará pronto para receber o colírio. Este vai preencher as curvaturas que foram desenvolvidas na superfície, de forma a alterar o índice de refração, corrigindo o problema do paciente.

Vantagens do colírio tecnológico

Mesmo em fase inicial, podemos dizer que as vantagens que o colírio tecnológico apresenta incluem, além das citadas acima, o fato do paciente não precisar passar por uma cirurgia convencional.

Os pesquisadores estão confiantes de que o colírio tecnológico vai poder ajudar muitas pessoas a se livrar do uso de óculos e lentes de contato. Pacientes também estão ansiosos para poder utilizar esse produto.

O colírio tecnológico possui reações adversas?

Não existem relatos sobre testes realizados em que houve qualquer reação adversa. Porém, o colírio tecnológico tem como ponto negativo a durabilidade de seus efeitos. Conforme apontado em estudos, a correção pode durar de um a dois meses.

Mas como informado, essa é uma técnica que promete evoluir com o tempo, passando por aprimoramentos. Portanto, o colírio tecnológico ainda precisa de alguns processos para ser disponibilizado aos pacientes.

Se você quiser fazer uso o quanto antes, basta esperar que ele esteja disponível nas redes de planos de saúde ou por meio de atendimento particular, pois no sistema público de saúde a espera pode ser longa.

 

 

 

Por: Andréia Silveira, colaboradora do site Planodesaude.net

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Policiais militares de de São Paulo estão de prontidão para embarcar para a Turquia e atuar no salvamento e resgate das vítimas

Número de mortos no terremoto na Turquia e na Síria passa de 11 mil, mas entidades acreditam que numero chegará a 40 mil O número...

Após armação da esquerda e sigilo de 100 anos das imagens 8 de Janeiro segue sem respostas

Os desdobramentos do quebra-quebra de 8 de janeiro, contudo, parecem longe do fim, pois lula e a carreta furacão não querem CPI e investigação

No Dia do Publicitário, APP Ribeirão lança calendário de atividades de 2023

Com novas datas de atividades e eventos, a Associação dos Profissionais de Propaganda de Ribeirão Preto reúne diretoria no Chopp Time

Saúde prorroga inscrições de concurso público para bolsistas do Programa de Aprimoramento

Inscrições vão até 17 de fevereiro; bolsas são para as áreas de Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Nutrição, Psicologia e Terapia Ocupacional

Lula promete nova regulação para trabalhadores de aplicativos

Brasil tem 1,5 milhão de trabalhadores por aplicativos que podem deixar de trabalhar e ter uma renda, caso seja levado adiante
- PUBLICIDADE -