InícioRegiãoPontalMãe sofre com enterro de filho pequeno e reclama que funerária perdeu...

Mãe sofre com enterro de filho pequeno e reclama que funerária perdeu brinquedo preferido(vídeo)

- continua após a publicidade -

Empresa diz que ‘vaquinha’ foi colocada no caixão do garoto de 4 anos.

A dor de perder um filho aos 4 anos ultrapassou os limites para mãe Areta Rubini no início desta semana em Pontal. Diogo morreu no domingo (24) por complicações de uma pneumonia.
Para prestar a última homenagem, ela decidiu enterrar o menino com o bicho de pelúcia preferido dele, uma vaquinha, mas Areta afirma que a funerária responsável pelo serviço perdeu o brinquedo.

Magoada e frustrada por não conseguir homenagear o filho, ela postou um vídeo em uma rede social em que mostra todo seu pesar e reclama do tratamento recebido por uma funcionária.

“Eu não aceito o que eles fizeram comigo. Sei que é uma coisa material, mas era importante para nós. Um valor sentimental muito grande para nós”, diz.

Um boletim de ocorrência foi registrado pelos pais de Diogo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Video publicado no facebook pessoal.

A dona de casa conta no vídeo que a médica sugeriu que o garoto fosse enterrado com seu brinquedo favorito, mas o brinquedo de  pelúcia não estava no caixão com o corpo do filho. Areta afirma que uma funcionária chegou a informar que o brinquedo estava entre as pernas da criança.

Na tentativa de localizar o brinquedo, por volta das 4h, a mãe conta que pediu ajuda pelo interfone a uma funcionária, mas que ela se recusou a auxiliá-la.

“Pedimos para ela verificar e pegar o bichinho, ela disse que não ia mexer. Fui conversar com ela e ela se recusou a abrir a porta, deixou a gente trancada e disse que não ia lá pegar. Disse que não ia porque se esse bichinho estivesse lá dentro, devia estar cheio de sangue por baixo. Perguntei se ela era mãe. Ela desligou o interfone.”

Após enterrar o filho, Areta encontrou nas redes sociais uma forma de desabafar.

 

Em Ribeirão Procurou explicações da funerária e estamos no aguardo de uma posição oficial da empresa.


 

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020

Dirigente do Botafogo esquece a tradição e coloca o time entre os da várzea

Agora a torcida vai precisar trocar os bumbos e tambores por rosário, bíblia e agua benta, se não quiser estar ao lado do Leão

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
- PUBLICIDADE -