Início Saúde Bolsonaro quer que batalhões militares sejam utilizados em vacinação contra covid-19

Bolsonaro quer que batalhões militares sejam utilizados em vacinação contra covid-19

- continua após a publicidade -

Bolsonaro e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou neste sábado, 3, que as Forças Armadas vão ajudar na ampliação da vacinação contra o coronavírus no Brasil.

O assunto foi discutido entre o presidente e o ministro Queiroga e o ministro da Defesa, general Braga Netto.

Queiroga afirmou também que o Instituto Butantan e a Fiocruz vão garantir 30 milhões de doses de vacinas para o mês de abril. O país usa os imunizante CoronaVac e a vacina de Oxford.

O ministro declarou que a vacinação é a prioridade da pasta no combate à Covid-19 e que tem a meta de seguir vacinando um milhão de pessoas por dia no Brasil.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Vacinometro:

https://qsprod.saude.gov.br/extensions/DEMAS_C19Vacina/DEMAS_C19Vacina.html

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

COVID-19 leva a escalada de mortes e colapso de hospitais no Peru

Uma onda brutal da doença atingiu o país nas últimas semanas, resultando em hospitais superlotados, enquanto o acesso à vacinação continua sendo um grande desafio

Prefeito Greca sofre derrame mas não tem nada com a coronavac

Este é o que criou projeto de lei para multar quem distribuir comida a sem-teto sem autorização em Curitiba. Esperamos que ele esteja se alimentando no Hopital.

Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra a covid-19

estes medicamentos apresentaram uma redução de 70,4% na hospitalização e mortes.

Feriado de Tiradentes: veja o que abre e o que fecha em Ribeirão Preto

Serviços essenciais estão mantidos, assim como a vacinação contra a Covid-19 seguirá normalmente.

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em julho

Trabalhadores informais nascidos em julho começam a receber hoje (20) a nova rodada do auxílio emergencial.
- PUBLICIDADE -