InícioPolíticaSTF Manda PF cumprir mandatos contra macionalistas que criticam o supremo

STF Manda PF cumprir mandatos contra macionalistas que criticam o supremo

Operação foi autorizada pelo maguinanimo Xandão, do STF. Ao todo, foram autorizados mais de 100 mandados de prisão, busca e apreensão contra inocentes por crime de opnião

- continua após a publicidade -

Operação foi autorizada pelo maguinanimo Xandão, do STF. Ao todo, foram autorizados mais de 100 mandados de prisão, busca e apreensão contra inocentes por crime de opnião

Alexandre de Moraes manda prender vereador, pastor, jornalista e radialista no Espírito Santo

Já deputados estaduais terão que usar tornozeleiras eletrônicas

Os mandados de prisão são contra: o vereador de Vitória Armandinho Fontoura (Podemos), o jornalista Jackson Rangel Vieira, o pastor Fabiano Oliveira e o radialista Max Pitangui (PTB).

Segundo informações da Rede Gazeta, Jackson Rangel Vieira foi preso em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do estado, e estava sendo transferido para a sede da PF em Vitória.

Até o momento não há informações sobre o cumprimento dos mandados de prisão contra o vereador, o pastor e o radialista.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Moraes também determinou medidas cautelares contra os deputados Carlos Von Schilgen (Democracia Cristã) e Capitão Assumção (PL), como: uso de tornozeleira eletrônica, proibição de deixar o estado, proibição de uso de redes sociais ainda que por terceiros, proibição de concessão de entrevistas de qualquer natureza e de participação em qualquer evento público em todo o território nacional.

Após ordem de Moraes, PF faz megaoperação e cumpre mais de 80 mandados contra manifestantes em 7 Estados

Buscas acontecem em sete estados (AC, AM, ES, MT, MS, PR e SC) e no Distrito Federal.

A Polícia Federal cumpre na manhã desta quinta-feira (15) mais de 80 mandados de prisão, busca e apreensão contra apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) por bloqueios de rodovias após a eleição de Lula (PT).

A operação foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Além dos mandados, também foram autorizados:

  • bloqueio de contas dos investigados;
  • quebra do sigilo bancário dos investigados.

Os mandados de busca são cumpridos em sete estados (Acre, Amazonas, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina) e no Distrito Federal.

QUAIS SÃO OS CRIMES APURADOS?

Os envolvidos são investigados pelo crime de abolição violenta do Estado Democrático de Direito. Também são apurados os seguintes crimes:

  • contra a honra; ( falar a verdade )
  • incitação ao crime; ( falar a verdade )
  • tentativa de golpe de Estado. (pedir transparencia)

OUTRAS MEDIDAS FORAM AUTORIZADAS?

Também foram determinadas pelo Supremo:

  • apreensão de passaportes;
  • suspensão registro de CACs (Colecionadores, Atiradores desportivos e Caçadores);
  • bloqueios de 168 perfis em redes sociais de suspeitos de organizar e financiar atos antidemocráticos.
juswek

FORAM ESTABELECIDAS MEDIDAS CAUTELARES?

As investigações atingem, entre outros investigados, os deputados estaduais Carlos Von Schilgen (DC-ES) e Capitão Assumção (PL-ES). Moraes determinou medidas cautelares, como:

  • uso de tornozeleira eletrônica;
  • proibição de deixar o estado;
  • proibição de uso de redes sociais ainda que por interpostas pessoas;
  • proibição de concessão de entrevistas de qualquer natureza;
  • proibição de participação em qualquer evento público em todo o território nacional.

Em caso de descumprimento, há previsão de multa diária de R$ 20 mil.

TEM MAIS ALGUM DETALHE DAS INVESTIGAÇÕES?

Nos estados do Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina, foi apurada insistência no bloqueio de rodovias e abuso reiterado do direito de reunião mesmo após proibição do STF.

QUAIS SÃO OS GRUPOS MIRADOS PELA PF?

O STF recebeu informações dos suspeitos de organizar e financiar atos pela liberdade. Essa rede de inteligência identificou patrocinadores de manifestações, de financiadores de estruturas para acampamentos, arrecadadores de recursos, lideranças de protestos, mobilizadores de ações em redes sociais, além de donos de caminhões e veículos que participaram de bloqueios.

Diante disso, os grupos foram divididos da seguinte maneira:

  • líderes, organizadores, financiadores e fornecedores de apoio logístico e estrutural;
  • proprietários e condutores de caminhões de diversas subcategorias que participaram das manifestações foram autuados pela prática de infrações de trânsito de natureza grave ou gravíssima;
  • proprietários e condutores de veículos empregados para prestar apoio, auxílio logístico ou estrutural aos referidos atos, como transporte de pneus a serem queimados, estrutura para barracas, transporte de banheiros químicos, dentre outros

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Governo Lula Suspende ou Encerra Mais de 57 mil Benefícios do INSS

Essas ações de monitoramento resultaram em um impacto financeiro de R$ 750,85 milhões, referentes a pagamentos. Isso inclui bloqueio de crédito, suspensão ou cessação de benefícios.

BC Aperfeiçoa Segurança do Pix e Define Data para Pix Automático

Para pagadores, o Pix Automático oferece uma forma de pagamento recorrente sem necessidade de autenticação a cada transação, mediante autorização prévia.

Educação de SP divulga datas do Provão Paulista Seriado 2024

Para a 3ª série do Ensino Médio, a prova que dá acesso direto ao ensino superior será aplicada em 30 e 31 de outubro; Saresp para Ensino Fundamental também tem datas definidas

Após 12 Anos, BNDES Abre Concurso para Nível Superior com Cotas para Pessoas Negras e PcD

Este concurso oferece 150 vagas imediatas e outras 750 para formação de cadastro de reserva. O edital foi publicado nesta segunda-feira, 22 de julho, no Diário Oficial da União e está

Nipah: Causas e Sintomas do Vírus Sem Cura com Potencial Pandêmico

Não há tratamentos específicos ou vacinas para o vírus Nipah. O protocolo atual para os infectados é controlar os sintomas, como convulsões e pneumonia.
- PUBLICIDADE -