Início Região Sertãozinho "Pedalando para o Futuro" certifica 186 crianças em Leme com próximo destino...

“Pedalando para o Futuro” certifica 186 crianças em Leme com próximo destino em Sertãozinho

- continua após a publicidade -

O “Pedalando para o Futuro – núcleos Sertãozinho / Morro Agudo / Leme” encerrou as atividades na cidade de Leme em evento realizado na última quinta-feira (27). Após um mês de projeto, o ‘Pedalando para o Futuro’ certificou 186 crianças na cidade. As aulas foram realizadas no Centro Universitário Anhanguera da cidade, o projeto segue para Sertãozinho.

O evento de encerramento contou com atividades teóricas e práticas vivenciadas pelas crianças do programa.
A cerimônia de encerramento contou com as 45 crianças participantes da última semana de projeto. Também estavam presentes o coordenador do “Pedalando para o Futuro”, Danilo Terra, membros representantes da TS Tech, Biosev, Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social da cidade e o responsável pelo Centro Universitário Anhanguera, que também auxiliam no projeto.

“A cidade de Leme foi uma das cidades mais interessantes para nós. Criamos um carinho especial por cada criança que passou por aqui. Ensinamos algumas a andar de bicicleta pela primeira vez, ou simplesmente, tirar a rodinha. Isso é gratificante”, comenta Mariana Argentato, assistente social do projeto.

Neste mês de outubro, o projeto atendeu crianças selecionadas pela Secretaria de Assistência Social de Leme e a coordenação da escola EMEB Profª. Helaine Koch Gomes Caic. “O objetivo do projeto sempre foi auxiliar na concentração, desenvolvimento físico, escolar e na própria família. O “Pedalando para o Futuro” constitui em ensinar as leis de trânsito e também a andar de bicicleta de forma correta e em segurança. Ficamos gratos em ver o sorriso no rosto de cada criança beneficiada pelo projeto”, conclui Danilo Terra, coordenador do “Pedalando para o Futuro”.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O Projeto

“Pedalando para o Futuro” é um projeto itinerante. Cada mês se instala nas cidades participantes – Sertãozinho, Morro Agudo e Leme e ensina, em média, 45 crianças em cada semana, de 5 a 12 anos, com aulas práticas e teóricas de segunda a sexta-feira. Durante as aulas, são explicadas as leis de trânsito, tanto para o usuário de bicicleta quanto para o pedestre.

Ao final de cada semana as crianças recebem cartilha, camiseta, squeezes e lanche (diariamente), além de um certificado ao final do curso, uma ‘carteira de habilitação para ciclistas’, semelhante às CNHs dos motoristas.

A iniciativa, idealizada pelo ex-ciclista Danilo Terra, é apoiada pela Lei Paulista de Incentivo ao Esporte, da SELJ (Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude), e pelo Governo do Estado de São Paulo. O “Pedalando para Futuro” em Leme é patrocinado pela empresa TS TECH e apoiados pelo Centro Universitário Anhanguera e Prefeitura Municipal de Leme.

O projeto também é patrocinado pelas empresas Cerâmicas Atlas, Polar Transportes, Dia-Frag e co-patrocínio de Biosev, Golden Technology, Morlan Arames e Telas, Ourofino Saúde Animal e Sanches Transportes.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

E apoiado por Transmiro, Supermercados Marino, Liderkraft, Fundação Edimilson, Macopema Redutores, Fundição Moreno, Engevap e Grupo São Francisco.

A Lei Paulista de Incentivo ao Esporte, SELJ e Governo do Estado de São Paulo oferecem apoio institucional ao projeto.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Restaurantes abrem novos postos de trabalho em Ribeirão Preto

No Shopping Iguatemi Ribeirão Preto as novas unidades do Outback Steakhouse e Paris 6 e ainda Coco Bambu - já instalado no empreendimento - estão com processos seletivos abertos

Em meio à pandemia, startup de Ribeirão Preto ganha mercado na América Latina

Plataforma de gestão de despesas corporativas VExpenses cresceu 50% entre os meses de abril e setembro; a estimativa é que o faturamento cresça mais 30% até dezembro

Quem esta mentindo, Doria ou Pazuello? Ministério da Saúde nega compra da Coronavac

“Não houve nenhum compromisso com o governo do Estado de São Paulo no sentido de aquisição de vacinas contra covid-19”, informou a pasta

Medico voluntario da vacinação contra Covid morre no RJ

Médico de 28 anos teve complicações da covid-19 e morreu. Anvisa já repassou informação aos responsáveis pelo estudo

Homem que se declarar mulher terá o direito de ficar em presídio feminino

O detento pode escolher onde ficará preso, conforme seu gênero declarado, e não precisará dar nenhuma prova, basta sua declaração.