InícioRegiãoRMRPGoverno de São Paulo confirma novos voos para Barretos e Franca

Governo de São Paulo confirma novos voos para Barretos e Franca

- continua após a publicidade -

Maior programa de incentivo ao desenvolvimento e ampliação da malha aérea paulista, o São Paulo Pra Todos começa a mostrar seus primeiros resultados. O Governo do Estado anunciou, nesta quinta-feira (28), os dois novos destinos no interior paulista criados a partir da desoneração fiscal do combustível de aviação.

“Foi uma decisão inédita e corajosa, que atendeu a um pedido que já era feito há ao menos uma década pelas aéreas”, declarou o Governador João Doria antes do evento. “Em nossa gestão, o papel do Estado vai sempre ser o de indutor de grandes investimentos privados em infraestrutura. Quem ganha com isso é a população, que terá acesso a novos voos em diferentes cidades”, acrescentou.

Barretos e Franca são as cidades paulistas incluídas na primeira etapa de criação dos novos voos. Lançada há pouco menos de dois meses, a iniciativa consiste na redução da alíquota do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de 25% para 12% sobre o querosene usado para abastecer aeronaves em São Paulo.

O presidente da Gol, Paulo Kakinoff, confirmou outros quatro destinos nacionais a partir de aeroportos paulistas. A empresa terá voos para Cascavel (PR), Vitória da Conquista (BA), Passo Fundo (RS) e Sinop (MT). Os Secretários Estaduais Vinicius Lummertz (Turismo) e Marco Vinholi (Desenvolvimento Regional) confirmaram que a Gol será a primeira empresa a operar novos voos criados por meio da desoneração fiscal.

“Os novos voos para Barretos e Franca fazem justiça à importância econômica e social desses municípios e também são importantes para o Brasil. Agora, precisamos trabalhar juntos para criar o hábito do transporte aéreo nas comunidades desses municípios, bem como em seus entornos”, disse Lummertz.

“Essas novas rotas aéreas têm muita significância para o Estado e estas regiões. Franca, com sua indústria e comércio de calçados, e Barretos, com seu turismo de entretenimento e hospital de referência, serão muito beneficiadas. Além, é claro, de toda a região em volta destes centros. Ganha Franca, ganha Barretos e, principalmente, ganha o Estado de São Paulo”, afirmou Vinholi.

 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Como funciona

A despesa das empresas aéreas com combustível chega a até 40% de todo o custo operacional de cada voo. Com o barateamento do ICMS cobrado sobre o querosene de aviação, o Governo paulista pediu contrapartidas para aumentar o fluxo de pousos e decolagens nos aeroportos do Estado, principalmente em cidades que ainda não eram atendidas por linhas comerciais regulares.

Pelo acordo, o setor aéreo se comprometeu a criar 70 novos voos e 490 partidas semanais, aumentando a oferta de destinos em todo o país. Ao todo, as novas frequências vão atingir aeroportos de 38 cidades em 21 Estados. A desoneração tributária terá efeito a partir de 1º de junho e será compensada pelo impacto econômico gerado pelas contrapartidas.

Para receber os novos voos, os aeroportos de Barretos e Franca passarão por adequações para operação de voos comerciais regulares. O processo tem prazo máximo estimado de 180 dias. Depois, as duas cidades contarão com voos periódicos de ida e volta a São Paulo de três a cinco vezes por semana, em aeronaves com capacidade para 138 passageiros.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O nosso adeus a Miguel Liporassi

Ribeirão Preto perde Miguel Liporassi: Não era polêmico nem agressivo, era respeitado pela qualidade, voz e equilíbrio nos comentários. E pela postura com os colegas, leal, ficava longe das intrigas de bastidores.

PREVISÕES DO TAROT EM JULHO DE 2022

As previsões para Julho de 2022, trazem transformação nas finanças, amor, relação familiar

Vice de Lula tem novamente bens bloqueados pelo Ministerio Publico

Justiça Eleitoral determina bloqueio de R$ 11,3 milhões em bens de Geraldo Alckmin no caso Odebrech

Multas no corredor de onibus da Vargas começa nesta Segunda-feira (4)

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, transitar pela faixa exclusiva de ônibus é considerada infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Congresso mundial online reunirá milhões de pessoas para falar sobre “paz”

Como sentir paz e tranquilidade apesar dos desafios provocados pelo aumento do custo de vida, da violência, dos desastres naturais, do ódio e das guerras?
- PUBLICIDADE -