InícioPolíticaDeputada Leticia Aguiar apoia redução de salários de deputados e assina pedido...

Deputada Leticia Aguiar apoia redução de salários de deputados e assina pedido de Impeachment de Dória

Medida propicia economia de R$ 320 milhões, a fim de alocar verba para o combate do coronavírus, sem deixar de apontar delitos do Ditadoria.

- continua após a publicidade -

Com atuação desta deputada, podemos ainda crer em uma nova forma de fazer política.

Nesta quarta feira (22) a deputada Leticia Aguiar assinou na Assembleia Legislativa, juntamente com os deputados Gil Diniz, Tenente Coimbra, Valéria Bolsonaro, Major Mecca, Tenente Nascimento, Douglas Garcia, Frederico D’Avilla e Edna Macedo, o processo de impeachment de João Doria.

internet

O Governador vem tomando diversas atitudes irregulares, ABUSIVAS e DITATORIAIS. Sabemos que esse não é o seu papel, portanto O Estado de São Paulo e o Brasil não podem parar!

Com atitudes ditadoras, o governador vem usando a pandemia como instrumento de uma política com interesses próprios, prejudicando a maior massa de moradores, na capital e interior.
Suas ações estão sendo pautadas em interesses próprios, e nos do @emribeirão, temos fontes confiáveis, de que o Governador vem ameaçando os prefeitos que descumprirem suas decisões com boicote e bloqueio de verbas.

arquivo

Deputada Leticia Aguiar apoia medidas de redução de salários de deputados e de comissionados na ALESP

Toda população vem pagando alto preço e veremos os efeitos desta paralisação, por anos. Os políticos por sua vez, não estenderam as mãos afim de participarem desta luta.
Mas a deputada com coragem apresentou sua posição defendendo o corte de salários dos deputados estaduais.

A mesa diretora da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) apresentou um conjunto de medidas, a serem votadas pelos deputados, que deverá resultar em uma economia de R$ 320 milhões, valor que equivale a um quarto do orçamento da Casa, a fim de alocar a verba em políticas de enfrentamento ao novo coronavírus.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Os detalhes constam de um projeto de resolução, que será submetido a votação de regime de urgência, em plenário virtual, às 14h30 desta quinta-feira (23).
Para que se poupe a quantia desejada, propõe-se que sejam reduzidos em 30% os subsídios dos 94 deputados da Alesp e a verba de gabinetes.
A deputada Leticia Aguiar (PSL), apoiou as medidas anunciadas pela mesa diretora da ALESP, segundo a parlamentar na sessão da próxima quinta-feira ela votará a favor de todas as medidas, inclusive na redução de 30% dos subsídios de todos os deputados e de 20% nos subsídios dos cargos comissionados.

arquivo

Única ressalva ao conjunto de medidas é a destinação das verbas.

Com o estado de Calamidade Pública, os R$ 320 milhões de economia da Alesp, seriam para destinação exclusiva do Governador do estado, uma vez que o Poder Executivo é o ordenador de despesas.

Para a deputada Leticia Aguiar é necessário que os deputados sejam ouvidos e possam opinar sobre o tema:

“É unanimidade entre os deputados que é necessário que a destinação das verbas sejam direcionadas a apoiar as Santas Casas, hospitais e entidades envolvidas no combate ao Covid-19 indicadas pelos parlamentares, o executivo não deve receber um cheque no valor de R$320 milhões para aplicar como quiser”, declarou.

No entendimento da deputada o momento é de apoio para evitar o colapso do Orçamento do estado, garantindo não só os investimentos em saúde e no combate ao coronavírus, mas para garantir também, que o estado tenha condições de cumprir com seus compromissos financeiros no futuro próximo.

arquivo

“A ALESP faz um movimento importante e como deputada estadual apoio todas as medidas de austeridade desde que feitas com transparência e respeito ao dinheiro público” finalizou a parlamentar.

A mesa diretora também sugeriu um corte de 20% nos salários e benefícios dos funcionários comissionados da Casa, suspensão do pagamento de licença-prêmio em dinheiro e doação de 70% do Fundo Especial de Despesas para ações de combate e mitigação de efeitos sociais e econômicos provocados pela pandemia de covid-19.

As outras medidas consistem na devolução antecipada de 7% do orçamento previsto para este ano, revisão e enxugamento de contratos.


Sobre a questão orçamentária, a deputada Leticia Aguiar vem, há algum tempo, defendendo a flexibilização das regras de quarentena para reabertura do comércio e retomada da economia.

“Não podemos prolongar demais o déficit causado pela queda na arrecadação do estado e dos municípios, somente este mês, houve queda de R$ 2 bilhões na arrecadação do estado, temos que retomar as atividades para tentar minimizar este impacto”, disse a parlamentar.


Conforme esclareceu o presidente da Alesp, deputado Cauê Macris (PSDB), as comissões parlamentares que guardam conexão com o projeto deverão se reunir na semana que vem. Desse modo, a expectativa é de que as medidas vigorem a partir de 1º de maio.

foto arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

STF julga liberação de crininosas para prender manifestantes de 8 de janeiro

Vão soltar criminosas para sobrar lugar para prender senhoras que se manifestavam dentro da constituição e acreditaram em um capitão e alguns generais

As críticas do New York Times a Moraes

O jornal norte-americano New York Times voltou a falar sobre o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Uma reportagem publicada neste domingo, 22,...

5 depredações da esquerda contra o patrimônio público

“Nunca vocês leram alguma notícia sobre um movimento ou partido de esquerda invadir o Congresso Nacional, a Suprema Corte ou o Palácio do Planalto”,...

Valor bloqueado de manifestantes sobe para R$ 18,5 milhões

A Justiça Federal autorizou hoje (21) novos bloqueios de bens de suspeitos de financiar os atos que resultaram na depredação dos prédios dos Três Poderes...

José Dirceu propõe reestruturar papel dos militares no Brasil

Militares precisam voltar para os quartéis e sair de órgãos do governo, sugere. José Dirceu de Oliveira e Silva, ex-ministro da Casa Civil de Lula,...
- PUBLICIDADE -