Início Região Sertãozinho 18 de maio: data reforça a luta contra o abuso e a...

18 de maio: data reforça a luta contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes

A data marca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro e já alcançou muitos municípios.

- continua após a publicidade -

Há 20 anos, o dia 18 de maio é considerado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data marca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro e já alcançou muitos municípios.

Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados. Ela foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta da cidade.

A Campanha de Combate à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes possui o tema “Faça Bonito”, e é uma forma de mobilizar e sensibilizar a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, garantindo e resguardando seu desenvolvimento, livre do abuso e exploração sexual.

A violência sexual pode ocorrer de duas formas, sendo por abuso ou exploração sexual.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O abuso sexual é a utilização da sexualidade de uma criança ou adolescente para a prática de qualquer ato de natureza sexual. O abuso geralmente é praticado por uma pessoa com quem a criança ou adolescente possui uma relação de confiança, e que participa do seu convívio. Essa violência pode se manifestar dentro do ambiente doméstico ou fora dele.

Já a exploração sexual, é a utilização de crianças e adolescentes com incentivo sexual para obter lucros, objetos de valor ou outros elementos de troca. A exploração sexual ocorre de quatro formas: no contexto da prostituição, na pornografia, nas redes de tráfico e no turismo com motivação sexual.

Em Sertãozinho, há um equipamento social que ajuda a preservar esses diretos: o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). Com equipe técnica composta por assistente sociais, psicólogos, pedagogo e terapeuta ocupacional, o CREAS oferece atendimento qualificado a famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados, prevenindo, assim, o agravamento das situações atendidas.

Os atendimentos são realizados de forma segura e sigilosa, com o intuito de minimizar os danos causados pela violência sexual, principalmente para o desenvolvimento adequado da criança e do adolescente após a vitimização, como também para proteção e garantia dos direitos da população infanto-juvenil.

Caso tenha qualquer suspeita ou conhecimento de alguma criança ou adolescente que esteja sofrendo violência sexual, denuncie!

As denúncias podem ser feitas através das seguintes instituições:

– Conselho Tutelar: 3945-2711 ou 99132-7741 (plantão);

– Disque 100;

– Polícia Militar: 190;

– Guarda Civil Municipal: 199;

– Aplicativo “Direitos Humanos Brasil” (o app é a nova plataforma digital do disque 100 e 180 para receber denúncias, solicitações e pedidos de informações sobre temas relacionados aos direitos humanos e família).

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Agenda maio/2021 Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto

Sob regência do maestro Reginaldo Nascimento, os projetos Série Concertos Internacionais, Juventude tem Concerto e Ensaio Aberto serão exibidos em live

Faturamento da indústria volta a crescer em março, segundo CNI

Alta foi de 12,7% na comparação com o mesmo mês do ano passado

Secretaria de Esportes quer implantar Programa Forças no Esporte

O programa tem como objetivo promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, formando cidadãos

Saúde estende vacinação contra Covid em pessoas com 60 a 62 anos

Serão disponibilizadas mais mil vagas para a faixa etária, agendamento já está aberto; vacinação acontecerá na quarta-feira, dia 12 de maio

Covid 19: agendamento para gestantes e puérperas, transplantados, deficiências permanentes e síndrome de Down será aberto nesta terça-feira

Veja como agendar: Para todos os grupos, a vacinação acontecerá na quarta-feira, dia 12 de maio, em 36 postos de vacinação nas unidades de saúde da cidade.
- PUBLICIDADE -