InícioRegiãoPitangueirasFinal de semana é marcado por grandes espetáculos teatrais em Pitangueiras e...

Final de semana é marcado por grandes espetáculos teatrais em Pitangueiras e Ibitiúva

- continua após a publicidade -

As peças teatrais realizadas no final de semana em comemoração aos 159 anos de Pitangueiras foram sucesso total. Verdadeiros espetáculos ficaram a disposição da população e deixaram um gostinho de quero mais para os que estiveram presentes.

 Na sexta-feira (21) a apresentação da peça infantil “A princesa que não queria casar”, representada brilhantemente pelo Coletivo Artístico Magote, deixou a plateia de queixo caído, permeando por assuntos atuais relacionados à diversidade de gêneros no amor de forma leve e emocionante com uma peça cheia de música e figurinos pra lá de especiais, que trouxe até bate papo no final, levantando questões sobre a crítica social da peça e a importância da cultura do teatro para todos.

 

Já o sábado (22) foi de inúmeras atrações, iniciando-se com a apresentação sensacional da Cia de Teatro Pé de Chinelo na peça infantil “Sananab”, apresentda  no período matutino na Praça João Pessoa em Pitangueiras e no período vespertino na Praça da Matriz no distrito de Ibitiúva.  A atuação envolveu todo o público de maneira divertida e interativa, utilizando objetos simples e corriqueiros, o palhaço “Bisgoio” arrancou muitas risadas das crianças e dos adultos que ali pararam para prestigiar o espetáculo, a peça revelou a importância e o encanto do Teatro de Rua, mostrando que o bom artista transforma qualquer ambiente em palco, qualquer som em música e qualquer objeto em cenário.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

 

Ainda na Praça da Matriz de Ibitiúva houve também recreação e Atenção Básica à Saúde, diversos moradores do distrito passaram por lá durante todo o dia e foram presenteados também com a apresentação do artista local Henrique Diniz no final da tarde, animando toda a galera.

Mostrando ainda que santo de casa faz milagre sim, foi apresentada também no sábado à noite, no Teatro Luis da Silva, a peça teatral “Quando as máquinas param”, uma releitura livre do texto original de Plínio Marcos, encenada de forma louvável pelos atores locais Mara Vieira e Wellington Marques e dirigida brilhantemente por Marcela Caroni, outro talento pitangueirense. A peça que também foi apresentada no salão do Rotary de Ibitiúva no domingo, trouxe à tona temas polêmicos como o desemprego, o aborto e a atual situação do cidadão brasileiro de classe baixa e emocionou à todos com um bate papo de tirar o fôlego que mobilizou toda a classe artística da cidade.

 

A Prefeitura parabeniza com muito carinho e orgulho a toda a equipe que possibilitou que a Mostra de Teatro se tornasse esse grande  sucesso e agradece aos artistas de Pitangueiras pela contribuição cultural que pode e vai transformar a nossa cidade num futuro bem próximo.

Assessoria de Comunicação Município de Pitangueiras e Ibitiúva

Percepção sobre a 2ª Mostra de Teatro de Pitangueiras traz inspiração para a Secretaria de Cultura

Durante a mostra mais de mil pessoas passaram pelo Teatro Municipal.

Finalizada por um espetáculo aplaudido de pé, a 2ª Mostra de Teatro de Pitangueiras e Ibitiúva alcançou seu objetivo e trouxe inspiração aos integrantes da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo.

Com louvável trabalho dos funcionários da pasta, que possibilitaram com todo o seu empenho e amor pela arte a realização dos últimos eventos teatrais de Pitangueiras e Ibitiúva, a força da arte foi mostrada, resgatando a cultura de quão transformador é o teatro na sociedade brasileira. A peça “A bruxa Malabé” que aconteceu no último domingo dia 23 fechou a Mostra de Teatro com chave de ouro, aplaudida de pé por um público volumoso e representativo. Para o Professor de Artes Cênicas, grande colaborador e funcionário público municipal Wellington Marques “foi gratificante ver a maioria das peças aplaudidas de pé, isso mostra que todo o nosso esforço cumpriu seu objetivo”. Wellington que também é ator, além de participar ativamente de todas as fases de elaboração e concretização da Mostra, mostrou que é possível ser ator em uma cidade pequena e de interior como Pitangueiras, atuando em um dos dias, junto a um grupo teatral da cidade, a brilhante peça “Quando as máquinas param”, que impressionou e emocionou ao público presente.

É importante lembrar que muita coisa ainda pode melhorar, como a distribuição de ingressos, que infelizmente não impediu que algumas pessoas os retirassem, esgotando as quantidades permitidas, deixando cadeiras vazias ao não comparecer aos espetáculos.

A noite de ontem também foi de grande importância, onde com destaque para a exposição itinerante “Negro no Interior” foi possível a realização de homenagem a três grandes cidadãos de raça negra que cada um da sua forma fizeram e fazem uma grande diferença para Pitangueiras. O Professor Edemilson José do Vale (o Sete) presenteou a todos com uma grande explanação sobre Identidade de Gêneros e os preconceitos raciais.

Com o resgate cultura reforçado pelos eventos o objetivo alcançado, novas ideias brotaram para os colaboradores da Secretaria de Cultura, que reforça que o incentivo ao teatro não para por aí. Há previsão, inclusive, de novas peças a serem oferecidas com previsão para os próximos meses. Fique ligado e não perca os próximos eventos!

 

Assessoria de Comunicação Social Município de Pitangueiras e Ibitiúva

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

MST já fala em ‘distribuição de terras de latifúndios’

Movimento quer ainda a 'agroecologia' no Brasil

Não vai acontecer mas: Secretaria da Cultura e Turismo abre cadastro para Grupos Carnavalescos

Até o carnaval estaremos novamente com tudo fechado e eles já sabem, mas fazem de conta que nada sabem.

Departamento de Saúde e Serviços Humanos de Joe Biden é cúmplice na prostituição de crianças migrantes

Diz que o governo é cúmplice porque 'não somos processados ​​por traficantes'... Criança migrante: minha patrocinadora 'me prostituiria para homens'

CARTA DOS OFICIAIS SUPERIORES DA ATIVA AO COMANDANTE DO EXERCITO BRASILEIRO

Covardia, injustiça e fraqueza são os atributos mais abominados para um Soldado. oficiais superiores da ativa do Exército  Brasileiro, que o fazem de livre e espontânea vontade.
- PUBLICIDADE -