InícioPolíticaPrefeitura de Ribeirão tem gastos milionários com pesquisas de opinião

Prefeitura de Ribeirão tem gastos milionários com pesquisas de opinião

Nos últimos três anos, os cofres públicos da prefeitura desembolsaram R$ 1,3 milhão para realização de 24 pesquisas de opinião. Qual sua Opnião sobre o @nogueiraduarte ?

- continua após a publicidade -

R$ 19,6 milhões desde 2017 é o que gastou nogueira com publicidade.

O governo Duarte Nogueira entrou na campanha pela reeleição com amplo conhecimento do eleitorado.

Nos últimos três anos, os cofres públicos da prefeitura desembolsaram R$ 1,3 milhão para realização de 24 pesquisas de opinião, que mediram a percepção do ribeirão-pretano nas mais diversas áreas, inclusive a popularidade do Executivo.

A empresa Versão BR, vencedora da licitação da publicidade, subcontratou a Engracia Garcia Consultoria e Pesquisa para o serviço de pesquisas de opinião. Cada levantamento custa entre R$ 50 mil e R$ 59 mil ao caixa da prefeitura.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -
Duarte Nogueira bebendo um Chopp em Campinas durante a fase vermelha em Ribeirão Preto / Fonte : sigilo de fonte

Apenas nos 12 meses anteriores ao início da campanha eleitoral, entre setembro de 2019 e agosto de 2020, foram realizadas 18 pesquisas, ao custo aproximado de R$ 1 milhão, conforme análise do Farolete junto às notas fiscais emitidas.  

Embora custeadas com dinheiro público, os resultados são restritos ao consumo interno da prefeitura, em especial pela agência de publicidade, Coordenadoria de Comunicação Social e Casa Civil.

Além de prestar serviços para a prefeitura, a Engracia foi contratada pela campanha eleitoral de Duarte Nogueira para realizar pesquisas de opinião durante a disputa pela reeleição, recebendo R$ 150 mil. Em 2016 já havia sido contratada pelo tucano por R$ 100 mil.

ebc


Um pouco de tudo

Dentro do contrato de publicidade da prefeitura, os serviços da Engracia são prestados para, oficialmente, orientar as peças publicitárias do governo, direcionando as propagandas de acordo com conteúdo, público e meio de divulgação, além de atestar a eficácia.

Porém, as pesquisas vão muito além disso.

Os questionamentos são amplos: veículos de imprensa com maior audiência junto à população, nível de aceitação do governo, qualidade dos serviços públicos e, até, como o ribeirão-pretano utiliza redes sociais.

Em junho de 2020, três meses antes da campanha eleitoral, a Engracia fez uma ampla pesquisa qualitativa com moradores de 36 bairros de todas as regiões de Ribeirão Preto, com diversidade etária, de escolaridade e renda, de 32 ocupações profissionais distintas, para saber a “percepção dos moradores em relação à cidade de Ribeirão Preto”.

A população opinou sobre a qualidade de vida na cidade, medidas relacionadas à Covid (como fechamento de comércio e volta às aulas), principais demandas (zeladoria urbana e segurança, por exemplo) e, principalmente, avaliação da prefeitura de Ribeirão Preto.

“O principal legado desta gestão foi a recuperação financeira do município, as obras de mobilidade urbana e recape de ruas e avenidas na cidade. Espontaneamente a aprovação é tímida. Com o processo de discussão e apresentação de vídeos, as obras passam a ter relevância e os esforços dos administradores são reconhecidos”, afirma o relatório da Engracia entregue à prefeitura, custeado com dinheiro público.

Na campanha eleitoral, iniciada pouco depois, Nogueira focou os justamente nas obras do PAC e na recuperação financeira da prefeitura.

Farolete disponobiliza, ao final da reportagem, a íntegra dessa pesquisa.

Também em junho de 2020, a Engracia fez, para a prefeitura, uma pesquisa de 47 perguntas com 1.800 ribeirão-pretanos sobre os hábitos de consumo midiático.

Os cofres municipais bancaram análises como o horário em que a população mais acessa redes sociais, se prestam a atenção em propagandas, qual operadora de televisão possui e o costume de ouvir músicas.

Fonte: FAROLETE.INFO

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Cabeça de Ozempic: o remédio pode deixar a cabeça maior? Entenda

O termo "cabeça de Ozempic" viralizou nas redes sociais após diversas celebridades aparecerem mais magras, mas com a cabeça desproporcionalmente maior em relação ao corpo.

Mitos e verdades sobre o consumo de bebidas alcoólicas e o desenvolvimento de câncer

Segundo relatório da American Association for Cancer Research (AACR), o consumo de bebida alcoólica ocupa a terceira posição nas causas de tumores, perdendo apenas para o tabagismo e o excesso de massa corporal.

Brasil pode ter o maior IVA do mundo com apoio de Ricardo Silva e Baleia Rossi

Reforma Tributária aprovada, Imposto sobre Valor Agregado (IVA) torna os impostos o maior do planeta com apoio dos deputados

Franca Shopping promove eventos de lazer gratuitos no fim de semana

Prepare-se para um fim de semana cheio de animação e diversão no Franca Shopping. Nos dias 13 e 14 de julho, o shopping será palco de dois eventos incríveis e gratuitos, especialmente pensados para toda a família.

Para a população aumento de impostos para os partidos politicos anistia de todas as dividas

O sistema político brasileiro tornou-se ainda mais fechado e autossuficiente, com partidos tradicionais e novos movimentos antissistema perpetuando práticas corruptas.
- PUBLICIDADE -