Início Saúde Ano novo, alimentação nova

Ano novo, alimentação nova

Especialista aponta os 10 mandamentos da alimentação saudável e garante que é possível comer de tudo, de forma equilibrada, ao longo de 2020

- continua após a publicidade -

Todo começo de ano a história se repete: pessoas de várias partes do mundo se comprometem a realizar mudanças que consideram importantes no estilo de vida e dentre os temas mais populares estão o emagrecimento e a prática de uma alimentação mais saudável. Nesses casos, para atingir os objetivos propostos, adotam dietas restritivas, que é um erro muito comum, segundo aponta Bruna Pavão, consultora nutricional da marca Cuida Bem.

“Devido ao peso na consciência em relação ao consumo alimentar excessivo no Natal e no Réveillon, as pessoas costumam começar o ano com dietas muito radicais, que restringem o consumo de determinados alimentados importantes para a alimentação do dia a dia. Esse tipo de restrição pode afetar o fornecimento de energia, vitaminas e minerais, não sendo uma boa opção para seguir a médio e longo prazo. Por isso, o ideal é praticar uma alimentação equilibrada de acordo com os objetivos individuais”, orienta.

Quando o assunto é dieta, o recomendado é, com a ajuda de um nutricionista, montar um plano pessoal, que leve os interessados a atingir objetivos mais específicos, como a redução de peso, o ganho de massa magra e a perda de gordura corporal.

Bruna ainda pontua que a falta de hábito do brasileiro em consumir frutas, verduras e legumes na quantidade adequada é um entrave. “Segundo dados do IBGE, menos de 10% da população ingere o que é recomendado desses alimentos, essenciais para fornecer nutrientes importantes ao nosso corpo.”

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Outra confusão que tende a acontecer é julgar que a adoção de dietas leva naturalmente a uma alimentação saudável. Para comer bem, no entanto, é preciso adequar a refeição para cada ocasião de consumo, aumentando a frequência da ingestão de frutas, hortaliças, oleaginosas, cereais, gorduras boas (como o azeite e o óleo de coco), leguminosas (ervilha e variedades de feijão, por exemplo), leite e os seus derivados, tudo de forma balanceada.

“Adotar hábitos alimentares mais saudáveis ajuda ainda a diminuir a incidência de doenças como obesidade, desnutrição e prisão de ventre, enfermidades diretamente ligadas a hábitos alimentares ruins”, reforça Bruna. De acordo com a especialista, é possível mudar a relação com a comida e manter uma vida mais saudável seguindo 10 mandamentos:

1- Tenha cinco cores diferentes no prato: quanto mais colorido, mais saudável será;

2- Experimente novos alimentos: escolha um dia da semana para sempre conhecer novos sabores e até novas texturas de alimentos que você não aprecia;

3- Beba água regularmente, aos menos 1 litro pela manhã e mais 1 litro na parte da tarde. Uma dica é sempre ter uma garrafa à disposição, em casa ou no trabalho;

4- Coma devagar e preste atenção à mastigação. Quanto melhor mastigarmos os alimentos, melhor é a digestão e absorção dos nutrientes;

5- Consuma de duas a três porções de frutas por dia. Se não estiver habituado, acrescente pelo menos uma porção diária. Vá aumentando essa quantia aos poucos. Com o tempo, o seu corpo vai se acostumar e pedir mais;

6- Evite doces industrializados e excesso de açúcar refinado. Substitua por tâmaras, castanhas, damascos e chocolate amargo. Atualmente, é possível encontrar opções práticas e saudáveis, como as Barrinhas de Nuts e a Paçoca com Chia, Quinoa e Amaranto da marca Cuida Bem;

7- De preferência, coma sentado à mesa. Fazer as refeições no sofá, na cama ou no carro leva a distrações e atrapalha a mastigação correta;

8- As distrações também podem nos fazer comer mais. Por isso, nada de assistir televisão, trabalhar ou brincar no celular enquanto se alimenta. É essencial prestarmos atenção àquilo que estamos oferecendo ao nosso corpo;

9- Seja o exemplo para o seu filho! Siga todos os mandamentos para que eles possam ter estímulos para colocá-los em prática;

10- Faça atividades físicas regularmente, preferencialmente com o acompanhamento de um profissional no assunto.

Alimentar-se bem não significa abrir mão de certos prazeres, muitas vezes ligados à vida social da população, garante Bruna.

“Para quem gosta de algumas guloseimas, mas pretende começar a comer de forma mais saudável em 2020, a dica de ouro é sair da rotina de vez em quando, seja em um jantar especial no final de semana ou em uma saída com os amigos. Escolha alguns momentos para isso, desde que se lembre de comer e beber com moderação. O importante é não se restringir em excesso, para não correr o risco de no futuro perder o controle e voltar a desejar hábitos diferentes para o ano seguinte.”

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Bares e Restaurantes podem abrir aos domingos em Ribeirão Preto

Bares e Restaurantes de Ribeirão Preto poderão abrir também aos domingos durante a fase amarela do Plano São Paulo.

Vírus que promete máquina da Nespresso circula novamente por mensagem no WhatsApp

Os cibercriminosos buscam a distribuição do boato, r também garantir que quem está recebendo a mensagem fique desprevenido pelo fato de ela ser enviada por um contato

É golpe campanha de arrecadação para funcionários do Hospital Santa Lydia

A fundação informa que é falsa a campanha coletiva em prol dos funcionários. Informe-se para não cair em golpes e veja como ajudar a instituição corretamente

Surpresas de 2020: Emirados Árabes e Israel firmam acordo de paz

Donald Trump, mediou o tratado entre as duas potências. Para alguns o caminho aberto para o 3º templo. Até Novembro muito vem por ai

Estudantes gravam vídeos com mensagens de carinho para idosos de Asilo em Ribeirão Preto

Projeto tem o objetivo de ensinar sobre a importância de cuidar de quem está no grupo de risco em meio à pandemia
- PUBLICIDADE -