InícioSaúdeA pegadinha da secretaria da saúde de Ribeirão Preto. Secretario frouxo e...

A pegadinha da secretaria da saúde de Ribeirão Preto. Secretario frouxo e incapaz

Como levar a serio uma secretaria que não funciona ou demora 14 anos para agendar um oftalmologista e quando faz não consegue apresentar a guia de encaminhamento? O Secretário - José Carlos Moura é bom para fechar tudo, mas atender a demanda é um pascácio

- continua após a publicidade -

Como levar a serio uma secretaria que não funciona ou demora 14 anos para agendar um oftalmologista e quando faz não consegue apresentar a guia de encaminhamento? O Secretário – José Carlos Moura é bom para fechar tudo, mas atender a demanda é um pascácio

Resumo de uma historia:

Com certeza não é a única, e nem mesmo são poucas historias:

Paciente é chamada para consulta pelo SUS onze anos após ter ficado com perda de 90% da visão, justamente esperando uma consulta com oftalmologista, ela conta com 82 anos e já esta quase cega.

A secretaria da saúde entrou em contato via WhatsApp confirmando agendamento da consulta para esta semana de Julho de 2022, mas que A PACIENTE deveria COMPARECER a UBS AREA MATERNO INFANTIL – NELSON BARRIONOVO para retirada do comprovante de agendamento.

foto internet
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

OCORRE QUE A GUIA NÃO ESTA DISPONIVEL.

Segundo a secretaria:

A paciente ou alguém responsável deve voltar a UBDs, e TENTAR conseguir o documento novamente.
Indagada por que a “gerente do local” nunca esta presente, a atendente informou que uma enfermeira chefe poderá solucionar o problema, OU NÃO.
Fica uma duvida: Se ela podia tentar resolver, porque não fez no momento em que foi tentada a retirada do documento, porque tem que se voltar ao local em outro dia?
Todos ali devem ter disponibilidade de tempo, dinheiro para UBER ou carro próprio.
Ou seja- A paciente poderá perder a consulta que aguardou por 13 anos.

Uma história sobre o descaso com a saúde da população em Ribeirão.

Idosa DE 82 ANOS: Ela estava na fila de espera por um oftalmologista.

Consulta na rede pública de Ribeirão Preto, pode demorar 13 anos a espera por cirurgias ou consultas com especialista.

Conseguir uma consulta com um médico especialista é considerada a tarefa mais difícil para o paciente do SUS, o Sistema Único de Saúde, de acordo com uma pesquisa feita pelo encomendada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). No caso de problemas oculares, por exemplo, o paciente precisa aguardar de seis meses a dois anos para ser atendido ( media BRASILEIRA, EM Ribeirão A HISTORIA É OUTRA ).

Uma outra pesquisa do CFM aponta que as maiores demandas por cirurgias eletivas no SUS são respectivamente: catarata, correção de hérnia, retirada da vesícula, varizes e das amígdalas.

A catarata, primeira na lista de espera, é uma doença que torna opaco o cristalino (lente interna do olho), e hoje é a maior causa de perda da visão no mundo.

De acordo com o médico oftalmologista Hamilton Moreira (CRM 9388 | RQE 2872), mais 49% dos casos poderiam ser tratados.

“Esse tempo de espera pode trazer danos irreversíveis para a visão. As chances de um tratamento bem sucedido de catarata são muito maiores quando há acompanhamento preventivo do paciente e detecção do problema já no início”, conta o médico.

Neste caso especifico a paciente perdeu 90% da visão, com isso perdeu condições de mobilidade, depressão e varios outros problemas de saude. Pelo que vemos, a intenção é exatamente esta, deixar as pessoas cada dia mais doentes.

Dados sobre a catarata

A catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo e a a população acima de 50 anos é a mais suscetível a doença. “Existe um processo natural de envelhecimento do cristalino, que pode ser totalmente reversível com a cirurgia”, conta o Dr. Moreira. Para ele, outro entrave é que problemas na visão são detectados apenas pela própria pessoa. “Os familiares – considerados um fator importante para buscar auxílio – nem sempre percebem como está a visão das pessoas com quem convivem. Além disso, muitos idosos acham que o desgaste da visão é normal. Isso não verdade. Todos podem, e merecem ter uma boa qualidade de visão”, completa o médico.

Estimativas apontam que 5% da população acima de 60 de anos deverá ter catarata no decorrer de um ano. O Brasil já possui 30 milhões de idosos, que representa uma demanda potencial de 1,5 milhão de cirurgias de catarata por ano. Por isso, o debate e a ação social são fundamentais para a conscientização.

OS VEREADORES supervacâneos para que servem?

A população vota por demagogias ouvidas no radio e TV, de locutores graciosos, que fazem doações de festas de aniversario, conseguem uma cesta básica e depois de eleitos, a situação da cidade fica as traças.

PAGAR SALARIO DE TODA ESTA CAMBADA PARA O QUE?

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

A população insistem em votar errado e Ramon Faustino (Psol) continua sendo processado

Nova audiência foi marcada para o dia 06 de outubro, para ouvir o depoimento das ex-assessoras

Centro de Qualificação prorroga inscrições para cursos gratuitos

São 278 vagas disponíveis com inscrições online até 29 de setembro com barbearia, informática básica, excel, word básico, jardinagem e paisagismo e muitos outros

Circuito SP promove atração gratuita no Teatro Municipal

Peça mostra o encontro da Rainha Elizabeth I com o dramaturgo William Shakespeare

Cruzamento em Ribeirão Preto recebe obra da artista Elisa Bracher

Obra está sendo instalada no cruzamento das avenidas João Fiusa e Independência; escultura deve ser inaugurada na quarta-feira, 28

Giorgia Meloni deve liderar Itália após vitória eleitoral da direita

Giorgia Meloni se tornará a primeira mulher premiê da Itália
- PUBLICIDADE -