InícioSaúde21 de março - Dia Internacional da Síndrome de Down

21 de março – Dia Internacional da Síndrome de Down

- continua após a publicidade -

Segundo dados da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down, a cada 700 crianças, uma nasce com síndrome de Down no Brasil, totalizando em, aproximadamente, 270 mil pessoas. O levantamento também revela que, atualmente, apenas 50 pessoas com a síndrome frequentam ou concluíram o Ensino Superior.

A luta pela inclusão das pessoas com Down nas escolas, no mercado de trabalho e no meio social, protagonizada por organizações nacionais e internacionais, levou à criação do Dia Internacional da Síndrome de Down, comemorada em 21 de março. A data visa ampliar o debate, trazendo a público mais informação a fim de combater o preconceito contra as pessoas com a síndrome.

Caso você tenha interesse em abordar o tema, temos especialistas da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo disponíveis para entrevistas.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Jornada do Patrimônio chega a 40 municípios em todo o Estado

Recuperando a memória sobre as ferrovias de São Paulo, evento abre as comemorações do Dia do Patrimônio Histórico

🌡️ Brasil inabitável em 50 anos? A verdade por trás do estudo da Nasa ☀️

Um estudo citado pela Nasa e liderado pelo cientista Colin Raymond prevê que, até 2070, áreas do Brasil podem se tornar inabitáveis devido ao calor extremo causado pelas mudanças climáticas.

✈️ Aposentados poderão comprar passagem aérea por até R$ 200 cada trecho 🚀

A fase inicial disponibiliza 3 milhões de passagens, com cada aposentado tendo direito a dois bilhetes por ano.

🕊️ Falecimento de Maria Sodré: Ex-Secretária de Assistência Social de Ribeirão Preto 🕊️

Maria Sodré ocupou o cargo de secretária de Assistência Social de 2009 a 2016 durante o governo de Dárcy Vera e também foi superintendente da Coderp.

🗳️ Eleições 2024: Ricardo Silva Fala Sobre Sua Candidatura 🗳️

Mas o apoio politico tem um custo, e após as eleições o governo deve ser fatiado, e colocado a disposição das legendas que apoiaram, o que otrna preocupante, pois os cargos serão ocupados por indicação politica e não por capacidade.
- PUBLICIDADE -