InícioRegiãoBarretosVioleira Rose Abrão está com inscrições abertas

Violeira Rose Abrão está com inscrições abertas

- continua após a publicidade -

Um dos mais antigos e importantes festivais de música raiz do país, a Violeira Rose Abrão está com suas inscrições abertas até o dia 17 de julho. Podem participar do evento compositores amadores e profissionais, com músicas com letra e melodia inéditas no estilo raiz. Em sua 34ª edição, o festival integra a programação da Festa do Peão de Barretos. A soma geral dos prêmios de participação e dos finalistas ultrapassa o valor de R$ 65 mil.

Para participar do concurso, os interessados deverão enviar CD ou Pen Drive com a música gravada e uma cópia da letra no mesmo CD ou Pen Drive, com nome e endereço dos intérpretes e compositores. Cada compositor poderá inscrever, no máximo, uma música inédita, que deverá ser apresentada acompanhada de um documento do compositor autorizando os intérpretes a participarem da Violeira Rose Abrão. As letras enviadas por email deverão ser encaminhadas para fusao@fusaoconsultoria.com.br ou contato@agcip.org.br, contendo todos os dados.

A eliminatória do festival acontecerá no dia 30 de julho, em Monte Alto/SP. A final do concurso será realizada no dia 23 de agosto, dentro da programação da Festa do Peão de Barretos, no Palco Culturando da AGCIP. O regulamento completo e ficha de inscrição do festival estão disponíveis nos sites www.independentes.com.br e www.agcip.org.br.

Grandes nomes

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A Violeira Rose Abrão completa neste ano, 34 anos de edição. Responsável por manter a essência e tradição da cultura sertaneja, além de revelar novos talentos da música raiz.

Nomes importantes da música brasileira passaram pelo festival, como Rionegro & Solimões, Zé Henrique & Gabriel, Durval & Davi, Zé do Cedro & João do Pinho, Gedeão da Viola, Itamaracá, entre outros.

As músicas retratam o estilo de vida e costumes dos peões estradeiros, além das festas da cultura sertaneja e paisagem interiorana.

Patrono

Realizada inicialmente nos bairros de Barretos, a “Violeira” reunia violeiros de todos os cantos. Em 1993, a “Violeira” passou a levar o nome de “Rose Abrão”, em homenagem ao comerciante Gaze Abrão, proprietário do Sobrado da Alegria – local onde reunia diversos violeiros e grandes nomes da música caipira -, e palco do festival caipira por alguns anos.

O músico e violeiro, Tião Carreiro foi quem apelidou o amigo Gaze Abrão, de “Tio Rose”. Aos 57 anos, o comerciante morreu em Barretos. Para homenagear a história de ‘Tio Rose’ com a música e tradição caipira, o festival carrega seu nome.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020

Dirigente do Botafogo esquece a tradição e coloca o time entre os da várzea

Agora a torcida vai precisar trocar os bumbos e tambores por rosário, bíblia e agua benta, se não quiser estar ao lado do Leão

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
- PUBLICIDADE -